Preços da Steam subiram em até 1003% após Winter Sales 2022 no Brasil

A Steam é a plataforma que mais falo aqui no Blog Nerd Maldito, e também a mais popular entre gamers, que aproveitam ela das mais variadas maneiras, indo desde jogos grátis como Stumble Guys, Lost Ark, Multiversus ou The Sims 4, até jogos pagos badalados como Cuphead, FIFA 22 e Project Zomboid, ou mesmo pessoas que só querem aproveitar de mods da própria comunidade, como os servidores de GTA 5 da FiveM. E a plataforma da Valve ficou conhecida pelos descontos monstros, o que chocou muitos PC gamers no começo de 2023 quando centenas de jogos de computador subiram de preço, indo de valores discretos, até o extremo de exagerados 1003% de aumento!

Todos vocês devem saber que antigamente a pirataria comia solta no Brasil e em boa parte do mundo. E a ideia de pegar o seu dinheiro e pagar por algo que você não vai receber uma capinha e um CD físico, parecia ridícula para muitos usuários de jogos de PC. Isso até que a Valve teve uma ideia genial. Ela percebeu que era melhor receber menos, mas receber algum dinheiro, do que receberem ZERO DÓLARES e ainda assim as pessoas que pagariam, jogarem por conta da pirataria. Dessa forma, passou a adaptar os preços.

Cada preço de games da Steam, era adaptado para a realidade local. Não fazia sentido um jogo custar quase um salário mínimo de um lugar, era óbvio que essas pessoas não iriam pagar. Mas se elas ficassem acostumadas a sentir o conforto de ter produtos originais, iriam ver como vale a pena pagar. Muito provavelmente se sucessos como Elden Ring e Call of Duty: Modern Warfare 2 tivessem sido lançados em 2011, seus valores seriam bem mais atraentes.

A nível de comparação, Grand Theft Auto V foi lançado em janeiro de 2015 pra PC por R$99,99, Usando uma calculadora de correção de inflação, em janeiro de 2023, isso ficaria  R$207,97, que se as coisas fossem como antigamente, seria ajustado para R$199. No entanto, você consegue imaginar um Triplo A lançado a esse preços? Meio difícil, né? É só ver o papelão que foi Babylon's Fall, que o CEO chegou a se desculpar pelo destino desse jogo caríssimo.

Os preços adaptados para cada país na Steam
O negócio é que apesar de muita gente nunca gastar um centavo e só pegar o que sair na lista de jogos grátis, ou jogar obras gratuitas como Garten of Ban Ban, SCP: Labrat e Subway Surfers de Terror, as pessoas de fato se acostumaram e as empresas foram subindo de pouquinho em pouquinho, e como as pessoas viram o conforto da plataforma, foram se acostumando. Mas isso não quer dizer que a Valve estivesse fazendo isso. O controle final é das próprias empresas. A Valve sempre apenas sugeriu valores. Ela criou uma tabela que mostrava o preço adequado para a realidade daquele país.

No entanto, o que inicialmente fez a plataforma popularizar games de computador por todo o mundo, acabou começando a enfrentar um problema. As pessoas notaram que não tinha trava regional na coisa, quando rolava isso, era o jogo que não era disponível na região mesmo. Por exemplo, Bully não tinha no Brasil antes porque foi proibido em nosso país por um tempo. E aí a galera às vezes usava pra comprar ou procurar obras que não achavam, tipo aquela trilogia de jogos esquecidos da Bruxa de Blair ao estil o Resident Evil.
 
Obviamente não demorou para perceberem a questão dos preços diferentes nisso e começaram a mudar o país em que compravam. Locais como a Rússia, Turquia e Argentina eram os favoritos, pois as moedas de lá eram tão desvalorizadas, que ninguém iria comprar se os jogos fugissem da realidade. E os preços ficavam ridículos para outros países.
Inclusive quando citei como a Argentina se deu bem na matéria sobre High On Life ter sido lançado sem nem legendas em português, foi graças a isso. Eles lançaram o jogo dublado em espanhol latino americano, que permitia aos argentinos aproveitarem as vozes dos personagens, e essa desvalorização da moeda, os permitiu pagar apenas R$ 20,19, enquanto nós tivemos que pagar R$ 109,99. E claro que MUITA gente iria preferir pagar apenas vinte contos, né?

O resultado, foi que pessoas do mundo inteiro passaram a usar VPN pra comprar nas regiões onde fosse mais barato, e depois trocavam de país pra jogar. É como se tivessem feito uma viagem para esses países, aproveitado os preços locais e depois retornassem para o Brasil, com os games de PC em suas contas.

Por bastante tempo a Valve não fez nada em relação a isso, e o prejuízo ficava especialmente quando pessoas dos Estados Unidos, países europeus e Japão resolviam entrar na brincadeira. Afinal de contas um americano tinha que pagar R$ 317,34 em High On Life, então olha o tanto de grana que a desenvolvedora deixaria de ganhar se ele resolvesse mudar de país via VPN.

Soluções drásticas e ira dos jogadores
Primeiro em 2020, a Valve fez algo que deixou muitas pessoas revoltadas por terem que começar a pagar os preços locais. Ela atualizou o contrato de usuário para que quem fosse comprar jogos da Steam, se sentisse intimidado se fosse tentar se aproveitar dos preços de países menos afortunados. E assim colocou isso:

"Você concorda que não usará proxy IP ou outros métodos para disfarçar o local de sua residência, seja para contornar restrições geográficas no conteúdo do jogo, para comprar a preços não aplicáveis à sua região geográfica ou para qualquer outro propósito. Se você fizer isso, a Valve poderá encerrar seu acesso à sua conta."

E até que deu certo para alguns, que começaram a temer por perder sua conta inteira. As desenvolvedoras maiores já se sentiram confortáveis ao lançar seus jogos com preços mais caros. Alguns começaram a fazer conversão direta pra todos os locais, e foi aí que começamos a pagar o mesmo que europeus. Jogos indie, por outro lado, não poderiam se dar esse luxo, e sem saber a realidade de cada país, seguiam a tabelinha que a Valve fornece ao publicar um jogo e aí escolhiam valores adequados.

Mas como eu disse, a inflação faz as coisas mudarem, e o dólar com certeza faz as coisas mudarem. Até 2014 o dólar ficava na casa dos R$2, depois disso foi subindo, subindo, subindo... E em 2022, a casa dos R$5 era o mais comum. Então como é que dá pra manter o preço de uma coisa que mais que duplicou de valor? Grandes empresas notaram que as pessoas continuariam pagando e por isso subiram sozinhas, mas não quer dizer que os indies tinham que sofrer pra sempre.

E com o problema do povo mudando de região, quem mais sofriam eram os indies, já que a coisa ficaria mais barata do que o normal, enquanto empresas grandes já aplicavam seus preços caros por lá também, parecendo até jogo de console, por isso os R$349 de God of War Ragnarok no Playstation 5 pareceram normais pra muita gente. Da mesma forma que os jogos caríssimos de Nintendo Switch.
 
O resultado foi no fim de 2022 a Valve apresentar uma nova tabela sugestiva de preços. Mas a mudança não aconteceu de imediata para a maioria, pois para evitar descontos falsos, quando uma desenvolvedora muda o preço de seu jogo, ela tem que esperar 30 dias pra aplicar uma promoção, e iriam perder a Steam Winter Sales.

Um triste fim da Steam Winter Sales

Quem mais se lascou nessas não foram os países mais ricos, mas sim os mais pobres. Para evitar que pessoas mudassem de região, a Valve decidiu fazer os locais mais pobres não valerem tanto o risco na hora de o dono de uma conta decidir usar um VPN. Afinal quando o preço vai ficar mais de 10x mais baratos, essas pessoas sabiam que sua conta não valia tanto assim, mas quando era um preço equivalente ao que pagariam, será que valeria mesmo arriscar perder essa conta?

A porcentagem variava dependendo do preço de cada jogo. Essa tabela aí embaixo é o exemplo de jogos que custavam 99 centavos. No Brasil o aumento foi de 52%. No entanto, dependendo do preço sugerido, poderia chegar a 65% de aumento! No entanto os hermanos foram os que mais comeram o pão que o Diabo amassou, pois lá, nesse exemplo de 99 centavos de dólar, o aumento é de 424% e 486%!!! Podendo chegar a 536% em jogos que custem $29.99 dólares. Ou seja... O que antes custava 329,99 pesos argentinos (R$11,32) passou a custar 2100,00 pesos argentinos (R$72,04). Uma subida absurda pra eles, mas ainda assim muito mais barato que no Brasil, visto que 30 dólares dava R$159 aqui.

 Aumentos abusivos vieram com tudo!

Após o fim da Steam Winter Sales, os desenvolvedores não tinham mais que se preocupar de ter os preços de seus jogos bloqueados para promoção por 30 dias e imediatamente centenas de empresas começaram a aplicar os novos jogos sugeridos. Boa parte da forma exata como a Steam estipulou, colocando a porcentagem adequada para o público local, mas muitos aproveitaram pra ir além.

Aumentos de 50%, 100% e 200% iam além do recomendado, mas foram muito comuns, porém o recordista foi o jogo Smash, que a câmera vai se movendo e você vai atirando em objetos. Com sua simplicidade ele tinha o preço que esse tipo de jogo costuma  ter, sendo apenas R$ 3,49, no entanto o fim da Steam Winter Sales fez o seu criador aplicar um aumento de cabulosos 1003% ! Indo para R$ 38,49!

Porém o que deixou muitos gamers revoltados, foram empresas grandes que já tinham preços altos, aumentarem ainda mais. Especialmente os jogos mais velhos, que já pagaram seu desenvolvimento e que a tendência é cair de preço com o passar dos anos. Mortal Kombat 11 foi um dos mais citados. Ele foi lançado em 2019 por R$199,99. No ano seguinte o seu preço diminuiu para 159,99, mas com a nova tabela, a  Warner Bros. Games decidiu aumentar também, mas não para o preço inicial, ela fez ele ficar mais caro que o lançamento, indo para R$ 229,99! 44% a mais do que o preço que estava!

Enfim, a coisa variou muito, servindo tanto para indies quanto para empresas de grande porte. Muitas obras famosas se mantiveram com o valor original, como o brasileiríssimo 171 e Stray. Mas isso deixou a porta aberta para mudanças, seja no PC, seja no Steam Deck. Alguns acham ok a atitude, outros falam que vão pra outras plataformas jogar jogos grátis como Battle.net pra jogar Hearthstone ou a Epic Games Store com Fall Guys. E tem também os que estão contentes com os jogos mensais da Amazon Prime Gaming. E você? Achou normal?Adequado? Se revoltou? Ou tá preparando o Driver Booster pra jogar um Sifu? Hahaha. Confira mais coisas interessantes no Blog Nerd Maldito.

Postar um comentário

0 Comentários