Garten of Banban | Terror no jardim de infância nesse game grátis de PC

Muito provavelmente, assim como Minecraft causou um estouro nos jogos indie de PC, Five Nights at Freddy's parece ter criado um novo nicho de horror infantil, com a ideia de um bicho de pelúcia assassino e criando uma verdadeira obsessão por jogos de terror de computador com temática para crianças, tanto que o SBT massacrou "Poppy Playtime", o comparando a corrente do suicídio. Mas desde sempre somos apaixonados por histórias de terror, e o Chucky do filme Brinquedo Assassino, de 1988 mostra que a ideia não é nada nova. Mas cada geração nova se encanta por coisas novas e Garten of Banban (Não confundir com Garden of Banban hahaha) parece ser um fruto disso. Vamos para a review do jogo!
 
Aqui você não assume o papel de uma criança, mas sim de um pai que matriculou seus filhos no "Jardim de infância do Banban", uma instituição respeitável de aprendizado. E tudo era normal, até que um dia, todas as pessoas da instituição inteira, alunos, professores e outros funcionários, simplesmente desapareceram sem explicação alguma. Sem ter o que fazer, isso te leva a invadir o local à noite para tentar investigar o que a polícia não conseguiu.

Já dá pra imaginar que esse é o tipo de jogo que faz youtubers como o Jazzghost pirarem, e naturalmente virar aquela mania, né? As criaturas animatrônicas de FNAF realmente deixaram sua marca em jogos de terror de PC, mostrando que não é preciso ser um Silent Hill ou The Quarry e nem ter os gráficos de um Playstation 5 para encantar. Às vezes basta um visual de um Stumble Guys da vida e pronto! Mágica acontece.
Em Garten of Banban, tive uma sensação semelhante ao jogo gratuito de computador The Baby In Yellow, apresentando um cenário todo bonitinho, meio cartunesco e bem colorido, mas com elementos de terror e algumas mecânicas que você vê que tiveram um certo capricho por parte da desenvolvedora para não parecer só mais uma cópia de Slender, aquele jogo do Slender Man copiado tantas vezes que virou genérico o estilo pra game grátis de computador.

Apesar de tudo, também não temos uma experiência inovadora aqui, apenas esforçada. Ou seja, por mais que o visual seja bacana, você não terá um Cuphead da vida, ou inovadora como Layers of Fear. É algo bem no estilo de resolução de puzzles em um ambiente 3D, com mecânicas como achar cartões de acesso a outras áreas, apertar botões para ativar certas coisas e explorar ambientes. Evacuation, por exemplo, que te leva de volta ao mundo de Half-Life, dá pra notar um esforço maior em variação de jogabilidade.

Então apesar de ter sim um monstro pra te perseguir, não vai ser aquela coisa agitada como os games de terror de PC multiplayers como White Noise 2 ou Mimicry. E também não vai ter o desespero com terror perturbador de singleplayers como Outlast e vários jogos indies de computador que parecem não se segurar. Acredito que aqui a coisa tenha sido feita de forma moderada propositalmente para atrair um público mais jovem.
Ou seja, quando o "monstro" te pega, ele não aparece te atacando brutalmente. Aparece o rosto dele na tela, balançando de boca aberta. Dá uma certa agonia o fato de que você foi pego, mas também não é aquela coisa que te faz sentir a sanidade esvaindo de seu corpo. É algo mais tranquilo, de certa forma até meio engraçado.

E só pra deixar claro, esse não é um game de terror de computador que foca nessa mecânica. Portanto se o que mais te afasta em jogos é o medo dessa agonia de estarem atrás de você e você ter que se esconder, pode ter certeza que aqui a coisa não é essa. Garten of Banban tem a atmosfera de terror, mas é aquele tipo de game indie de PC que foca mais em te deixar preocupado.

Por exemplo, tem um certo momento em que você tem acesso a um corredor e no final do corredor você vê um flamingo rosa (Ou seria um Dodô?), só com o pescoço te olhando atrás da pilastra. E assim que você começa a andar em sua direção, ele se esconde em uma área que é pura escuridão. Você até pode entrar lá, mas só vai conseguir ver silhuetas. Dessa forma é preciso se concentrar em resolver os problemas em outros locais, e se preocupar se o bicho não vai sair dali.
E inclusive tem uma parte que achei muito bem trabalhada, mostrando que não é porque uma obra é um jogo grátis de computador, que não pode ser uma história de terror com algum toque de atmosfera. Quero dizer, é comum ver obras do tipo sempre se esforçarem pra gritos muito altos e correria, boa part das vezes sem muita tentativa de criar tensão.

Mas a parte que me refiro em especial, é quando a criatura Dodô de repente aparece e começa a ir lentamente em sua direção, em uma parte onde você não tem como fugir e a única saída é conseguir ativar um local para abrir um novo caminho. E quando o bicho chega perto o suficiente, ao invés dele ir correndo, ele dá uma parada bem na sua frente e fica te olhando em desespero. Ficou muito bem bolado esse momento.

A mecânica mais elegante desse jogo grátis de PC é a de controlar um drone. Hoje em dia com o tanto que os preços dos drones estão baratos, qualquer um pode ter um drone pra filmar coisas e se divertir. E passamos a ver cada vez mais essa mecânica. Jogos Triplo A como Watch Dogs Legion e Ghost Recon Breakpoint usam e abusam dessa maravilha moderna. Mas aqui foi meio inusitado, já que é um game indie de computador e ainda da temática jogo de terror.
O drone daqui você tem um controle remoto bem estilo brinquedão mesmo, que lembra muito algo do universo de Hello Neighbor, e que os comandos são de forma um tanto simplória. Com o botão esquerdo, você manda ele ir até um lugar, com o botão direito, você faz ele se teletransportar para um ponto chave onde fica mais fácil de o controlar para outras áreas, se você tiver preso ele em algum lugar.

Você o utiliza para apertar botões gigantescos em algum lugar, mas em determinados pontos pode também usar para quebrar vidraças amarelas. Por algum motivo elas são o único tipo que conseguem ser quebradas, já que as vidraças comuns são bem rígidas e não tem como estraçalhar elas nem quando dá bug na física de algum item e ele voa com toda força em direção à vidraça.

A desenvolvedora Euphoric Brothers já lançou vários games gratuitos de computador, a maioria em 2D, tipo "Introvert: A Teenager Simulator" e "Flesh Water", e até se aventurou em um jogo de terror com temática meio fofinha, com "Egghead Gumpty". Mas esse parece ser outro nível, até mesmo em sua estratégia de marketing, que alguns podem considerar meio safada, já que o que temos aqui e se diz como jogo completo, foi feito mesmo para vender o segundo jogo.
O negócio é... Aqui temos um jogo gratuito de PC que o nome é "Garten of Banban" e tem uma turminha de criaturas, sendo que Banban é uma versão fofa do Satanás. Mas eles só aparecem nos desenhos nas paredes. Você confronta apenas dois dos inimigos e apesar de dar pra considerar um jogo eletrônico com final, é um final aberto, e com a mensagem "ADICIONE O 2 À LISTA DE DESEJOS".

Bom... De qualquer forma, ao menos é uma experiência completa, mas para os que querem uma história mais fechada e com respostas, pode ser um tanto frustrante nesse quesito. Por outro lado, tendo em vista jogos como Subway Surfers de Terror, que gerou downloads adoidados do povo, talvez para a maioria a experiência do horror em si já baste.

Enfim, você pode baixar esse game gratuito de PC direto na Steam, sem pagar nadinha! É uma experiência rápida que levei 54 minutos pra terminar, mas acredito que até em 20 minutos dê pra fazer, pois joguei na Twitch do Blog, então eu parava e conversava bastante com o pessoal. Não deixe de conferir muito mais coisas legais no Blog Nerd Maldito. Confira o trailer:

Postar um comentário

0 Comentários