terça-feira, 31 de março de 2015

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 5ª temporada - Episódio 16

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.
E chegamos ao último episódio da temporada que começa com o Morgan, lembram dele? Caso você não lembre, ele aparece no começo da primeira temporada, é aquele homem acolhe o Rick em sua casa e tem um filho chamado Duane, além da esposa que fica vagando na frente da casa. Uma curiosidade é que essa não é a primeira vez que Morgan aparece na quinta temporada, ele dá as caras no episódio 8, se você esperou os créditos terminarem, viu que há uma cena especial com ele.

Bom, essa cena dele com altas habilidades de artes marciais não existe, em compensação existe nos quadrinhos um especial de natal em que mostra ele e Duane vivendo suas vidas e é apresentado como é o dia a dia dos dois, mas não acontece nada demais nesse especial, é só mesmo uma amostra grátis que foi feita pra promover os quadrinhos.

Depois disso tem a cena em que Rick acorda e os amigos dele tem um papo, já nos quadrinhos, Rick não desmaia, apenas olha assustado para Michonne e pergunta o motivo, e ela diz "Precisa responder? Olha pra você!" e Rick se sente arrependido e envergonhado, a briga acaba e ele vai pra casa onde fica pensativo. Douglas (O líder do lugar) visitá-lo e conta a história de como chegou a aquele lugar, que em versão resumida seu melhor amigo trabalhava na casa branca e os guiou ali, mas ele foi perdendo o controle com suas ideias e Douglas teve que matá-lo, daí ele sai do lugar dizendo "Não me obrigue ter que te matar também por perder o controle." e pronto, acaba aí a treta, tudo se resolve.

Então vem a sequencia de Aaron, Daryl e Morgan, ela não existe, e aproveitando, a parte dos "Wolfs" também não existe, ao menos não dessa maneira, talvez seja algum dos grupos que aparecem mais pra frente nos quadrinhos, mas tudo isso de por um W na testa não se tem.

Carol não ameaça Pete com uma faca, lembrando que essa personagem já morreu na época da prisão, portanto não há isso. Por outro lado a sua reação de "Essa não é minha casa" é bem exposta nos quadrinhos também, já que seu maior medo é de perder o controle sobre seu filho e mulher, portanto a sensação de impotência dele o deixa louco.

Padre Gabriel realmente é maldito quando tenta sacanear com o grupo para que sejam expulsos, porém com sua tentativa falha nos quadrinhos, sua ação seguinte é apenas ficar chorando mesmo, nada de tentar se matar ou fazer alguém do grupo matá-lo, Sasha nem ao menos existe nos quadrinhos, então não tem as cenas de choradeira. (Embora a cena dela deitando nos corpos seja bem poética e simbólica). A sequencia de Glenn também pode ser inteiramente descartada, já que ele não arruma briga com alguém, é um personagem completamente pacífico e embora antigo no grupo, com pouco brilho, a ideia de por uma história só dele foi boa na série.

Daí tem a cena da morte de Pete, que nos quadrinhos ocorre diferente, pois está tendo o enterro de um dos personagens que morreu recentemente, e na hora Pete chega irado e diz que é tudo culpa de Rick e que sua família era boa antes dele chegar, quando tenta atacar, Regina Monroe diz que é pra ele parar e Pete passa a faca em sua garganta. Douglas fica desesperado, mas um detalhe interessante é que ele é infiel, pois assim que o grupo de Rick chega, ele vai conversar com Andrea (A loira que namorou o Governador, mas não morreu nos quadrinhos) e pergunta na cara de pau se ela não está afim de um rolo e diz que seu casamento é só de aparências e não se amam há anos, mas Andrea cai fora e diz que não quer. Mesmo assim ele entra em desespero com a morte de Regina e pede para que Rick mate Peter.

A forma em que Rick reencontra Morgan é diferente, ele, Abraham e Carl voltam a Cynthiana pra ir até a delegacia e vasculhar a delegacia, mas pra surpresa de Rick, ele recebe uma pá na cabeça, exatamente como na vez em que ele conhece Morgan,  só que dessa vez ao invés de ser Duane que mete a pá, é o próprio Morgan e ele não está nem um pouquinho estiloso e calmo como na série, o cara tá muito louco e com um cabelo de dreads radicais.

Agora uma coisa curiosa, existe um final alternativo nos quadrinhos! Mas ele foi feito mesmo para brincar e não para ser um tipo de final oficial. Na edição 75 em que Rick toma a cacetada na cabeça, ele pergunta o motivo, existe o mesmo diálogo com a Michonne, mas antes que ele possa se lamentar, há um brilho misterioso e Rick desaparece na frente de todo mundo. Ele acorda novamente igual na primeira edição, no hospital e quando sai, acha uma roupa de super herói estilosa que ele acaba vestindo. Ao ir pra fora do lugar, está tendo um ataque alienígenas e ele chega bem na hora que Glenn tá sendo devorado por um zumbi, logo ele encontra Tyreese, Ramirez (Capanga do Governador que Rick atropelou, Axel (Um dos presos que o grupo achou na prisão e na HQ virou um baita de um personagem foda, mas morreu também) e Michonne, que logo lhe dá um resumo do que aconteceu:
Depois disso a cabeça de Michonne é destroçada, pois o Governador usa sua garra de metal que tem no lugar de um dos braços pra fazer isso e explica que se juntou aos alienígenas e diz "Até a Lori aqui concorda que essa é uma guerra perdida, junte-se a nós ou morra!" e tá a Lori em baixo chorando, vestida na maior roupinha de safada e abraçando uma das pernas do Governador, kkkkkkk, é muito trash, mas foi um final feito só pra tirar sarro. Mas e aí, o que acharam do final de temporada?


Dá uma ajuda compartilhando? =)

Reversi - Um charmoso jogo para jogar com amigos

Reversi é um jogo que embora seja muito familiar para várias pessoas, não é tão antigo quanto outros jogos populares, ele nasceu durante o século XIX na Inglaterra e se tornou popular com a comercialização dele no ano de 1880 por dois londrinos, Lewis Waterman e John W. Mollett, e que através das décadas foi ganhando várias regras modificadas e versões próprias, como por exemplo a versão japonesa Othello. E hoje vou falar sobre a versão virtual feita pela desenvolvedora BlueLine Games e lançada na steam.

Obviamente não tem um modo história, já que se trata de um jogo abstrato com peças pretas e peças brancas, portanto o foco aqui é completamente na jogabilidade e o que se tem a fazer é escolher se você vai jogar sozinho ou não, é o tipo de título perfeito para todos os momentos em que se quer apenas relaxar um pouco, algo sem compromisso e feito para partidas rápidas.

As regras são bastante simples e qualquer um pode aprender rapidamente, basicamente você escolhe uma das cores e o jogo começa com quatro peças (duas de cada cor) no centro do tabuleiro. No seu turno, você deve observar algum lugar onde tenha uma peça sua e observar uma peça do adversário encostada nela (ou uma fileira de peças do adversário), se depois dessas peças houver um espaço vazio, você pode por uma nova peça sua no fim e todas as peças daquela fileira vão ficar da sua cor. Falando assim pode parecer complicado, pois é mais fácil vendo na prática, então basicamente imagine uma fileira de peças do adversário e uma sua na ponta, você pode "saltar" todas aquelas peças, por uma sua no fim da fileira, e todas as peças saltadas irão se tornar suas. Ganha o jogo quem tiver mais peças quando o tabuleiro estiver cheio.

Você pode jogar sozinho e escolher a dificuldade, que aliás se ajusta muito bem, a inteligência artificial pode ser completamente suave e adequada para que você jogue tranquilamente sem esperar algo muito apelativo, por outro lado se você coloca a dificuldade máxima, realmente é preciso ser um ótimo jogador, pois você vai estar desafiando o computador processando e tentando fazer a forma lógica mais adequada de se vencer.
O mesmo acontece para o modo online, que deixa a coisa ainda mais acessível para todos, já que você pode jogar com pessoas do mundo todo, além disso como o jogo tem a venda o 2-pack, é uma boa opção para aqueles amigos caridosos que gostam de dar presentes e compram para jogar com alguém tendo uma economia. E uma coisa muito legal é que o jogo tem suporte a multiplataformas, sendo assim os computadores podem ter o jogo instalado em Linux, Mac e Windows e mesmo assim se conectarem tranquilamente.

Existe também o multiplayer com controle, para aqueles jogadores que tem um controle em casa e querem desafiar alguém presente. E por fim, para quem não tem nem controle e nem quer comprar dois, ainda pode jogar, pois existe o modo "assento quente" onde duas pessoas podem ficar em frente ao mesmo computador e apenas passar o mouse para o outro.

Enfim, fica essa dica de bom jogo para passar o tempo sozinho ou com outra pessoa e que pode gerar bons momentos de diversão. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

segunda-feira, 30 de março de 2015

Os sons misteriosos vindo diretamente do céu

Sons altos que não se sabe de onde vem podem gerar muito falatório, lembro de certa vez em que eu morava em um apartamento e comecei a ouvir um som bizarramente alto que parecia que o Godzilla estava lá fora, aquilo era muito estranho e nunca soube o que era, mas foi bem assustador, afinal de contas era um som completamente diferente do que eu estava acostumado a ouvir. Apesar disso quando se está em uma cidade grande não tem muito problema, pois com a quantidade de coisas acontecendo é muito natural que vez ou outra não se tenha ideia da origem de certos sons, mas e quando se está em um local completamente isolado? Aí a coisa é bem diferente ein? E é exatamente sobre isso que vou falar hoje.

Imagine você indo para um sítio bem isolado e resolvendo dar uma volta pelo terreno, e quando está passando por um campo aberto, começa a ouvir um som muito alto, nada parecido com um de um avião. É natural que mesmo não parecendo, você acabe pensando que só pode ser um avião, e ao olhar pro céu, não vê nada. Qual seria a sua reação? Bom, a maioria das pessoas se sentiria assustada, especialmente religiosos fervorosos, afinal de contas é o tipo de coisa que se dá asas a imaginação e a ideia de fim dos tempos e trombetas vindo do céu está impregnada em nossa cultura.

O evento tem acontecido no mundo todo, e há diversos vídeos de pessoas ouvindo sons esquisitos e muito altos vindos do céu, mas ao olhar não vê sinal de nada, apenas o barulho esquisito, que costuma parar por um instante e então voltar, e apesar de eu ter destacado áreas isoladas, existem vídeos de lugares muito variados, inclusive em cidades grandes. Confiram um vídeo com vários relatos de jornais:
Algumas pessoas dizem que a explicação para isso é mesmo o de sinal do final dos tempos, outros afirmam que é algum tipo de conspiração envolvendo equipamentos humanos ou mesmo a informação de que não está vindo do céu e sim de baixo da terra, que é o que diz o povo da Teoria da Terra Oca, e há também aqueles que afirmam existir uma explicação científica como o geofísico Elchin Khalilov que fez a seguinte afirmação:

“Foram analisados registos destes sons e descobriu-se que a maior parte do espectro está dentro do intervalo infra, ou seja, não é audível para os seres humanos. O que as pessoas ouvem é apenas uma pequena fração do poder real destes sons. Eles são emissões de baixa frequência acústica no intervalo entre 20 e 100 Hz modulada por ondas ultra-baixas infrasônicas de 0,1 a 15 Hz. Em geofísica, eles são chamados gravidade-ondas acústica , que são formadas na atmosfera superior, no limite da atmosfera ionosfera em particular. Pode haver um monte de causas para a geração dessas ondas: terremotos, erupções vulcânicas, furacões, tempestades, tsunamis, etc, no entanto, a escala do zumbido observado tanto em termos de área coberta e seu poder excede em muito aqueles que podem ser gerados pelos fenômenos acima mencionados.”

Caramba ein? Então esses sons estão ocorrendo o tempo todo, apenas não ouvimos, imaginem que bizarro? E nesse caso em vídeos gravados as vezes pode até ter o som e na hora a pessoa não ouviu, mas o equipamento gravou.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Chicken Invaders 5 - Um cooperativo hilário pra caramba

Eu sei o que muitos leitores devem estar pensando, "Existe um jogo chamado GALINHAS INVASORAS?" e logo depois ao dar uma olhadinha pro lado pensam "E já é o quinto jogo da franquia???". Pois é, foi exatamente o que pensei na hora que vi essa maravilha do universo trash! Chicken Invaders 5 é um jogo puramente divertido e ótimo para passar o tempo com um amigo, aquele tipo de obra que por mais que tenha uma jogabilidade simples, consegue facilmente gerar bons momentos.

A história te coloca no papel de um terráqueo que viaja pelo espaço, e bem na hora em que ele está fazendo seu pedido em um fast food por vários pratos com carne de galinha, há uma invasão de galinhas intergaláticas que querem se vingar da raça humana por sua opressão às galinhas terráqueas, e como plano maléfico, elas começam a jogar penas gigantescas na frente do sol para que assim o planeta congele e todos morram.

A proposta por si só já é interessante o suficiente para você experimentar, é aquele tipo de jogo que você vai vendo a história absurda e gargalhando muito com a quantidade de tosqueira presente e dessa maneira torna-se facilmente uma daquelas opções perfeitas para quando você quer unicamente se divertir e passar o tempo.

Embora o título deixe claro que é uma homenagem ao clássico Space Invaders, só que usando de muito bom humor, não se pode esperar que seja um clone do mesmo jogo, pois não é, ao invés disso é um jogo padrão do gênero shoot 'em up, portanto a jogabilidade apresentada aqui é a de um monte de galinhas espaciais que vão aparecendo na tela em grupos e você deve descer a bala nelas, a cada onda vem mais e as vezes você enfrenta uma ameaça mais poderosa, como uma nave gigantesca.

Apesar de obviamente ser um título genérico, ele consegue convencer exatamente pelo seu bom humor, como por exemplo os ataques das galinhas, que em geral consistem em botar ovos que vão voando em sua direção, e quando é uma nave gigante, saem centenas de ovos o tempo todo, além disso quando você mata as galinhas, é constante a aparição de galinha frita voando pra todo lado, e você ainda pode comer ela!

Há uma série de aperfeiçoamentos que a sua nave vai ganhando enquanto você joga, pois certas galinhas soltam itens especiais, que se colocados, deixam suas armas ainda mais poderosas e isso vai dando aquela felicidade em ver como sua nave está melhor, por outro lado também é algo que te deixa muito mais atento, já que se sua nave explodir, ela reaparece sem nada.

Mas o multiplayer sem dúvidas é uma das coisas mais interessantes do jogo, pois esse é o tipo de obra que você precisa jogar com um amigo! Não porque tem a opção, mas porque em geral Chicken Invaders 5 não é um jogo inovador, mas sim um jogo divertido. Então essa diversão irá ser muito mais intensa se tiver uma pessoa pra rir com você e comentar as coisas estranhas que estão acontecendo na tela. Existem duas possibilidades de multiplayer, o modo local em que um pode controlar no W,A,S,D e o outro nas setas ou no mouse, e o modo online que deixa a coisa bem mais acessível e que é muito bem vindo, já que hoje em dia nem sempre é tão comum ter um amigo em casa.

Graficamente, o jogo usa um estilo 2D simples, não é algo de surpreender, mas é decente e especialmente pensando na proposta do jogo, acaba não importando tanto assim, mas não é feio, apenas é em geral algo básico, não há do que reclamar.

Enfim, Chicken Invaders 5 certamente é o jogo sem compromisso que você estava procurando para jogar com um amigo, algo que vai fazer rir, gerar diversão e ao mesmo tempo conseguir manter um certo nível de adrenalina muito agradável. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do desenvolvedor do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

domingo, 29 de março de 2015

Um monte de jogos gratuitos, corre meu povo! =D

Essa é uma página fixa para jogos grátis no steam, orgin, gog e etc... Aqui serão colocados constantemente os jogos que algumas empresas resolveram deixar gratuitos, e assim acaba facilitando para quem quer jogos grátis e não consegue. Salvem a página nos favoritos, pois ela sempre é atualizada, ou sigam a página do facebook do blog, pois toda vez que eu atualizo essa página, a primeira coisa que faço é publicar lá e marcar um monte de gente, portanto vale a pena! E por favor, mostrem para seus amigos. =)

Obs: O jogo da foto da postagem é sempre colocado como o primeiro da lista a seguir!


Mechanical Escape  - Steam

Basta entrar aqui entrar aqui e por seu e-mail.

Soul Gambler - Steam e Splitplay

Esse jogo está sendo oferecido pela loja virtual brasileira Splitplay e fica disponível tanto para fazer download direto por lá, quanto é oferecido uma key para o steam, basta se cadastrar na loja, depois entrar na página de venda do jogo e clicar no botão para pegar o seu.

Commando Jack  - Steam

Basta entrar aqui entrar aqui e por seu e-mail.

Avencast: Rise of the Mage! - Steam

Entre nessa página aqui, coloque o seu e-mail e clique em "Get your steam key" e ela será enviada por e-mail, então é só ativar

Syndicate - Origin

Basta entrar no site de venda do jogo, fazer login, clicar no botão "Faça o Download Já" e iniciar o Origin pra ser adicionado a sua conta.

Make it Indie - Steam

Pra receber você tem que entrar na página do greenlight e votar em YES, assim que o jogo for aprovado no steam, você receberá uma key!

Swipecart - Steam

Você vai precisar entrar nesse site, fazer login na sua steam, depois entrar no grupo deles, e então apertar em Redeem, mas fique ligado que se você acabou de entrar, pode levar alguns minutos para o banco de dados deles reconhecer, por isso vá assistir um episódio de alguma série e volte depois, se você já era membro, receberá logo. Outro detalhe é que o seu perfil da steam precisa ser público, perfis privados não são aceitos.

Interloper - Steam

Basta entrar no site do jogo e colocar o seu e-mail, eles te mandarão uma key para o acesso antecipado.

Brawlhalla - Steam

Basta entrar no site oficial do jogo, colocar o seu e-mail e após alguns dias te enviarão uma key! O modo online desse jogo é viciante demais, mas é possível jogar sozinho também contra até três bots.

Vanguard Princess - Steam

Depois tem Vanguard Princess no steam, basta você fazer uma nova conta no Playfire (Só pra novos usuários) ir em settings (tá em um menu que pra acessar basta por o mouse em cima das três linhas lá em cima do lado do seu nick), logar sua conta do steam e pronto, você irá receber uma cópia do jogo. =)

Dead Bits - Steam

Basta entrar nesse grupo (É necessário ser membro dele) depois entrar nesse site aqui, fazer login no steam, se certificar de que o seu perfil esteja como público e apertar em Redeem.

Anomaly Warzone - Steam

Basta você se cadastrar nesse site aqui, depois ir ao seu email, confirmar, terminar o cadastro colocando seu nick, e o que pedirem, daí ir ao seu e-mail de novo e terão te mandado uma mensagem com um link, você clica lá e depois é só entrar no site, clicar em "My profile", depois em "My Games" e você terá o jogo lá.

Pirates of Black Cove Gold - Steam

Nesse alguns podem ter problemas, pois no site alemão DLH, é normal ter problema em fazer login, e as vezes o problema é meramente alterar a senha, então basta você entrar nesse site aqui, se cadastrar, mudar a língua pra ALEMÃO, fazer login e depois clicar em Profil / Keys, daí baixar a tela até lá em baixo ver os jogos que você tem pra pegar, basta clicar no botão azul em frente ao jogo e fazer login no seu steam que automaticamente o jogo será adicionado a sua conta.

Commander - Conquest Of The Americas - Steam

Esse é mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Commander - Conquest Of The Americas pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.


Knightshift - Steam

Depois tem Knightshift na steam, mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Knightshift pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

East India Company Gold Edition - Steam

Depois tem East India Company Gold Edition na steam, mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do East India Company Gold Edition pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

Enclave - Steam

Esse é mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Enclave pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

Two Worlds Epic Edition - Steam

Esse é mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Two Worlds Epic Edition pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

The Flock - Steam

Tudo o que você tem que fazer é preencher esse formulário, e no dia 31 de outubro te enviarão uma key do jogo.

Hearts of Iron IV + DLC's - Steam

Pra receber você tem que se cadastrar nesse link aqui, se cadastrar, entrar em uma das facções, daí é preciso esperar receber um e-mail para confirmar a inscrição, e mais prêmios serão liberados de acordo com a quantidade de gente que for entrando, quando o jogo estiver pronto para liberarem as keys, te enviarão uma.

Chess the Gathering(CTG) - Steam

Esse é apenas um nome temporário do jogo, que ainda está sendo feito, mas já gera key para o steam mesmo, ele é como se fosse um jogo de xadrez usando regras semelhantes às de Magic The Gathering, ou seja tem cartas e peças, além de tabuleiros bem surreais. Para conseguir primeiro você tem que ir ao site do jogo e colocar seu e-mail, depois ir ao seu e-mail e confirmar clicando no link, então você receberá um segundo e-mail, nele terá um novo link, que você clica e aí vai para uma página onde no topo vai estar sua key para steam, então vamos lá, comece clicando aqui. (Como o jogo ta em testes ainda, vale a pena ver o vídeo tutorial se você for jogar logo, pois ainda não tem tutorial dentro do jogo).

Dá uma ajuda compartilhando? =)

sábado, 28 de março de 2015

Minimon - Quase um pokemon medieval com coop online

Esse é um daqueles jogos fantásticos que todo mundo estava esperando aparecer. Sem enrolação, vamos direto ao ponto. Sim o jogo é uma copia de pokemon e isso naturalmente causa um baita de um falatório, algumas pessoas desaprovam completamente, mas a pergunta que realmente fica é "Se é bom, importa se é ou não uma cópia?". Eu vejo esse jogo com a mesma visão que vi o espetacular Oceanhorn, que é uma cópia de Zelda e mesma assim é maravilhoso! Minimon é outra obra fantástica que usou a mesma fórmula de uma franquia famosa, mas que mesmo assim conseguiu dar o seu toque especial próprio, deixando tudo muito mais atraente.

A história apresenta um mundo medieval onde você assume o papel de um(a) garoto/garota que mora em uma vila, porém certo dia um grupo de guerreiros malignos aparece e seu líder diz que quer levar um dragão que vive com a família, mas ele foge, tempos depois a mãe do/a garoto/garota pega uma doença que a transformará em um monstros e seu pai parte em busca da cura, mas some por meses, o que faz com que a mãe também parta em busca de uma cura, pois já não suporta mais a dor. Após perder um a um dos membros da família, ele parte em sua própria aventura.

O universo do jogo me surpreendeu e achei muito bem adaptado, isso porque graças ao nome "Minimon", que deixa ainda mais claro que é uma versão alternativa de Pokemon, eu imaginava que colocariam um mundo futurista praticamente igual, mas tiveram um ótimo gosto em optar por um universo medieval. Aqui vivem variadas tipos de monstros que entram em batalha com caçadores e ao ficarem fracos o suficiente, são capturados com redes, para depois serem treinados.

Uma coisa interessante do jogo,é que nos combates, o seu personagem também participa da briga e ganha nível, ou seja, você tem os seus próprios ataques e habilidades. Da mesma forma os monstros que você captura vão desenvolvendo poderes novos para serem usados na hora da pancadaria.

Você se sente um verdadeiro viajante nesse mundo, é preciso parar em cidades, descansar em estalagens, comprar suprimentos, conversar com as pessoas em busca de informações, e outras coisas, e assim você vai seguindo em frente em busca de seus pais.

Definitivamente esse jogo é como um sonho para muita gente, pois leva a experiência de pokemon para um mundo online, e apesar de ter toda uma história no modo singlelayer com cutscenes e tudo mais, trata-se de um MMO, portanto aqui você tem um mundo cheio de pessoas reais andando para todo lado e que você pode conversar na hora que quiser.

A experiência de jogar com um amigo é maravilhosa, pois vocês podem combinar de saírem juntos em uma jornada e enfrentar juntos os perigos que o mundo do jogo tem a apresentar, podendo formar equipe e ter aquela maravilhosa sensação de passar pelas mais variadas situações juntos, ainda mais com a visão de outros jogadores andando por aí.

Uma das coisas mais fantásticas que tem no jogo, é que quando você forma uma equipe, vocês também entram em combate juntos, e assim a tela muda mostrando todos os da equipe presentes, prontos para lutar e escolherem a ação que quiser. Assim como em batalhas comuns, a ação ocorre em turnos, e assim você pode observar ou sugerir pelo chat o que os seus amigos vão fazer depois. É possível combinar ataques e se ajudar.

Além da possibilidade de fazer equipe, é também possível desafiar outros jogadores, e assim você pode entrar em combates para testar suas habilidades e ter o prazer de ver que está desafiando uma pessoa real, algo realmente muito agradável para aqueles que gostam de mostrar para os outros como evoluíram.

Mas se você acha que o multiplayer já é bom, a coisa fica ainda melhor com a possibilidade de jogar com tela dividida! Até quatro jogadores de uma vez podem jogar no mesmo computador, com a tela para fazer login em quatro contas diferentes e que podem seguir juntos e interagir com jogadores na internet, ou melhor, é possível até mesmo cada um seguir o seu próprio caminho e se encontrar depois, algo simplesmente fantástico!

Enfim, se você é fã de pokemon, acredite, você vai amar muito esse jogo, pois as possibilidades dele são imensas! O jogo está disponível para PC, Android e iOS, e ainda tem suporte a multiplataforma, portanto você pode jogar com seu amigo que está usando um dispositivo diferente. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Weeds - Um baita conto de humor negro de Stephen King

Esse é um daqueles contos perfeitinhos que conseguem chamar a atenção por ser algo rápido, mas que passa aquela sensação de satisfação e te faz pensar "Nossa, isso foi muito bom!". E certamente é uma obra que os fãs de Stephen King não podem deixar passar, afinal de contas é uma pequena pérola, e que aliás perfeito para quem não quer ler os monstruosamente grandes livros do autor, que ele parece não ter o dom pra fazer livro pequeno, contos pode ser uma alternativa perfeita.

A história apresenta um caipira chamado Jordy Verril, que avista um meteoro caindo em sua propriedade, e ao ir até o lugar, fica empolgado e começa a pensar em como é esperto, pois fará 200 dólares com aquilo que caiu do espaço e nem um centavo a menos. Porém os sonhos do rapaz acabam virando um verdadeiro pesadelo, pois uma forma de vida vegetal contida no meteoro é capaz de crescer em qualquer coisa, madeira, metal e até mesmo em carne... Então a trama mostra o desespero dele enquanto tenta se livrar da coisa, ao mesmo tempo que ela começa a crescer por toda a propriedade.

Uma das coisas mais legais desse conto, é em como o personagem parece natural, é notável que ele é bastante humilde e não muito esperto, mas King transmite isso de uma maneira tão fantástica que ele parece mesmo uma pessoa real, não é aquele tipo de história em que personagens estão lá somente para ocupar espaço, esse sim é um que você rapidamente vê uma personalidade própria e também é o que faz com que o conto tenha um baita toque de humor negro.

Foi lançado originalmente em 1976, porém ganhou uma adaptação para o cinema com o nome de "A Morte Solitária de Jordy Verrill" na antologia de curtas Creepshow, uma coisa interessante é que o próprio Stephen King que interpreta o personagem. No mesmo ano ganhou uma adaptação para quadrinhos no volume único que apresentava as histórias do filme e tinha o mesmo nome.

Não posso deixar também de falar de como esse conto é comparado com "A cor que caiu do espaço" de H.P. Lovecraft, os mais esquentados dizem que é uma cópia descarada e não tão bem elaborada, outros falam que é pura coincidência, e há aqueles que dizem que é uma homenagem usando uma ideia semelhante. Ao meu ver parecem ser apenas semelhantes mesmo, pode ser que King tenha mesmo pego uma inspiração, até porque ele já se assumiu fã de Lovecraft, mas as duas obras tem climinhas diferentes, Weeds é algo mais voltado para o divertido e surpreendente, enquanto o conto de Lovecraft tem um clima também rural, porém algo mais pesado e medonho.

Enfim, fica aí essa dica de belo conto de terror que certamente vai agradar a muitos, a ideia de uma "invasão" alienígena e um apocalipse vegetal é interessante pra caramba, a agonia ao se ver as ervas crescendo e em questão de horas podendo cobrir um lugar inteiro é bastante de arrepiar e faz pensar em como a ideia de uma coisa assim é assustadora, de certa forma lembra o pesadelo que é a Gosma Cinzenta.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Nightbanes - Cardgame gratuito com temática vampírica

Hoje vou falar sobre um cardgame que certamente vai agradar a muitos! Nightbanes, um jogo com temática de vampiro e que usa alguns elementos vistos em algumas outras obras digitais, mas que pode ser uma ótima opção bastante viciante e que também é perfeito para variar um pouco, além de ter um clima mais sombrio que com certeza é um atrativo especialmente para aqueles que se interessam por seres da noite em geral.

O universo apresentado é uma realidade alternativa onde vampiros e outras criaturas mágicas existem, sendo que há uma guerra interminável de clãs para domínio de território. Embora os seres predominantes sejam os próprios vampiros, há monstros variados como por exemplo lobisomens e mortos vivos, assim como portais interdimensionais que acessam vários outros mundos e trazem seres variados para os combates.

As regras me lembraram as de vários outros cardgames, especialmente Magic the Gathering, porém também contendo um toque de Solforge. Mas essa mistura acaba ficando bastante atraente, especialmente para jogadores que estão afim de dar uma variada e cansados de títulos que já jogaram bastante.

Aqui você coloca dois vampiros para lutarem e a ação ocorre em turnos, uma carta é comprada a cada turno e é possível fazer uma ação por vez, que pode ser colocar uma criatura em jogo, ligar uma armadura ou arma que aumentam atributos a uma criatura, por um artefato em jogo, que irá gerar certas vantagens, alterar a arena em que o combate está acontecendo, para que assim haja certas vantagens sejam geradas, entre outras coisas.

Quase todas as criaturas dependem de sangue para entrarem em ação, então quando são colocada em jogo, tem uma quantidade de sangue que precisam atingir para começarem a lutar, a cada turno todas as criaturas ganham uma gota, sendo assim se uma delas precisa de três gotas, serão necessários três turnos para que ela comece a atacar.

A arena é dividida em espaços e criaturas são colocadas umas na frente das outras, se não houver uma criatura ali, o dano vai direto no mestre, se o mestre tem seus pontos de vida reduzidos a zero, o jogo termina.

Existe tanto modo campanha, onde você vai enfrentando vários inimigos uns atrás dos outros, quanto modo multiplayer e é onde a diversão de muitos jogadores realmente está, pois você pode jogar contra seus amigos ou totais desconhecidos. É bem legal poder modificar o seu baralho com cartas que vai ganhando durante as vitórias.

Enfim, fica essa dica de jogo de cartas que pode ser uma verdadeira maravilha para muitos, oferecendo uma baita de uma quantidade ampla de opções na jogabilidade e se tornando o tipo de título perfeito para se jogar com os amigos. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo na steam e baixar gratuitamente.

Dá uma ajuda compartilhando? =)