sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O mistério da pegadinha que deu errado

Existem algumas coisas na internet que simplesmente se tornam populares demais, todo mundo já viu e até mesmo quem ainda nem nasceu vai ver um dia, no entanto certas coisas faz com que nós só vejamos, e depois acabamos não falando sobre o assunto. E esses dias me bateu a curiosidade sobre a "Pegadinha que deu errado", um vídeo clássico que não tenho nem ideia de quando vi, acho que foi na época em que o youtube nem ao menos existia e se via vídeos através de CD's que os amigos passavam cheio de vídeos interessantes.

Eu duvido que alguém não tenha conferido ainda, mas caso por algum milagre, alguma alma não conheça a pegadinha, ela apresenta um homem escondido dentro de uma caixa de correios e as pessoas tentando colocar as cartas dentro, porém ela sendo jogada pra fora, tudo com uma musiquinha animada e muita risada, até que um homem vai colocar e espia pra ver se tem alguém dentro, ao conferir, retira uma arma e dispara vários tiros contra a caixa.

Nem preciso dizer que é um vídeo um tanto chocante, especialmente porque o público que assiste pegadinhas ta em clima de risada, e quando acontece uma reviravolta tão repentina, o normal é ficar surpreso e pensativo imediatamente, o impacto do vídeo é muito forte. Normalmente a pessoa passa o vídeo para os amigos, daí falam "Nossa... Isso foi cabuloso!" e depois vão fazer outra coisa, não se comenta sobre o assunto.

Mas bom, como falei, eu estava pensativo sobre isso esses dias, afinal fazia tanto tempo que eu tinha visto, e tem algumas coisas que depois de um tempo acabamos questionando, e esse é o tipo de vídeo estranho demais. Afinal de contas, se era uma pegadinha, provavelmente foi gravado por uma emissora de TV, visto que é um vídeo com cara de anos 90, onde não tinha internet popular como hoje e canais de vídeos com pessoas comuns fazendo esse tipo de coisa. Se era um vídeo para a TV, por que diabos ele foi divulgado se acabou em tragédia? Então ao pensar um pouco mais sobre isso, de repente pareceu tudo muito estranho.

Fui dar uma pesquisada e as informações na internet foram que isso foi feito por uma companhia da Argentina chamada Ogilvy & Mather, e que era uma campanha publicitária, logo pensei "De que? É uma campanha anti-pegadinha para as pessoas saberem que uma hora pode acabar mal?", mas não vi nada, o próprio site da empresa não funcionou, vi também a informação sobre o vídeo ter ganho um prêmio em 2001 no London International Advertising Awards, mas não achei nada também...

Resolvi dar uma vasculhada e achei versões do vídeo, logo em comentários do youtube vi que ele tinha sido editado, e que a versão final na verdade mostra que é um comercial. Finalmente depois de uma procura, eu acabei achando uma versão de 1:01 minutos e que pelo jeito era a completa, cheguei a postar aqui quando escrevi a matéria, mas infelizmente tiraram a bagaceira do ar >__<.
No final dessa versão aparece a mensagem "Nós sabemos que você não gosta de surpresas." e então o nome de uma empresa "Type & Magic", que segundo a descrição do vídeo é de designers gráficos. Como as escritas aparecem em inglês e não em espanhol, o papo de empresa da Argentina parece mais vago ainda. Mas e vocês, o que acham? Eu acredito que seja falso mesmo, mas mesmo não sendo verdadeiro é bem esquisito um comercial assim, não acham? Imagine isso na TV? É chocante pra cacete, só que pode ser um daqueles casos de comerciais bizarros que na época o povo não percebe o quanto é sinistro o negócio e só deixam passar. Enfim, confiram a versão mais popular na internet:

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Pressured - Um jogo que te deixará desesperado

Acho que a matemática está me perseguindo, isso porque é o segundo jogo que testo em menos de duas semanas e que tem como elemento básico, a matemática. O primeiro foi The Counting Kingdom, que te coloca como um mago que tem que calcular perfeitamente as suas magias para poder acertar os inimigos, e agora vou falar sobre um outro que não se concentra tanto no universo apresentado, mas que igualmente é preciso usar matemática para se passar de níveis.

Esse é um jogo do gênero quebra-cabeças, portanto não existe história, ele vai direto ao ponto e assim se torna atraente para o público casual, completamente fácil de se dominar a mecânica apresentada, assim como muito fácil de perder, incentivando bastante a pessoa a tentar várias vezes para conseguir uma pontuação maior. Mesmo assim, o jogo é do tipo casual que acaba sendo direcionado ao público hardcore, por não ser nada fácil de se passar de seus níveis, assustando assim aqueles jogadores que precisam de mais tempo para raciocinar sobre o que está acontecendo.

Ao contrário do outro jogo já citado, em Pressured as coisas não são calmas e paradas, além de que você também não tem muito tempo para pensar. A jogabilidade te apresenta um número em um nível, e várias telas, essas telas vão mostrando números aleatórios que aparecem e somem logo depois, tudo o que você precisa fazer é clicar em um número, depois em outro e assim ir somando até atingir o número do nível. Fácil, não? O problema é a barra de pressão, ela começa a subir e você precisa terminar o nível antes que atinja o topo, você diminui um pouco dela quando adiciona mais um número, porém se você passar do número final, perde o jogo, se a barra atingir o nível máximo, você perde o jogo, se você não conseguir ser rápido o suficiente para clicar nos números antes deles sumirem, você perde o jogo.

Já deu para notar que esse é o jogo que realmente tem uma adrenalina imensa, não é mesmo? Então acaba sendo o tipo de experiência que para alguns é emocionante, viciante e que incentiva muito a pessoa a jogar de novo e de novo até conseguir uma pontuação maior. Por outro lado é aquele tipo de jogo que assusta muitos jogadores e os deixa bem frustrados com a dificuldade apresentada.

Enfim, fica aí a dica, se você estiver procurando por um jogo que afie sua mente e te faça começar a ter pensamentos mais rápidos, esse pode ser uma ótima opção. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do estúdio que desenvolveu.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Dispossessed - Pra quem morre de medo de bonecas

É normal ver pessoas que tem medo de bonecas, acredito que muito provavelmente em grandes partes das vezes isso tem algo a ver com inconscientemente relacionar a figura humana a aquela coisa inanimada e que todos sabem que não contém uma alma. Juntando isso às inúmeras histórias bizarras de bonequinhas que se tem por aí, pode dar verdadeiras asas à imaginação de uma pessoa e causar aquele baita desconforto. Afinal de contas imagine você indo até a cozinha de madrugada e quando passa pela sala, está lá aquela boneca sentadinha com aquele profundo olhar direto pra você.

Isso sem contar que tem algumas empresas que parecem estar até de brincadeira de tão bizarras que são as bonecas. Lembro que quando minha priminha era mais nova, ela tinha uma boneca de salão de beleza, que só tinha a cabeça e um braço estirado para que a criança pudesse pintar a unha, mas caracas aquilo era bizarro demais, simplesmente um verdadeiro pesadelo uahahahah.

E no curta metragem de 2013 chamado Dispossessed, é exatamente esse o tema abordado, as simpáticas bonequinhas macabras que tanto amamos. O curta até que tem algumas falas, porém são coisas secundárias em uma conversa telefônica rápida, por isso ninguém que não saiba inglês não precisa se preocupar em não compreender.

Eu achei algumas técnicas usadas bem interessantes e fiquei imaginando como fizeram algumas coisas, como um momento em que aparece um laço indo até uma cadeira e sendo amarrado. Em geral, apesar de eu não ter achado exatamente assustador ou tenso, mas apenas macabro, ficou um belo de um conto de terror para se passar o tempo, confiram:

Dá uma ajuda compartilhando? =)

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Sky Nations - Um jogo que te dá muita liberdade!

Não vamos enrolar, então SIM, esse jogo parece Minecraft, porém esse é daqueles jogos que tem uma essência própria e se esforçaram para fazer algo diferente, e não apenas resolveram aplicar uma ideia já usada, mas sim evoluíram um elemento existente e colocaram em uma fórmula bem interessante, o que é admirável e até mesmo algo que incentivo, já que muita gente pensa que não se pode ter jogos semelhantes, só que se você olhar, a maioria das fórmulas que temos hoje em dia, estão presentes em jogos anteriores, isso se chama evolução, não cópia. Obviamente não quer dizer que seja do agrado de todos, mas essa já é outra questão.

Não existe história no jogo, ele é do tipo que vai direto para a jogabilidade, portanto aqui você é colocado em ambientes aleatórios sozinho ou com amigos, e a partir daí deve decidir o que fazer, é você que inventa como deve jogar, e esse é um dos elementos mais gostosos, embora acabe pecando em não satisfazer os mais fervorosos fãs de boas histórias, só que não dá para massacrar só pela ausência desse elemento, pois jogos existem aos montes e dedicados aos mais diversos tipos de públicos, e esse é um dos jogos que se dedica a jogabilidade.

O mundo onde você fica, não é na terra, mas sim no céu! O jogo se passa em ilhas voadoras e isso é fantástico, inicialmente você é colocado em uma estação aérea a cima das nuvens, e o que deve fazer é construir a sua nave, que na verdade a maioria parece mais com barcos voadores. É incrível demais você colocar um grupo de cubos, por um leme, adicionar um motor, e então subir e já sair dirigindo, essa ideia ficou incrível!

A principio pode se pensar em um jogo de guerra, naves feitas para combate, equipadas com vários canhões e jogadores fervorosos para invadirem outros navios. Daí você já se imagina em um navio pirata, vagando por aí com um grupo de amigos no multiplayer e prontos para a ação, atacando qualquer azarado que passe em sua frente, saltando no navio dele e saqueando tudo. Um combate entre jogadores leva imediatamente a pensar em certas táticas, como por exemplo localizar onde está o capitão, destruir o bloco em baixo dele e fazer com que caia no céu e seu navio simplesmente pare de andar, e os membros do navio tenham que se esforçar para rapidamente arrumar o problema. Ou mesmo o contrário, uma embarcação inimiga te atacando, com vários jogadores entrando em seu navio, e balas de canhão destroçando tudo e tentando localizar o capitão para abrir um rombo na cabine.

Só que pensar em apenas combate em Sky Nations é pensar pequeno, você pode fazer não apenas navios enormes, pode fazer pequenas naves, estações inteiras voadores, e explorar o mundo. É você que adapta o tipo de veículo que vai construir, por exemplo, por que não criar uma nave de mineração? Equipar ela especialmente para extrair recursos, entrando em rochas e destruindo montes de blocos de uma só vez, uma nave assim já estaria até mesmo naturalmente protegida contra piratas, já que você poderia fazer um rombo em seus navios.

Está presente o elemento de se forjar objetos, então aqui você pode juntar certas peças para formar novas, o que permite também criar navios únicos e vagar por aí com vantagens em relação a outros, como por exemplo um navio com radar. Imagine você criar uma pequena nave de exploração, feita exclusivamente para localizar recursos, equipada da forma adequada para isso e com muitos motores para passar rapidamente.

O mundo do jogo é bem fantástico, cheio de estações espaciais e pontos para "Saltar", é bem emocionante você entrar em um ponto de salto com um amigo, e ver a mensagem pedindo para que você estacione, e depois vê a nave brilhando e a mensagem "Preparando para saltar" e então você é enviado para uma estação em um outro lugar, com acesso a ilhar voadoras nos formatos mais incríveis.

Enfim, é isso, o jogo aplicou uma ideia muito boa, mas eu recomendo que você chame amigos para jogar junto, já que não encontrei tantas pessoas em seus servidores, mas é um jogo que pode dar uma maravilhosa experiência multiplayer. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Lista de jogos brasileiros no Steam Greenlight

Houve uma época em que jogos no Brasil era o tipo de loucura que somente as pessoas mais tolas ou mais corajosas resolviam se arriscar. Isso porque a dificuldade era tanta, que a pessoa realmente tinha que ter dinheiro para criar o próprio jogo. Sendo assim, ou você dependia de uma grande empresa e tinha a sorte dela liberar uma baita verba para você ter os recursos necessários, ou começava a tentar fazer algo do zero, sem nada pra facilitar, o que no fim das coisas costumava dar jogos completamente meia boca. Para finalizar, no fim os próprios brasileiros surtavam descendo o cacete no trabalho, e exigindo que os jogos fossem no mesmo nível dos exclusivos da SONY, além é claro da típica choradeira brasileira. No fim das contas a maioria das pessoas simplesmente desistia e investia em alguma coisa mais lucrativa para se viver no país, ou vivia uma vida completamente underground com uma profissão nada sólida onde teria que ficar se preocupando sempre se os clientes iriam acabar.

Felizmente os tempos mudaram e as coisas ficaram bem mais suaves, com máquinas mais potentes, empresas lançando engines(os programas usados para fazer jogos) gratuitas, e os tutoriais em português, a vida ficou muito mais fácil, e até mesmo quem não sabe absolutamente nada de programação, conseguiu realizar o sonho de criar o próprio jogo. Certamente se voltássemos a 2010, as pessoas iriam ficar completamente impressionadas ao verem hoje em dia crianças brasileiras fazendo seus próprios jogos e aprendendo apenas olhando vídeos do youtube.

E para melhorar ainda mais, uma das ferramentas que desenvolvedores nacionais constam é o Steam Greenlight, permitindo assim que qualquer pessoa tenha uma grande chance de ter o seu jogo a venda internacionalmente de maneira fácil, dependendo apenas de seu talento, já que se votarem pessoas suficientes, o jogo passa a ser vendido na steam. Então decidi criar essa postagem para dar uma ajuda. Aqui vou colocar uma lista de jogos brasileiros que estão no greenlight, vamos apoiar o mercado nacional galera! Se essas empresas conseguirem lançar seus jogos e venderem, só ajudará a saírem mais jogos com qualidade maior (já que terão mais verba e público), e será mais um empurrão para algo que tanto amamos se tornar cada vez melhor em nosso país. Aqui está a lista:


Se você conhece mais algum jogo brasileiro que está no greenlight avise para eu atualizar, eu vou sempre por novos aqui e retirar os já aprovados ou retirados do greenlight. Quem se interessar pode ver também a lista de jogos feitos no Brasil. E se você tem interesse em aprender a criar seu jogo mesmo sem saber absolutamente nada, clique aqui para ver como é fácil.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

LogiGun - Um jogo para quem ama resolver puzzles!

Todo mundo sabe que Portal foi um jogo bastante revolucionário e que realmente surpreendeu a muitos quando chegou com uma proposta bem diferente e divertida, fazendo com que uma legião de fãs surgisse. Mas aquele jogo foi além, e acabou popularizando bastante o gênero, fazendo com que muitos jogos recebessem asas para um público que queria mais! E com LogiGun você acaba sentindo algo bem semelhante, um jogo que se passa em câmaras e oferece quebra cabeças muito desafiadores e divertidos de serem resolvidos graças a sua mecânica que permite possibilidades incríveis com uma arma que te faz ter vontade de experimentar usá-la no mundo real.

A história é daquelas que é apresentada de forma direta enquanto o jogador está conhecendo as coisas, portanto não existe uma introdução, você é colocado do nada em uma câmara onde instruções são dadas e começa a seguir, se nota que tratam-se de laboratórios com diversas coisas tecnológicas que precisa se fazer certas coisas para ter acesso às áreas. Logo começa a aparecer uma segunda pessoa misteriosa, que parece surpresa com a sua presença e que demonstra não saber quem é você e nem como foi parar onde está. E é assim que a história vai sendo construída, aos poucos as informações vão sendo passadas de forma indireta.

A jogabilidade é baseada em quebra cabeças, a cada câmara você tem um objetivo e precisa alcançá-lo, mas para isso precisa resolver como chegar até lá. Inicialmente você tem apenas a personagem, que pode andar e pular por aí, interagindo com botões, mas logo consegue uma arma que inicialmente solta raios capaz de ativar dispositivos, mas então novas funções começam a surgir... Funções capazes de gerar puzzles inteligentes, como soltar uma corda em um tipo de caixa e ser puxado até ela, ou o contrário, puxar a caixa até vocês, campos laser onde certas caixas não passam, e até mesmo elementos envolvendo a gravidade.

Cada fase se passa em uma câmera, e realmente acho que muita gente acaba lembrando de portal, isso porque elementos como você controlar uma personagem que fica calada, uma pessoa aparecer constantemente para fazer comentários, haver uma série de mecanismos nas câmaras, e você ainda ter uma arma especial capaz de fazer coisas inacreditáveis, é o suficiente para assimilar as duas obras. Além disso os quebra cabeças são um tanto inteligentes, e é normal você chegar até um ponto e perceber que aquilo que você calculou foi bem errado e terá que recomeçar a partir de um ponto.

Graficamente o jogo é bem simples, ele é 2D e apesar da personagem se mover completamente, com braços e pernas, transmite um pouco aquela sensação de jogo em flash, pois parece que os membros da personagem foram feitos separadamente e se movem de uma maneira um tanto estranha como se estivessem soltos, dando aquela sensação de que ela vai despedaçar a qualquer momento, especialmente quando a personagem dá saltos, eu senti como se ela estivesse um pouco deslocada demais do cenário e a qualquer momento fosse cair no chão e atravessar, ou bugar e entrar em uma parede. Apesar disso a quantidade de possibilidades com os elementos visuais acaba deixando esse elemento não tão agradável passar.

Enfim, se você gosta de jogos de resolução de puzzles, certamente irá amar esse, pois a quantidade de variações que colocaram na arma foi enorme, fazendo assim com que você tenha que se adaptar de inúmeras formas. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

THE PHOENIX - Um AMV extremamente empolgante

Como eu já tinha falado no AMV Running From My Heart, eu acho One Piece até legal, mas não sou um fã, porém aquele vídeo é fantástico demais. E aqui está outro, com a música THE PHOENIX da banda Fallout Boy,e eu sei que nessa hora muita gente já começa a gemer feito uma safada Ò_Ò por ser uma banda emo, mas não importa, o que importa é que a sincronia ficou muito boa sendo assim tenho que postar aqui Ò_Ò! O vídeo me foi enviado pelo leitor Matheus Barbosa, confiram:

Dá uma ajuda compartilhando? =)

quarta-feira, 30 de julho de 2014

4 maneiras de comprar coisas de sites internacionais

Uma das coisas que o povo acaba tendo uma enorme vontade de fazer, é comprar coisas baratas de sites internacionais. Infelizmente nem sempre se tem uma maneira de pagar por certos itens, e assim a pessoa só acaba desistindo ou comprando por aqui mesmo a um preço absurdamente mais caro. No entanto existem algumas maneiras de se fazer compras internacionais sem precisar de tanto esforço, então vou por aqui umas dicas.

Sites PTC para compras baratas - Esse é um método para aqueles que tem mais vontade de comprar coisas simples e baratas, de no máximo 5 dólares, mas que valem a pena, como vários sites por aí oferecem, ou mesmo apenas esses pacotes de jogos da steam de 1 dólar. Existem milhares de sites PTC's e a maioria é falso, aqueles sites onde você tem que clicar, ver uma propaganda e ganhar um dinheiro por isso, mas alguns são verdadeiros e geram realmente muito pouca grana, mas é o suficiente para se comprar mensalmente algo simples. Atualmente o único que uso é o neobux, já o uso há anos e para quem não é desesperado por dinheiro, pode tranquilamente comprar coisinhas mensalmente, quem se interessar clique aqui para conhecer.

Paypal com boleto bancário - A melhor forma de se pagar em sites internacionais, e uma coisa que nem todo mundo sabe é que o paypal não precisa de cartão de crédito para ser liberada, se você tiver uma poupança, você pode vincular sua conta a poupança, daí eles vão depositar alguns centavos nela, e em alguns dias vão perguntar a quantia que depositaram, você tem que responder corretamente. Após isso, será liberada a opção de boleto bancário no paypal e você poderá fazer suas contas apenas imprimindo e indo pagar no banco ou casa lotérica.

Cartão Internacional muito fácil - Como vocês devem saber, existe uma burocracia do cacete para se pegar cartão internacional e ainda irão cobrar taxas pra ferrar com sua vida pra sempre. Mas por algum motivo a Saraiva tem um cartão que você pega muito fácil sem precisar comprovar que tem renda, nem enviar documentos para eles. Não existe anuidade no cartão, é gratuito pra sempre mesmo, você ganha pontos quando usa o cartão, que depois pode usar pra comprar tanto no site da saraiva quanto nas linhas áreas da Tam, e ainda existe uma série de lojas que dão desconto para quem usa esse cartão. Esquisito, não? Pois é, mas é real o negócio, a única coisa que você tem que fazer é pagar em dia o que comprar, se não obviamente o seu nome vai parar no SERASA, mas se você não é uma pessoa descontrolada, e gasta o que tem, ta aí algo ótimo e fácil. Quem se interessar clique aqui.

Deal Extreme por boleto bancário - Uma das coisas que nem todo mundo sabe, é que o Deal Extreme oferece o método de pagamento boleto bancário, exclusivo para o Brasil, sendo assim você pode comprar qualquer coisa daquele site, depois apenas imprimir e ir ao banco ou casa lotérica, simples assim! Isso sem contar que o frete de todos os produtos deles são grátis e eles vendem de tudo por preços que são absurdamente mais baratos que no Brasil, se você ainda não conhece essa maravilha clique aqui.

E você? Conhece mais alguma maneira fácil de se comprar internacionalmente? Se sim, diga aí, vamos compartilhar informações! =)

Dá uma ajuda compartilhando? =)