The Baby In Yellow Christmas Chapter | Vire a babá de um bebê satânico no natal!

Disponível para PC, Android e iOS, The Baby In Yellow é um dos jogos gratuitos mais bem trabalhados que já vi (Inspirado no fenomenal clássico do horror O Rei de Amarelo), tendo sido feito realmente com um baita de um carinho, tanto no visual, quanto na história e jogabilidade. E uma das coisas que mais prova isso, são as atualizações tão robustas, sendo que o Christmas Chapter, o torna um jogo de terror de natal, com uma ambientação extremamente robusta das festas de fim de ano. E claro, que aqui no Blog Nerd Maldito, tinha que ter algumas opções!

A história tem uma introdução com a narração "Neve no pelo, negro como a noite. Um amigo se aproxima, ali adiante", creditada a alguém chamado de "Um observador nas sombras", e se passando na Véspera de Natal. Isso dá a entender que uma criatura se aproxima da casa onde mora o tão temido bebê com poderes diabólicos e você é a nova babá.
Muito provavelmente se referindo ao Krampus, uma entidade antiga que é um tipo de demônio do natal que ia castigar as crianças antes de São Nicolau chegar, e que em alguns países ainda se tem a tradição dele aparecer primeiro pra assustar as crianças, e só depois vir o bom velhinho. E obviamente, em um jogo de terror de natal, é mais fácil estar ligado a uma entidade como o Krampus do que qualquer outra coisa que gere um feliz natal e um próspero ano novo.
 
A jogabilidade é super simples, e assim como o jogo de terror de natal, Jack in the Dark, tem uma temática infantil, mas você não é uma criança aqui. Você é a babá, os pais da criança saíram e você precisa cuidar dela, fazendo coisas básicas. Alimentar, trocar as fraldas, colocar para dormir, entreter ela. Além de também ter que dar um jeito na casa, como colocar enfeites natalinos na árvore de natal. O problema é que tem algo acontecendo acontecendo no lugar, com o bebê desaparecendo, coisas mudando de lugar, e até mesmo distorção da realidade.
Esse não é um jogo de horror pesadão para morrer de medo, mas algo moderado, que pode dar uma agonia e até sustos com aparições repentinas, mas não é algo do tipo Poppy Playtime, que vai aparecer renas de natal do mal te perseguindo pela casa enquanto você se esconde. Mas sim coisas do tipo, um sótão com um pacote de presente de natal misterioso ao fundo e uma música tensa. Se quiser algo mais tenso com temática natalina, talvez Snowy Secrets se encaixe melhor.
Também não dá pra dizer que o nenê não é adorável em certas partes. Pois se ele tem uma cara de capeta muitas vezes, te acompanhando com os olhos e dando um sorriso maléfico, em outras ele se dá mal e começa a chorar, e aí é não dá pra não achar fofo a carinha pedindo pra você arrumar as coisas, hahaha. Isso sem contar que tem algumas coisas naturalmente hilárias, como os biscoitos de natal que você tá comendo e um deles tem o formato do bebê amarelo, e ao tentar pegar, ele se levanta e sai correndo.
O visual é maravilhoso e o nível de otimização é de bater palmas. Joguei ele na live do Nerd Maldito, e a coisa foi maravilhosamente lisa, sendo que pra quem não sabe, rodar algo em live faz o PC pesar ao extremo. Uma amostra da boa otimização desse jogo indie foi que na mesma live joguei outro jogo de horror natalino, o I Caught Santa Claus, que você tem que tirar uma foto de Papai Noel, e meu PC quase explodiu até eu tirar a foto.

Isso só fica mais evidente com a beleza visual do jogo, que é todo elegante, apresentando uma quantidade enorme de itens para interagir, indo desde pegar várias empadas e tacar para todo lado, até conseguir achar as "almas aprisionadas pelo bebê", que são pequenas estatuetas luminosas de gatinhos, que estão espalhadas pela casa. Tudo em meio a luzes de natal e muitos enfeites.
Esse jogo pode ser bastante rápido se você sair correndo, mas existem muitos segredos para serem observados, indo desde os textos variados de obras espalhadas pela casa, até um toca fitas que pode ser bastante esclarecedor sobre o que está rolando. Aliás, está todo traduzido para português, o que é de bater palmas para um indie. Cada livro do lugar está em nossa língua. Mas dá pra ir direto ao ponto, só fazendo uma missão atrás da outra, que são coisas como "Cozinhe o peru de natal", mas não recomendo.

Enfim, tá aí um jogo muito agradável pra passar o tempo nas festas de fim de ano. É tanto um jogo eletrônico de computador, quanto um jogo de celular, portanto todo mundo pode se divertir. Não saiu na Steam, mas dá pra baixar diretamente via DRM-Free, o que certamente o ajuda a ser tão absurdamente leve. Você pode fazer o download de The Baby In Yellow Christmas Chapter aqui.

Postar um comentário

0 Comentários