quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Supernatural Bundle - Um bom pacote de jogos macabros

Hoje vou postar aqui uma boa dica para jogos com temas sombrios que a Bundle Stars está oferecendo, alguns desses jogos eu já analisei aqui no blog, enquanto outros eu não fiz análises, porém ainda assim são bem interessantes e tenho certeza que chamará a atenção de alguns aqui. Os jogos são:

Splatter Blood Red Edition - Um jogo atmosférico de tiroteio com visão aérea onde você enfrenta uma legião de mortos vivos.

Blackbay Asylum - Aquele jogo maravilhoso de aventura com toque de terror e humor negro, baseado na obra de Lovecraft.

Dracula Trilogy - Os três primeiro jogos dessa franquia clássica do PC do estilo point and click.

Dracula 4 e 5 - Mais dois jogos da franquia que seguem o mesmo estilo.

Into the Dark: Ultimate Trash Edition - Um jogo de terror daqueles com um clima muito pesado, cheio de sangue e elementos macabros.

Larva Mortus - Jogo de visão aérea que se passa no final do século 19 e te coloca no papel de um caçador de criaturas.

Necronomicon: The Dawning of Darkness - Mais um jogo baseado na obra de Lovecraft, que te põe para começar a investigar o que aconteceu com um amigo seu, mas logo você se vê em uma macabra história envolvendo um livro antigo.

Pixel Puzzles: Undeadz - Esse é um jogo de quebra cabeças onde definitivamente você não tem tempo para relaxar, aqui você tem que atirar zumbis e montar o quebra cabeça antes de ver sua barricada cair e te devorarem.

White Noise Online - Jogo onde você e quatro amigos são colocados em um lugar sinistro e devem investigar, porém há algo mais ali, que pretende matar um a um, é como se fosse um Sleender cooperativo.

Zombie Solitaire - E pra finalizar tem esse jogo de cartas com temática de mortos vivos.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Costume Quest 2 - Um JRPG disfarçado e muito divertido

Hoje vou fazer uma análise sobre a continuação de Costume Quest, que vi críticas variadas em relação ao título, alguns amando bastante, e outros com uma impressão bastante negativa. Mas em geral esse é daquele tipo de jogo que não é ruim, ele é muito bom mesmo, super polido e passa uma ótima essência, acredito que a maioria concorda com isso. O problema é em não haver uma grande diferença em relação ao primeiro jogo, o que acaba sendo um pouco triste para alguns, já que parece mais com uma expansão que um novo jogo.

A história tem uma ligação completamente direta ao primeiro título, sendo assim é altamente recomendável para aqueles que gostam de trama, que joguem o jogo anterior antes de começar esse. Apesar disso não é também algo para se perder, dá sim para acompanhar o ritmo, o negócio é que você já começa com o seu grupo de amigos em frente a portais e falando sobre o que aconteceu na aventura anterior, e assim vem aquela pergunta "Como os personagens foram parar aí?". Apesar disso logo você se sente por dentro da trama do segundo jogo, onde o vilão é um dentista que odeia o dia das bruxas porque com tanto doce, os dentes das crianças acabam estragando, e assim ele pega um artefato mágico que lhe dá poder o suficiente para alterar o tempo e criar um futuro sombrio sem doces e sem fantasias.

Sem dúvidas o grande toque especial e diferencial desse jogo em relação ao primeiro, são os portais para viajar no tempo e assim alterar os acontecimentos. Esse toque sem dúvidas dá meio que uma cara nova ao jogo, um novo tipo de jogabilidade com alteração temporal e consequencias, por outro lado não chega a ser um elemento grande o suficiente para roubar a cena e ser visto como algo que o destaque como segundo jogo da franquia.

Houveram também algumas mudanças em certos elementos também, especialmente no sistema de combate que agora está um pouco mais dinâmico, com novas opções que certamente farão vários jogadores se sentirem em uma pancadaria mais movimentada, por outro lado é possível também se sentir exatamente o contrário com as animações que não podem ser saltadas, o que inicialmente pode ser tranquilo, mas para os mais apressados pode ser um pouco agoniante e fazer a pessoa querer apenas sair logo da luta.

Mas o jogo usa os mesmos elementos que foram apresentados no primeiro, sendo assim é um JRPG no dia das bruxas e continua passando aquele climinha de história da infância, acaba sendo perfeito para quem quer um pouco de mais do mesmo, porém para aqueles que acabaram de jogar o primeiro jogo da franquia e querem sentir a "nova emoção", pode valer a pena esperar um pouco mais para sentir saudades e então jogar.

Graficamente o jogo continua lindo, são os mesmos gráficos, mas há cenários novos e também alguns antigos reaproveitados, porém modificados um pouco, só que em geral ainda é aquela coisa super fofa com traços carismáticos nos personagens e um climinha de se estar assistindo a um filme de animação 3D.

Enfim, Costume Quest 2 é um jogo bom, realmente muito bom, no entanto ele não inova muito em relação ao primeiro, o que pode acabar decepcionando algumas pessoas, sendo assim para quem jogou o jogo anterior, o ideal é esperar um pouco e só então jogar esse, para não ficar puramente com a sensação de "mais do mesmo". Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Veja a edição de colecionador de Far Cry 4

Quando Far Cry 4 foi anunciado, o jogo foi massacrado por acusações frustradas de vários tipos de preconceito, aquela capa acabou não sendo a versão final do jogo, e sinceramente eu acho uma pena, pois quando foi anunciada a versão de colecionador, e eu vi a estátua, de imediato imaginei "nossa, se já ficou incrível o visual dessa, imagina se fosse com mais detalhes, igual a aquela?". Mas bom, não se pode ter tudo não é? E acho que nem que fosse aquela iria adiantar muito pra mim, kkkkkkkkk. De qualquer maneira, essa aí na imagem é a edição de colecionador do jogo, os conteúdos dela são:

-Caixa de colecionador, em um estilo que parece couro de um animal.
-Diário de de viajante.
-Mapa de Kryat.
-Poster de propaganda.
-Estátua de Pagan Min sentado  em deus elefante.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 5ª temporada - Episódio 02

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.

Esse é um daqueles episódios que eu considero (em essência) como uma adaptação perfeita, isso porque a sequencia de certos acontecimentos é mostrada de uma maneira muito semelhante a dos quadrinhos, apesar de não exatamente os mesmos personagens terem sido usados.

O episódio começa com os personagens andando e conversando, uma coisa que notei, e que se apareceu em episódios anteriores, eu não tinha percebido, é que Sasha está namorando Bob. Essa personagem nos quadrinhos pelo o que vi, é meio que uma referência a filha de Tyreese que morre ainda na prisão com o seu namorado. Talvez exista algum tipo de semelhança aqui, mas acredito que o casal foi colocado mesmo para representar o casal Dale e Andrea, que como já falei, nos quadrinhos são namorados, então os roteiristas pareceram improvisar com Bob e Sasha mesmo.

Depois temos a aparição do padre Gabriel, ele também surge do nada nos quadrinhos, mas aqui é o grupo que o acha, enquanto na HQ os personagens estão conversando quando do nada ele chega andando perguntando se eles querem ouvir um pouco da palavra de Deus. A personalidade do personagem é realmente parecida, em ambas as obras é um cara tão chato quanto, mas na HQ ele chega andando calmamente e não se importa nem um pouco com as armas dos personagens, dando muito mais motivo para desconfiar do que esse da série, que está desesperado e indefeso prestes a ser lanchado.

Então vem a cena da igreja, os personagens realmente vão pra lá e Gabriel parece ainda mais no controle, ele age bem calmamente mesmo com todo mundo desconfiando dele. Também é mostrado na ida, os caçadores os observando. E por fim tem a cena da igreja e aquele final, na HQ acontece um pouco diferente, mas bem parecido, Dale está muito abatido por ter perdido os dois filhos gêmeos Ben e Billy, que na série é representado pela história de Lizzie e Mika, só que na HQ os dois são filhos adotivos de Dale e Andrea, já que os pais deles eram personagens do grupo também, mas morreram, e quando um mata o outro, Carl assassina o que enlouqueceu para que ele não machuque mais ninguém. Dale fica deprimido e assim sai para a floresta em um momento que o grupo dorme, daí vem os Caçadores e o pegam.

Como falei na análise anterior, toda aquela parte de arrancarem o pé existe na HQ, e fiquei feliz de apresentarem dessa maneira, achei que desperdiçariam a ideia com o Santuário, mas acabou que a coisa ficou bem mais interessante, já que os caçadores da HQ não tem uma história anterior, eles já são mostrados por aí sequestrando e matando gente. E hummm, a carne do Bob parece ser mesmo crocante, até eu queria experimentar uma fatia! *-*

Dá uma ajuda compartilhando? =)

A City Sleeps - Um jogo psicodélico de tiro e pancadaria

Esse é um daqueles jogos psicodélicos que te chama a atenção de início especialmente pelo visual com cores muito brilhantes e que acabam sendo destacadas ainda mais devido às batidas da trilha sonora apresentada. É aquele tipo de obra que você se sente transportado para o "Mundo da música". Apesar disso, esse é um jogo que eu não tive a sensação de ser muito rápido como normalmente jogos do gênero são, por outro lado deu para sentir uma certa dificuldade devido a quantidade de projéteis que constantemente são lançados em sua direção.

Aqui você assume o papel de Poe, que é o membro mais jovem de um clã de exorcistas dos sonhos, que como o nome já deixa bem claro, tem como objetivo entrar na mente das pessoas enquanto dormem, e se livrar dos demônios dos sonhos ali presentes, que acabam causando pesadelos. A história acontece quando os moradores de um lugar chamado SanLo caem em um sono permanente e você precisa ir lá tirá-los desse pesadelo.

Como podem ver, esse é um daqueles jogos com uma história muito estranha, porém em geral ela não é o foco da obra, estando ali mais para dar um pouco de profundidade a coisa. Definitivamente esse é um jogo com foco na jogabilidade, tendo aquele toque de arcade e aquela sensação de tentar fazer o melhor possível em cada um dos níveis.

Esse é um STG horizontal e você assume o papel de Poe enquanto voa para o lado direito e inúmeros inimigos vão surgindo, alguns atiram e outros usam ataques corporais. Você tem dois tipos de ataques, o de tiros e os golpes com espadas. Além disso tem uma habilidade especial que permite "enfeitiçar" objetos voadores com certas habilidades e assim eles te darão apoio, por exemplo você pode fazer os restos de um caro começar a atirar em todos os inimigos presentes, funcionando como uma torre, mas ele pode também lançar vida para todos os lados, te permitindo recuperar energia enquanto ataca.

Graficamente e sonoramente o jogo deixa bem claro que é uma coisa muito psicodélica, com aquelas luzes estilo neon destacadas constantemente, e uma música com diversas batidas que certamente irá empolgar alguns. O gráfico é 2D e embora não tenha exatamente me impressionado, é bastante decente e com certeza capaz de chamar a atenção de algumas pessoas se você publicar algumas screenshots na internet.

Enfim, se você estiver em um clima psicodélico e buscar por algo que te transporta para um mundo que parece uma verdadeira rave, A city Sleeps pode ser uma ótima alternativa, quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O quadro do sorriso do Diabo

Em 1973, uma mulher chamada Valentina de las Lurdes, habitante da cidade de Santiago, no Chile, acordou a noite com um estranho ruído vindo do quarto de sua filhinha de um ano. Ao ir ver o que estava acontecendo, teve uma surpresa ao ver que havia um enorme quadro na parede, a cima do berço da garotinha. Esse quadro tinha uma moldura dourada e tinha uma imagem de um homem pintado nela do peito para cima, mas seu rosto não podia ser visto, pois havia tinta preta cobrindo, como se alguém tivesse pintado por cima. A mulher se assustou, já que morava sozinha e não tinha colocado aquilo ali, ao procurar pela casa, viu que estava tudo trancado e não havia ninguém. Na manhã seguinte, a mulher tentou retirar o quadro, mas parecia estar colado, e por dois dias, inclusive com ajuda de amigos, tentou se livrar daquela imagem que estava no quarto de sua filha, mas sem sucesso. No terceiro dia, o choro do bebê fez com que vizinhos arrombassem a casa e entrassem, mas não tinha ninguém além da criança, a mãe desapareceu, e o quadro também.

Esse foi apenas o primeiro relato registrado da aparição desse misterioso quadro do homem com o rosto oculto. Em 1982 em Paris, um francês cometeu suicídio, mas antes gritou por mais de uma hora na janela, dizendo que não queria ver mais o sorriso, para então saltar. Em 1984 um homem presenciou a aparição do quadro na sala de sua casa, e uma semana depois arrancou todos os dentes de sua boca com um alicate, no hospital psiquiátrico para onde foi enviado, disse que era para tirar o sorriso que tinha sido colocado nele. Nos anos 90, foi relatado no Brasil um caso de uma mulher que dizia que um quadro de um homem com o rosto manchado de tinta apareceu em sua casa, e ela começou a avistar um homem que andava pelo lugar durante a noite, e entrava no quarto para observá-la durante a noite.

Há outros relatos de lugares variados do mundo, mas a maioria ocorre no Chile. Tudo indica que o quadro é do século XVII, e tem como autor um artista do chamado Juan Muñoz, não se tem certeza se foi ele, mas o que indica isso foi uma carta deixada pelo pintor, com um relato que acaba fazendo lembrar o tal quadro.

Na carta, Juan diz que estava muito endividado e não conseguia vender seus quadros. Uma noite um homem bateu a sua porta e lhe fez uma proposta, teria que pintar um quadro dele e pendurar na parede de sua sala, e isso faria com que ele passasse a vender muitos quadros. O artista não levou muito a sério aquele assunto, e apenas fechou a porta, achando que tratava-se de um louco. O homem voltou na noite seguinte, deixando Juan um pouco nervoso, e fechou novamente a porta. No terceiro dia, o artista estava embriagado, e sentindo-se deprimido, quando a porta bateu, ele sabia quem era e convidou o homem para entrar, e assim decidiu fazer aquele quadro, o homem voltou por  várias noites seguidas, até que finalmente a obra foi concluída. Juan sentia arrepios ao olhá-la, e o homem não mais apareceu, o artista decidiu então pendurá-lo em sua sala. A partir de então, as vendas começaram a ser constantes, e pessoas com muito dinheiro requisitavam seus serviços sempre.

Apesar de ter sua vida melhorada financeiramente, Juan começou a ouvir vozes pela casa, e ter a impressão de ver o homem da pintura andando pelo lugar. O sorriso que ele carregava na imagem o dava arrepios, e os pesadelos envolvendo o quadro eram constantes. Uma noite, não aguentando mais, ele pegou tinta e pintou o rosto. Dias depois, amigos entraram em sua casa por estranharem o desaparecimento do artista, e encontraram apenas uma carta relatando o que aconteceu, e tanto o artista quanto o quadro tinham desaparecido.

Alguns o chamam de "O quadro do sorriso do Diabo" e os relatos sobre o aparecimento de um quadro misterioso são variados, e sempre tem o mesmo detalhe, seu rosto é coberto, mas aqueles que viram o quadro, dizem que em suas mentes são capazes de ver o que está por baixo da tinta preta, um sorriso que fica preso na mente, e causa visões de horrores indescritíveis. Todas as pessoas que falaram terem visto o quadro, não tinham nada em comum umas com as outras, ele simplesmente apareceu um dia em suas vidas. A única coisa que parece ser um padrão, é que depois que ele aparece, o sorriso por trás da tinta nunca mais sai da memória da pessoa, por isso se um dia você ver de repente um quadro que nunca esteve em sua casa, não olhe.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

May’s Mysteries: The Secret of Dragonville

Esse é um daqueles jogos que tem um grande toque de inocência e acaba sendo perfeito para se introduzir um irmãozinho mais novo ou priminho ao mundo dos jogos. Além disso consegue ser realmente divertido com seus quebra-cabeças constantes que colocam um pouco de desafio a coisa. Não é um jogo voltado para o público hardcore, mas que certamente pode ser um belo passa tempo, com a única desvantagem em ter apenas o inglês como opção língua, e sendo obrigatório ter no mínimo o nível intermediário.

A história apresenta um casal de irmãos que viajam em um balão com um adulto auxiliando conduzindo o veículo, no entanto com a chegada de uma tempestade, ele acaba caindo e o balão perde o controle, indo parar no chão, deixando a garota desmaiada. Apesar das tentativas de acordá-la, o irmão não consegue e assim parte para procurar ajuda em uma cidade próxima. Ao despertar, a menina vê uma carta deixada e vai atrás, mas ao chegar a cidade, logo descobre que o lugar não é de confiança.

Como podem ver, apesar de ter uma trama desenvolvida, ela é relativamente seca, sendo assim bastante suave para crianças, e realmente sendo perfeita para se jogar com um irmão menor ou algo assim. Apesar de eu não ter jogado com a minha priminha que mora aqui em casa, durante a jogatina eu só imaginava lendo e traduzindo os textos pra ela.

A jogabilidade é de do gênero point and click em primeira pessoa com ambientes estáticos, então você é colocado em lugares onde pode ver o cenário todo, mas não o seu personagem, e também não é possível mover a câmera. Para ir a outros lugares, há setas indicando o lado, quando você clica nelas, um novo lugar aparecerá. Cada ambiente tem os seus elementos de interação, seja outros personagens, objetos para serem coletados, ou mesmo elementos do próprio cenário que precisam de interação.

Existem vários tipos de puzzles, alguns realmente muito gostosos de se jogar, e é notável que existe um toque educativo na coisa, como os quebra-cabeças de matemática. Mas há aqueles que acho que para qualquer idade acaba sendo divertido, como os de música que você tem que ouvir o ritmo e apertar os botões do mouse na hora certa, acompanhando as notas, esse tipo de quebra-cabeça inclusive me deixou cantarolando por um bom tempo.

Graficamente o jogo é razoável, tenho que assumir que os traços não me impressionaram, mas são decentes, lembram bastante os desenhos usados em livros infantis, e há também apresentações com leves animações que são mostradas em quadros que surgem no meio da tela e deixam você ver as coisas acontecendo.

Enfim, certamente May’s Mysteries: The Secret of Dragonville é um jogo legal, mas para o público certo. Sendo assim essa é uma opção que você pode deixar reservada para aqueles momentos em que você estiver querendo fazer alguma criança começar a gostar de jogos, porém é preciso saber um pouco de inglês, pois o jogo REALMENTE usa essa língua para se resolver os problemas. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

domingo, 19 de outubro de 2014

Um monte de jogos gratuitos, corre meu povo! =D

Mais uma vez vou reciclar essa postagem aqui para falar sobre mais um jogo grátis, afinal essa bagaça não ia servir pra nada mesmo já que as promoções anteriores acabaram né? Ò_Ò! Então mais uma vez ela está de volta, ignorem os comentários antigos que já tem nela hehehe.

Obs: O jogo da foto é sempre colocado como o primeiro da lista!

Dessa vez são vários jogos grátis, e pra começar tem Knightshift na steam, mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Knightshift pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

Depois tem Nosgoth na steam, basta entrar nesse site aqui, fazer login e clicar no botão amarelo pra pegar a key.

Depois tem Afterfall: InSanity na versão steam, basta entrar aqui e colocar o seu e-mail.

Alien vs Predator clássico no GOG, basta entrar no site deles e colocar o seu e-mail.

Depois tem Crash Time 2 no steam, basta entrar nesse site aqui e colocar o seu e-mail.

Depois Ionball 2: Ionstorm, basta entrar nesse site aqui, fazer login, por o seu e-mail e ir conferir sua caixa de entrada.

Depois Pirates of Black Cove Gold no site alemão DLH, é normal ter problema em fazer login, e as vezes o problema é meramente alterar a senha, então basta você entrar nesse site aqui, se cadastrar, mudar a língua pra ALEMÃO, fazer login e depois clicar em Profil / Keys, daí baixar a tela até lá em baixo ver os jogos que você tem pra pegar, basta clicar no botão azul em frente ao jogo e fazer login no seu steam que automaticamente o jogo será adicionado a sua conta.

Depois tem XCOM: Enemy Unknown no steam, pra pegá-lo você precisa primeiramente entrar aqui, fazer um cadastro no site e depois disso você terá que ir pra segunda parte, que é entrar aqui, e votar nos jogos do ano, no final basta submeter, se você não tiver uma conta no CVG, o site vai pedir para que crie uma. O povo da GMG não irá enviar de imediato o jogo, mas eles irão te enviar um e-mail quando estiver pronto para ser resgatado, dessa vez não é via key como no ano passado quando deram Mafia 2 e Civilization V, mas sim depositado direto na conta, por isso quando entrarem em contato você vai ter que linkar sua conta da steam com o site do CVG. O contato será entre o dia 23 e 27 de outubro e só nesse período você poderá pegar o jogo, se deixar passar não será mais possível.

Depois tem The Flock para o acesso antecipado no steam, tudo o que você tem que fazer é preencher esse formulário, e no dia 31 de outubro te enviarão uma key do jogo.

Depois tem um baita pacote com três jogos no steam, Sanctum, Gun Mmonkeys e Canyon Capers, além de receber o pacote de iniciante do EVE Online de graça. Essa promoção é para contas novas no Greenman Gaming, então tudo o que você precisa fazer é criar uma CONTA NOVA no site dos caras clicando aqui. As keys serão enviadas em até 72 horas.


Depois tem no Origin, o Bejeweled 3, basta clicar aqui, fazer login e apertar em "Pegue agora", iniciar o Origin e pronto, vai estar na sua conta quando você entrar! *-*

Depois tem Canyon Capers e você vai precisar de um cadastro no indie gala, pra pegar basta entrar nesse link aqui, colocar o seu e-mail, por o código no captcha, e apertar o botão submit e em até duas horas te mandarão a key da steam. Ò_Ò

Hearts of Iron IV + DLC's, pra isso você tem que se cadastrar nesse link aqui, se cadastrar, entrar em uma das facções, daí é preciso esperar receber um e-mail para confirmar a inscrição, e mais prêmios serão liberados de acordo com a quantidade de gente que for entrando.

Depois tem dois jogos da Spliplay, um site brasileiro de venda de jogos focado em títulos da America Latina, basta se cadastrar e depois procurar por Phoenix Force e então pelo jogo Face It. Daí adicioná-los a sua biblioteca, lembre-se de fazer isso, porque quando deixarem de ser grátis, já era. O Phoenix Force quando sair na steam irá enviar keys para o povo que pegou no Slitplay. Clique aqui para se cadastrar e pegarem os jogos.

Depois tem East India Company Gold Edition, basta entrar nesse site aqui, mudar a língua pra alemão, se cadastrar ou fazer login, e então em cima vai aparecer a opção Profile/Keys, clique lá e você vai ter o lugar para receber a key do jogo.

Depois tem um jogo híbrido chamado Chess the Gathering(CTG), mas esse é apenas um nome temporário do jogo, que ainda está sendo feito, mas já gera key para o steam mesmo, ele é como se fosse um jogo de xadrez usando regras semelhantes às de Magic The Gathering, ou seja tem cartas e peças, além de tabuleiros bem surreais. Para conseguir primeiro você tem que ir ao site do jogo e colocar seu e-mail, depois ir ao seu e-mail e confirmar clicando no link, então você receberá um segundo e-mail, nele terá um novo link, que você clica e aí vai para uma página onde no topo vai estar sua key para steam, então vamos lá, comece clicando aqui. (Como o jogo ta em testes ainda, vale a pena ver o vídeo tutorial se você for jogar logo, pois ainda não tem tutorial dentro do jogo).

Depois tem o Project Cyber na steam, você tem que entrar nesse site aqui, por seu e-mail e perfil da steam, apertar o botão para enviar, e então esperar um e-mail, clicar no link que te mandarem, e então esperar, que eles vão avaliar e te enviar a key. (Pode demorar uns dias, porque pelo jeito não é automático, os caras analisam um a um dos e-mails).

Depois tem outro jogo da Steam, o Enclave, basta entrar nesse site aqui, se cadastrar e receber por e-mail uma key da steam! =D

Dá uma ajuda compartilhando? =)