Slender Man Pesadelo Sem Rosto | Um filme fora de seu tempo

Em 2012 teve o estouro da lenda do Slenderman, que foi uma verdadeira bola de neve, sendo o grande empurrão para a era das creepypastas e fazendo muita gente ganhar rios de dinheiros com materiais relacionados. Obviamente um estouro assim não podia dar em outra e chamar a atenção de Hollywood. O problema é que algo nascido na internet pode ser realmente complicado de se conseguir direitos e fazer uma adaptação, e assim o filme só saiu seis anos depois, quando ninguém estava mais nem aí.

A história apresenta um grupo de amigas que acaba descobrindo um vídeo supostamente amaldiçoado que ronda a internet e resolvem dar uma conferida apenas para matar o tédio. Inicialmente parece apenas mais uma besteira, no entanto à partir do segundo dia, uma delas some e logo coisas cada vez mais estranhas passam a acontecer.

Embora tenha se popularizado em 2012, Slenderman já existia desde 2009 na internet, mas só teve o estouro três anos depois graças ao jogo Slender. Esse gerou uma febre e deu espaço a outras creepypastas, além de dar origem a subjogos como Slendytubes e Slender Micro. Também abriu espaço para obras filmadas como a série Marble Hornets.

Apesar dessas várias obras moldarem e deixarem robusta a mitologia do Slender Man, foi uma complicação os direitos autorais da coisa e muito pouco saiu daí na época certa. Que eu lembre só o Slender The Arrival, e o resto virou lenda "Vai sair o filme", "Vai sair a série...", e o tempo foi passando, surgiram algumas faíscas de esperança como a promessa de uma adaptação na série Channel Zero, mas realmente só se pôde ver algo concreto em 2018 quando ninguém mais falava.

Então ele automaticamente se tornou um daqueles filmes tipo Olhos Famintos 3, que você fala pra alguém e a pessoa diz "Ah, lançou é? Eita, tenho que assistir!", mas o público em geral simplesmente não ficou sabendo. Talvez pelas promessas sem parar de que haveria uma adaptação, talvez porque a empolgação passou mesmo.

Mas sem sombra de dúvidas não foi um filme que me causou empolgação e sim curiosidade, afinal de contas convenhamos, o que você espera quando se diz que vai sair um filme de um monstrão? Eu só espero uma coisa... Um monte de jovens gritando loucamente enquanto uma chacina é feita e um a um vai morrendo. E adivinha só? Não estava errado, foi exatamente o que eu esperava, portanto sem decepção.

A verdade é que os criadores até tentam fazer uma coisa aqui e ali, mas é um filme vazio. Não tem nada demais, é fácil começar a esquecer a história assim que você termina de assistir. A sensação é que tentaram fazer um filme psicológico, sobre loucura, mas que acabou não tendo muita profundidade, além de copiarem elementos de O Chamado que chega a ser meio constrangedor de se ver.

Não chega também a ser um filme horrível que te deixa louco pra terminar, mas é um daqueles filmes que passa a sensação de que os criadores queriam desenvolver algo, mas acaba e nada vai pra frente. Fica aquela sensação de não ter clímax. E olha que dá pra fazer obras paradas que conseguem ser intrigantes, mas você não sente curiosidade, não sente aflição, nem medo.

Se tem algo que posso realmente elogiar, é a fotografia, Nisso eles acertaram em cheio, ficou realmente bonito. Em vários momentos parece ser um filme de grande orçamento, com a captura sendo feita em ângulos estilosos e passando uma boa atmosfera. O problema mesmo é que um filme não vive puramente de imagem né? E portanto mesmo achando bacana, não consegue colar muito.

Enfim, como é um elemento fortíssimo da cultura pop, recomendo assistir, no entanto é um filme pra um momento certo. Aquelas noites que não tem nada pra fazer pode ser perfeita. Especialmente se você tiver amigos para passar o tempo. Não é o filme que vai te fazer rir da tosqueira, porque ele não é tosco, mas que pode gerar um entretenimento breve.

Comentários