quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Um monte de jogos gratuitos, corre meu povo! =D

Mais uma vez vou reciclar essa postagem aqui para falar sobre mais um jogo grátis, afinal essa bagaça não ia servir pra nada mesmo já que as promoções anteriores acabaram né? Ò_Ò! Então mais uma vez ela está de volta, ignorem os comentários antigos que já tem nela hehehe.

Obs: O jogo da foto é sempre colocado como o primeiro da lista!

Dessa vez são vários jogos grátis, e pra começar tem Card City Nights e Escape from the Aliens in Outer Space no steam, basta entrar aqui e por seu e-mail.

Depois tem Radical Roach no steam, basta entrar aqui e por seu e-mail.

Depois tem Interloper no steam, basta entrar no site do jogo e colocar o seu e-mail, eles te mandarão uma key para o acesso antecipado.

Depois tem Theme Hospital no Origin, basta entrar no site de venda do jogo, fazer login e clicar no botão pra ser adicionado a sua conta.

Depois tem brawlhalla, basta entrar no site oficial do jogo, colocar o seu e-mail e após alguns dias te enviarão uma key! O modo online desse jogo é viciante demais, mas é possível jogar sozinho também contra até três bots.

Depois tem Vanguard Princess no steam, basta você fazer uma nova conta no Playfire (Só pra novos usuários) ir em settings (tá em um menu que pra acessar basta por o mouse em cima das três linhas lá em cima do lado do seu nick), logar sua conta do steam e pronto, você irá receber uma cópia do jogo. =)

Deposi tem Dead Bits na steam, basta entrar nesse grupo (É necessário ser membro dele) depois entrar nesse site aqui, fazer login no steam, se certificar de que o seu perfil esteja como público e apertar em Redeem.

Depois tem Sins of a Dark Age no steam, basta entrar nesse site aqui, criar uma conta ou fazer login e clicar no botão amarelo de pegar key.

Depois tem The Culling of the Cows no steam, basta entrar nesse site aqui e por o seu e-mail.

Depois tem Chaos Domain no steam, basta entrar nesse site aqui e por o seu e-mail.

Depois tem MEMORIES OF A VAGABOND no steam! Basta entrar nesse site aqui e por o seu e-mail.

Depois tem Two Worlds Epic Edition na steam, mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, vá lá em cima em Profil / Keys e procure o botão pra ativar o jogo, depois faça login na sua steam e pronto, vai estar lá! Ò_Ò

Depois tem AKALABETH: WORLD OF DOOM no GOG, basta entrar nesse site aqui, clicar em Add to Cart, depois em Checkout Now, depois em Complete Order Now.

Depois tem The Journey Down Chapter 1, esse é em um site alemão, por isso você tem que entrar nesse link aqui, colocar nome, sobrenome e e-mail, note que o captcha deles pode ser chatinho, por isso digite com atenção, dois erros e o navegador vai começar a fechar a página automaticamente, fazendo com que você tenha que abrir em outro navegador. Depois é só esperar eles te mandarem um cupom por e-mail, ir até a loja deles e procurar pelo jogo, daí comprar e usar o cupom que te mandarem, que vai fazer o preço cair para 0 euros.

Depois tem Afterfall Insanity, basta entrar nesse site aqui, colocar o seu e-mail e seguir o procedimento.

Depois tem Dead Space no Origin, mas como está disponível apenas pra França, você terá que fazer uma mutreta pra fazer o site pensar que você o está acessando da França! Primeiro instale o aplicativo Hola no seu navegador, baixa entrar no site e clicar em "Get Hola, It's Free", dar permissão e instalar direitinho, observe que vai aparecer no seu navegador um símbolo de um foguinho. Agora entre no site do Origin, e clique no foguinho do aplicativo, depois clique no símbolo com várias bandeiras e então escolha "France", agora vai aparecer o Dead Space na página inicial, clique nele, depois é só clicar pra pegar o jogo e fazer login, pronto, você o terá no seu Origin!

Depois tem Sim City 2000 no ORIGIN, basta entrar no site do jogo, fazer login e baixar (Lembre de voltar o idioma pra brasileiro).

Depois tem Commander - Conquest Of The Americas no steam, ele é mais um dos jogos da coleção do site DLH, então basta você entrar nesse site aqui, se cadastrar, mudar a língua pra ALEMÃO, fazer login e depois clicar em Profil / Keys, daí baixar a tela até lá em baixo ver os jogos que você tem pra pegar, basta clicar no botão azul em frente ao jogo e fazer login no seu steam que automaticamente o jogo será adicionado a sua conta.

Depois tem Uriel's Chiasm na steam, pra pegar basta clicar aqui, apertar em CURTIR lá em baixo, colocar o seu e-mail e apertar em "Try to Win" pra aparecer a key! =D

Depois tem Anomaly Warzone na steam, basta você se cadastrar nesse site aqui, depois ir ao seu email, confirmar, terminar o cadastro colocando seu nick, e o que pedirem, daí ir ao seu e-mail de novo e terão te mandado uma mensagem com um link, você clica lá e depois é só entrar no site, clicar em "My profile", depois em "My Games" e você terá o jogo lá.

Depois tem um baita pacote com Postal, Numba Deluxe, Cobi Treasure Deluxe, Victim of Xen, PixelJunk Monsters e Speedball 2. Pra isso você vai ter que se cadastrar no site da GMG, faça login, depois lá em cima onde tem o seu nick no site, coloque o mouse em cima, e depois clique em Settings, então marque a opção "Send me emails with priority news on all the great deals, vouchers and new releases! " e aperte em SAVE. Os jogos serão enviados em até 72 horas. Só vale para novos usuários.

Depois tem Knightshift na steam, mais um jogo na DLH foi adicionado a lista com os outros, portanto é aquele mesmo sistema, faça login no site, clique lá em cima em Profil / Keys e vá lá em baixo na parte azul das keys, clique no botão azul do Knightshift pra adicionar a sua conta. Existe número de keys que vai sendo adicionado por tempo, então se o botão não aparecer, vai ter lá escrito em quanto tempo adicionarão mais, daí é só voltar.

Depois Pirates of Black Cove Gold no site alemão DLH, é normal ter problema em fazer login, e as vezes o problema é meramente alterar a senha, então basta você entrar nesse site aqui, se cadastrar, mudar a língua pra ALEMÃO, fazer login e depois clicar em Profil / Keys, daí baixar a tela até lá em baixo ver os jogos que você tem pra pegar, basta clicar no botão azul em frente ao jogo e fazer login no seu steam que automaticamente o jogo será adicionado a sua conta.

Depois tem The Flock para o acesso antecipado no steam, tudo o que você tem que fazer é preencher esse formulário, e no dia 31 de outubro te enviarão uma key do jogo.

Hearts of Iron IV + DLC's, pra isso você tem que se cadastrar nesse link aqui, se cadastrar, entrar em uma das facções, daí é preciso esperar receber um e-mail para confirmar a inscrição, e mais prêmios serão liberados de acordo com a quantidade de gente que for entrando.

Depois tem dois jogos da Spliplay, um site brasileiro de venda de jogos focado em títulos da America Latina, basta se cadastrar e depois procurar por Phoenix Force e então pelo jogo Face It. Daí adicioná-los a sua biblioteca, lembre-se de fazer isso, porque quando deixarem de ser grátis, já era. O Phoenix Force quando sair na steam irá enviar keys para o povo que pegou no Slitplay. Clique aqui para se cadastrar e pegarem os jogos.

Depois tem East India Company Gold Edition, basta entrar nesse site aqui, mudar a língua pra alemão, se cadastrar ou fazer login, e então em cima vai aparecer a opção Profile/Keys, clique lá e você vai ter o lugar para receber a key do jogo.

Depois tem um jogo híbrido chamado Chess the Gathering(CTG), mas esse é apenas um nome temporário do jogo, que ainda está sendo feito, mas já gera key para o steam mesmo, ele é como se fosse um jogo de xadrez usando regras semelhantes às de Magic The Gathering, ou seja tem cartas e peças, além de tabuleiros bem surreais. Para conseguir primeiro você tem que ir ao site do jogo e colocar seu e-mail, depois ir ao seu e-mail e confirmar clicando no link, então você receberá um segundo e-mail, nele terá um novo link, que você clica e aí vai para uma página onde no topo vai estar sua key para steam, então vamos lá, comece clicando aqui. (Como o jogo ta em testes ainda, vale a pena ver o vídeo tutorial se você for jogar logo, pois ainda não tem tutorial dentro do jogo).

Depois tem outro jogo da Steam, o Enclave, basta entrar nesse site aqui, se cadastrar e receber por e-mail uma key da steam! =D

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Fully Loaded Bundle - Um pacote bem variado de jogos

A bundle stars costuma fazer pacotes temáticos, no entanto dessa vez ela optou por fazer um pacote realmente muito variado, e assim é normal todos os gostos acabarem se atraindo, já que o preço é realmente muito barato, fica fácil querer pegar o pacote por algum jogo em específico e ainda economizar uma baita quantidade de dinheiro, e mesmo assim ainda são dez jogos! Confiram:

Wrack - Aquele jogo radical que parece um DOOM feito em desenho animado, muito divertido mesmo.

Dark - Esse foi o jogo que fez esse pacote me chamar a atenção, ele é do gênero Stealth e você assume o papel de um vampiro.

BlazeRush - Jogo de corrida que vai fazer os fãs de Rock'n Roll Racing ficarem loucos, é considerado por muitos como a sequencia espiritual do jogo.

Onikira: Demon Killer - Jogo com forte estilo japonês, te colocando no papel de um samurai em combates estilosos e altamente sangrentos.

Super Toy Cars - Aquele simpático jogo de corrida de carros de brinquedos, te colocando em cenários cheios de objetos "gigantes" como latas de comida e bolas de bilhar.

Magnetic By Nature - Jogo de plataforma  e exploração, daquele estilo relaxante, com visual super limpo  e aquele toquezinho único de se mover por cenários "voando" graças a elementos magnéticos.

Silence of the Sleep - Jogo sombrio pra caramba, que naturalmente fará os fãs de Silent Hill terem uma sensação de que já passaram por isso, mas com um visual fantástico em 2D, com muitas silhuetas e movimentos super bem feitos de personagens.

The Joylancer: Legendary Motor Knight - Jogo de ação super agitado, que faz homenagens a jogos antigos, e mostrando variação nos gráficos, apresentado em preto e branco e coloridos.

The Detail Episode 1 - Jogo de aventura com toque noir, mostrando elementos em preto e branco, e mantendo de forma muito forte o climinha de história de detetive dos anos 30.

Z - Baita jogão de estratégia antigo, onde você deve capturar bases inimigas para conseguir dominar todo o cenário.

Quem se interessar é só dar uma olhada no site de venda.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Gravity Ghost - Um relaxante jogo surreal

Essa é uma daquelas obras que você rapidamente sente o quanto é artístico, o quanto tem aquele toquezinho todo especial que o torna diferente e que faz parecer a obra ter sido criada a mão, de tão intenso o carinho que você percebe que foi usado para criá-lo, apesar disso é um jogo que pesa um pouco em suas apresentações e pode ter a jogabilidade um pouco comprometida por alguns dos loadings que as vezes fica um pouco extenso demais.

A história se passa durante a década de 40 e você controla uma garota que acha uma pacífica raposa e começa a cuidar dela, no entanto certo dia o animal é levado. A história se passa boa parte de forma simbólica, sendo assim é aquele tipo de jogo com um certo toque psicológico, envolvendo também espiritualidade. Você parte através de galáxias, atrás de sua raposa, e vai encontrando outros seres pelo caminho.

A jogabilidade é muito gostosa, apresentando diversos planetas no espaço e você deve usar a gravidade deles para se movimentar, saltando e se movendo através do cenário enquanto se aproxima desses planetas que te puxam. Isso por si só já é algo que mantém um tanto entretido, é gostoso movimentar a personagem e a ver girar enquanto você tenta conseguir um controle e acertas determinados ambientes.

Enquanto vaga, você precisa conseguir uma estrela, que abrirá uma porta, e assim poderá sair do lugar, e há diversos elementos muito divertidos que vão sendo adicionados como por exemplo os "planetas" de vidro, que você tem que pousar suavemente em cima deles, ou estouram, mas em compensação há sempre bônus dentro, flores que farão o cabelo de sua personagem ficar cada vez maior.

Ao passar de fases, há um mapa para você escolher o próximo lugar, sendo que as vezes esse mapa se divide, e nesses caminhos há os "Animais Espirituais", que você precisa reunir corpo e alma, portanto é preciso achar onde está a alma do animal, capturá-la, e depois retornar até a fase onde está o seu corpo e unir os dois.

O visual dos personagens parece o de um desenho bem feito por crianças, ou seja, apesar de você ver que é digno de desenhos pintados, não é algo mal feito, é como aqueles desenho que crianças talentosas fazem, cheia de detalhes, é bastante fofinho e tem também muitos efeitos adicionados em elementos, deixando tudo muito bonito.

Enfim, esse é um ótimo jogo para se passar o tempo e que certamente tem uma atmosfera gostosa e relaxante, perfeito para quem quer algo bastante suave. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

A terra em que Deus mentiu - Capítulo 16

Esse é um conto interativo onde após a leitura de cada capítulo, os leitores votam na decisão que o personagem tomará para a continuação. Antes de começar, leia o que veio anteriormente:


Por favor, leiam e apontem qualquer erro de português ou digitação, não precisam dizer em que linha está, apenas escrever o trecho e o acharei, isso garantirá que leitores que venham depois, possam ter uma leitura mais agradável.
Eu estava sem internet e estava apenas dando retoques em matérias que já estavam programadas para sair, sendo assim tava ruim pra postar capítulo novo, mas estou de volta.

Capítulo 16

Sinto frio, estou tremendo, não sei o que está acontecendo, é como se eu estivesse caindo em meio ao vazio, eu estou delirando? Isso é um sonho? Está tudo negro, eu não posso ver... Eu... Sim, me lembro agora, do Mestre de Casa, ele estava me torturando? Era isso? Tinha também outra pessoa lá... Quem era?

Eu abro os olhos assustado e imediatamente levo minha mão à face, não sinto dor, apenas arde, mas percebo que já não tenho mais meu olho, estou confuso, ele foi arrancado? Não... Lembro da agoniante sensação de senti-lo bater em minha bochecha. Merda... Eu estou cego? Estou confuso... Não, eu estou vendo, estou vendo meus pés, que lugar é esse?

Eu me sento, preciso me acalmar, preciso por minha cabeça no lugar, não posso surtar, tenho que me orientar. Eu sei que posso ser mais forte que isso, a vida é assim no Reino, pessoas perdem o tempo todo, chegou a minha vez, eu sabia que isso poderia acontecer quando eu chegasse em Xibalba, preciso respirar fundo e me concentrar, manter o foco. Já vi muita gente enlouquecer com as coisas que acontecem aqui, mas sei que conseguirei sobreviver.

Fecho os olhos, vamos lá... Meu nome é Acarium e eu fui contratado para entrar nessa cidade e resgatar uma mulher que está aqui há muito tempo, o trabalho era suicida, mas com um prêmio mais do que importante pra mim. Consegui entrar como escravo, o que foi assustador, mas sempre soube que eu poderia sair, estudei a cidade inteira, mapas, famílias, tudo. Infelizmente as coisas não deram tão certo, mas a sorte sorriu, sei que poderei sair daqui, apenas tenho que convencer Ensis a me ajudar e se ajudar. Eu perdi um olho, isso é horrível, mas não posso ter pena de mim, sei que sou forte o suficiente para aturar isso, não posso pensar em como tudo poderia ter sido diferente, as coisas são como são.

Muito bem... Estou focado, agora preciso analisar o momento. Abro meus olhos, me sento, estou em uma cama de madeira sustentada por correntes na parede. Isso não é a prisão, guardas me levaram? É algum tipo de sala de tortura? Aquele Mestre de Casa me trouxe aqui? Há sangue por toda parte, é meu? Alguma outra parte minha foi retirada? Não... Posso ver que estou inteiro, mas não sinto a dor que deveria sentir, talvez eu tenha ficado desmaiado por dias, ou talvez apenas um instante. Esse quarto é escuro, ouço vozes lá fora, alguns gritos de horror, nem todos os sons vem de humanos.

Droga! Preciso focar em um pensamento apenas, vamos tentar novamente, o sangue não é meu, pelo menos não ao todo, há por toda parte, pela forma que está espalhado, não parece ser resultado de um ferimento. Como não sinto dor, deduzo que isso seja Ouro Rubro, sangue de criaturas aladas, com efeitos curativos mágicos. Sim, é isso... Então alguém cuidou de mim? Agora estou lembrando, vim andando até esse lugar, eu estava seguindo alguém, era Ensis! Ela pediu para que eu ficasse aqui.

Estou com medo, mas tenho que manter o foco, vejo em meio a escuridão, a porta se abrindo lentamente e uma mão surgir, segurando em sua beirada. Logo depois, vejo o rosto de um jovem homem. Minha visão está um pouco desfocada, ele me olha com seriedade, e então se aproxima, observo em suas roupas. As cores são vermelho e marrom, representando a casa de Ogumir, a mesma de Ensis. Ele fala:

-Você acordou.
-Sim, quem é você?
-Sou amigo de Ensis, eu cuidei do seu ferimento.
-Obrigado.
-Mas então, o que aconteceu?

Meu coração bate acelerado, não sei quem é ele, no entanto o meu modo de agir pode comprometer a conversa, parece amigável, mas estou perdido para fazer julgamentos. Levo minha mão ao olho e simulo estar sentindo dor. Logo digo:

-Estou meio perdido, desculpe, acho que vou vomitar. O que aconteceu?
-Ensis te trouxe a esse lugar, cuidei de seu olho com Ouro Rubro.
-Cadê ela?
-Ela está...

Nesse momento uma gritaria mais alta do que o comum se inicia lá fora, várias vozes que gritam por algo, entre elas é possível ouvir coisas como "Rulter morreu!" e "Mestre de Casa foi assassinado!". Isso chama a atenção tanto minha, quanto do homem, que se levanta, e diz:

-Eu volto logo, fique aí.

Quando ele sai, vou até a porta, percebo que a tranca parece ter sido arrombada, lembro de Ensis saindo e me ameaçando, falando que se eu fugisse, ela me torturaria, no entanto me pergunto se eu realmente deveria ficar aqui.

1 - Ficar
2 - Fugir

Votem até meia noite de hoje pessoal, mais uma vez desculpem a demora, por favor apontem os erros. Essa história se passa no mesmo universo do livro O céu não existe.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

domingo, 25 de janeiro de 2015

Dungeon of gain - Um belo jogo de aventura medieval

Esse é um jogo que joguei ainda em seu acesso antecipado, portanto acabei topando com uma quantidade surpreendente de bugs, que me deixaram um tanto frustrado, mas que devido ao seu estado beta, não é justo julgá-lo por isso, até porque é o tipo de jogo em que rapidamente você começa a gostar do que é apresentado, afinal de contas tem aquele toquezinho todo especial fofo e com jogabilidade facílima de se pegar.

A história apresenta uma boa cidade conhecida por seus mercadores, mas que um dia uma caravana leva uma notícia que surpreende habitantes de fora, a cidade foi atacada por uma força misteriosa que a destruiu, fazendo com que os seus cidadãos fugissem ou ficassem perdidos em meio ao caos e naturalmente promessas de recompensas para heróis que se aventurarem pelas ruínas são prometidas, e é então que entra você!

O jogo começa com a escolha de heróis de classes diferentes, onde cada um tem o seu estilo próprio de jogo e vantagens e habilidades próprias, então depende do jogador que vai assumir o controle, e da experiência que ele está afim de ter naquele momento, e após isso é algo que vai muito direto ao ponto, te colocando nas ruínas da cidade.

Como o jogo trata-se de um Roguelike, você verá masmorras geradas de forma aleatória, o que é ótimo, pois naturalmente as experiências irão variar toda vez que você começar uma partida nova. Simplesmente não dá para saber o que vai ter atrás da próxima porta, e se vão ter diversos monstros vindo de lados diferentes na próxima encruzilhada.

Um dos elementos presentes, são os turnos, portanto para qualquer ação sua, é usado um turno, sendo que todos os personagens do jogo tem turnos simultâneos, ou seja, se você ficar parado, os inimigos também ficarão quietinhos, ficando por sua conta saber o momento certo para atacar ou fugir, sendo que é possível abrir e fechar portas. E os ataques são automáticos, você só precisa ir pra cima dos inimigos.

O visual é realmente muito fofinho, com uma câmera com visão aérea e um design em 2D que você facilmente vê que foi feito com um carinho todo especial, é bem fácil ficar fascinado e ajuda muito em fazer você gostar do jogo, ainda mais com uma jogabilidade simples.

Enfim, Dungeon of gain é um jogo muito agradável e que os fãs de aventura medieval irão facilmente se interessar, vale muito a pena! Se você quiser dar uma conferida é só visitar o site oficial da desenvolvedora do jogo para mais informações.

Dá uma ajuda compartilhando? =)

sábado, 24 de janeiro de 2015

Goosebumps - A série que trouxe terror a muitas crianças

O terror é algo que naturalmente causa a curiosidade, a forma de como acontece algo que não é normal sempre acompanhou a humanidade, afinal de contas mesmo antes dos livros, as histórias de assombração ou de coisas muito macabras sempre despertaram aquela sensação incrível, você sabe do que estou falando não é? Aquela vontade de saber mais detalhes, de descobrir o que aconteceu, e o pensamento sobre “O que é isso?”, é simplesmente muito gostoso. É claro que nem todos gostam de coisas relacionadas a terror, algumas pessoas tem pesadelos horríveis e procuram se afastar, e algumas histórias podem não ser nada apropriado especialmente para crianças, mas a série Goosebumps é uma verdadeira maravilha que dá um gosto todo especial a vida, sem chegar ao ponto de perturbar, e muita gente teve o prazer de usufruir dessa maravilha quando criança, ou mesmo depois.

Eu lembro que quando eu era criança, dizia que R.L. Stine era o meu escritor favorito, e aposto que muitos outros falavam o mesmo, isso porque ele conseguia colocar em um livro a emoção que eu realmente queria sentir ao ler, não era qualquer obra que me despertava aquela sensação de querer saber o que estaria por vir depois, mas os livros dele me deixavam fascinado demais, apesar de que infelizmente era um verdadeiro sacrifício conseguir as obras, mas valeram a pena.

Os livros da série Goosebumps começaram a ser publicado em 1992, e nessa época eu não tinha nem ideia disso, pois além de ainda não terem sido lançados no Brasil, eu só realmente me tornei um fã, anos depois, com o lançamento do seriado. Aquilo era algo que me deixava maravilhado, usando o formato da série Além da Imaginação, onde cada episódio apresentava uma história de terror que não assustava ninguém, mas era simplesmente muito gostoso ver aquele climinha sombrio e como toda criança, era mais fácil se identificar com algo em que crianças são os personagens principais. Os episódios de Goosebumps eram uma baita inspiração.

Para o meu azar, assistir não era nada fácil, afinal inicialmente passavam na Fox Kids, e eu não tinha TV a cabo, sendo assim eu ia descaradamente até a casa da minha vizinha e arrumava a maior treta com ela, já que ela queria assistir o jornal, mas como eu era um menininho fofinho e irresistível, ela as vezes se deixava seduzir pelo meu charme e passava o controle remoto Ò__Ò. Tempos depois a série passou a ser apresentada na globo, e aí a dificuldade era conseguir sair correndo rápido o suficiente da escola pra pegar o final dos episódios, ou com muita sorte, assistir desde o começo.

E aí veio a época dos livros, aquilo deveria ser 1999 por aí, a editora abril publicou dez livros de uma vez, que saíram em bancas de revistas, era tão baratinho (apenas R$ 3,50 ) e eu queria tanto ter todos, mas para o meu azar, nunca consegui. Minha mãe não gostava nem um pouco das capas e descrições falando sobre terror, ela dizia que eu ia ter pesadelos, então não liberava a grana pra isso, então eu tinha que conseguir cada moedinha e tentar ao mesmo tempo manter o dinheiro para outras coisas da época, como a Revista Dragão Brasil e todo o conteúdo da era em que pokemons eram demônios, ou seja, era um sufoco e no final eu devo ter conseguido apenas metade da coleção, e acabaram saindo das bancas.

Anos depois, outra empresa lançou mais livros de Goosebumps no Brasil, eu lembro que fiquei louco quando vi em uma livraria, pois já era minha adolescência e eu sabia que ia poder comprar, bom... Isso até ver o preço né? Kkkkk, R$25,00 cada livro da série, o que me desanimou completamente e acabei não pegando foi nenhum, afinal depois que você tem disponível por R$3,50 não é muito animador pagar uma grana tão mais alta, mesmo sendo títulos diferentes (A série original tem 62 livros).

E assim o tempo passou e essa maravilha acabou ficando na memória, muitas coisas relacionadas a Goosebumps e não tão conhecidas no Brasil foram publicadas, indo desde Video Games a Jogos de Tabuleiro, e mesmo não me esforçando para comprar produtos da marca, me considero um fã e tenho um carinho muito especial. E vocês? Assistiram Goosebumps em alguma época de suas vidas?

Dá uma ajuda compartilhando? =)

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A ordem hermética da aurora dourada

O ocultismo é algo muito comum na cultura humana, enquanto normalmente a maioria de um povo segue determinada religião ou algo do tipo, há aqueles que procuram seguir caminhos alternativo, adorando entidades diferentes e naturalmente bem mais misteriosas. Obviamente é algo que também é visto por muitos com mal olhos, mas é inevitável não causar curiosidade, e hoje vou falar exatamente sobre uma dessas sociedades, a “A Ordem Hermética da Aurora Dourada”.

Quando se fala em ocultismo, muita gente vê automaticamente como algo relacionado ao satanismo cristão, mas esse é um pensamento bem errado, visto que diversas crenças nada tem a ver com o cristianismo, inclusive muita coisa veio bem antes do que o cristianismo. Esse pensamento parece ser mais como uma forma de defesa do tipo “Se não faz parte do que sigo, e obviamente o que eu sigo é certo, então é claro que estão seguindo a parte sombria da minha religião, ou seja, adorando Satanás!”, mas tem pessoas que realmente nem pensam no diabo ou qualquer coisa cristã, apenas seguem regras diferentes para crenças diferentes.

Para alguns pode ser inclusive estranho imaginar que hajam pessoas que REALMENTE acreditem em certos rituais que fazem e entidades que seguem, pois pode ser um pouco complicado se colocar no lugar de alguém assim, que imagine uma realidade espiritual completamente diferente, onde não haja o paraíso cristão, mas sim outro tipo de lugar e a pessoa leve de verdade a sério aquilo, acredite de coração que vá pra lá. O que de certa forma não deixa de ser verdade, já que o ocultismo é algo que pode ser atraente e apenas uma fase pra muita gente, que no fundo não acredita de verdade, apenas está curioso e logo cai fora. No entanto existem aqueles que realmente acreditam, algumas pessoas nasceram e foram criadas e educadas sobre ocultismo.

Desde sempre isso aconteceu, pequenos grupos que se reúnem, em determinadas épocas da história da humanidade essas pessoas tiveram que se esconder para seguir suas crenças, e até mesmo hoje em alguns países é preciso fazer às escuras. E sempre vai ter essa gente por aí, algumas crenças duram pouco, outras duram milênios.

Durante o século XIX, o ocultismo ocidental estava bastante pálido, enquanto diversos elementos orientais cada vez pareciam mais charmosos, como por exemplo Shangri-La, e na década de 1880 houve um movimento em resposta a isso, procurando revigorar diversos elementos ocultos ocidentais, surgindo assim a Ordem Hermética da Aurora Dourada.

Esse foi um verdadeiro marco histórico para o ocultismo porque reunia diversos rituais e ensinamentos de crenças ocultas variadas e era algo muito bem estudado e adaptado. Essa ordem valorizava muita coisa e as utilizava de uma forma harmônica o suficiente para atrair variados tipos de pessoas, sendo a maioria da classe média. Na década seguinte surgiu o primeiro templo, seguido por outros sete. Para aqueles que se sentem melhores em ter crenças relacionadas ao universo e harmonia com a natureza, isso foi muito bem vindo e puderam se sentirem casa, sentir que estavam seguindo algo mais "puro", que os conectava diretamente ao universo.

A coisa era bem incrível, pois praticamente era uma escola de magia, valorizando o universo e que exigia muito estudo das pessoas e apresentava coisas que tinham muita lógica. Então imagine de repente você participar de uma sociedade que faz rituais mágicos realmente bem trabalhados e com filosofias que te fazem grande sentido? Muitos ficaram fascinados.

Apesar disso, a ordem começou a sofrer bastante com problemas internos envolvendo o poder, e isso levou ao seu fim no começo do século XX, mas ela não acabou de vez, ao invés disso se quebrou em várias outras ordens, que continuam surgindo até hoje, sendo assim extremamente influentes e com diversos grupos que se dizem a verdadeira continuação da ordem original, inclusive com trabalhos muito bem elaborados também.

Existem ordens que seguiram mais para o lado da ciência e hoje em dia misturam ciência e magia, exigindo profundos estudos de seus membros. Claro que é algo que pode ser visto como bobagem para muitos, mas se você pensar bem, para pessoas da era medieval, a energia elétrica hoje em dia poderia ser vista como magia facilmente. Então algumas ordens estudam aspectos do universo e relacionam a ensinamentos mágicos, algo semelhante ao que a Criptozoologia em relação a animais sobrenaturais.

Um detalhe interessante é que muitos dizem que essa acabou se tornando uma sociedade secreta, e das bem sombrias. Isso porque um dos motivos de seu fim, foram várias denúncias em relação aos seus rituais, e também a membros nada bem vistos pela sociedade, como por exemplo, Aleister Crowley, que é considerado como o “Homem mais perverso do mundo” e foi um membro ativo.

Enfim, a influência dessa ordem foi muito intensa e hoje em dia continua a influenciar, é visto por muitos como algo bastante maligno, e por outros como um verdadeiro símbolo revigorante em relação a “comunidade mágica”. Eu acho que há toda uma beleza nisso, me faz sempre lembrar obras que tanto amo relacionadas a magia de uma forma pura. Mas e vocês, como se sentem em relação a essas comunidades mágicas que seguem de forma realmente séria as coisas por aí? Acham que é coisa do capeta? Acham atraente? Ou tem outra visão? Agora vamos terminar a matéria com um climinha sonoro mágico:

Dá uma ajuda compartilhando? =)

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Zombie Dice - Um jogo simples e muito satisfatório

Vez ou outra você passa por aquele momento em que tem muita coisa pra fazer, porém está com preguiça de fazer tudo, algumas são complexas demais e parecem exigir bastante, se tornando naturalmente cansativas, por mais que sejam divertidas, enquanto outras simplesmente parecem não divertir o suficiente, então uma das opções é ter um meio termo, e os Dice Games são ótimas opções para isso! E hoje vou falar sobre uma dessas maravilhas que podem entreter bastante.

Zombie Dice é um título onde realmente só se usa dados e o máximo que se tem que fazer além disso é usar algo para marcar ou anotar os pontos de cada jogador, mas mesmo assim podem simplesmente ser decorados. Aqui você não é o bonzinho da história, mas sim o vilão, e assim assume o papel de um zumbi pronto para fazer um lanchinho.

As regras são bem simples, existem três tipos de símbolos nos dados, o de cérebro, que indica que o jogador conseguiu devorar um, o de tiro, que indica que a vítima reagiu e deu um tiro no jogador, e o de passos, que indica que a vítima conseguiu fugir. A cada rodada o jogador deve pegar três dados sem olhar e lançar, e assim ver o que ele conseguiu dos três. Se ele tomar três tiros, perde tudo, caso o contrário, ele pode pedir para continuar procurando vítimas, e assim pega mais três dados e lança, mas é um risco, pois os tiros são cumulativos, então se na primeira rodada ele levou um tiro, e vierem mais dois, ele perde todos os cérebros que conseguiu acumular.

Existem também as cores, sendo verde (fácil), amarelo (médio) e vermelho (difícil). E cada um desses dados tem uma quantidade maior ou menor de cérebros e tiros, por exemplo os vermelhos tem bem mais tiros em suas faces. E quando cai um símbolo de passos, e a pessoa decidir continuar jogando, esse dado dos passos irá ser somado aos próximos pegos até dar três dados. Por exemplo, a pessoa joga e dá dois cérebros e um dado de passos e ela diz “Vou continuar”, e assim ela pega esse símbolo de passos e mais dois dados pra jogar.

Graças ao sistema de cores, o jogo se torna estratégico, pois se a pessoa joga e caem dois passos verdes, ela sabe que são dados fáceis e assim é melhor pra arriscar, por outro lado se forem dois dados vermelhos de passos, sabe que mesmo que dado que falta para completar 3 seja verde, a jogada será complicada.

O pacote vem com um recipiente e treze dados, e um panfleto onde vem as regras, como tudo é relativamente simples, é o tipo de jogo que não tem problema você comprar a versão internacional, pois tudo é bem simbólico, então se não souber inglês, não é um problema. Dá para achar o jogo por menos de vinte dólares, mas foi lançado no Brasil também e é possível achar na média de 40 a 50 reais.

Então fica aí a dica, esse é um jogo fácil e que gera uma tensão muito divertida, especialmente quando se está chegando ao final. A sensação de apostar e esperar que caiam cérebros é muito legal e naturalmente gera gritaria, é possível jogar com duas pessoas, mas é daquele tipo que com mais jogadores é bem mais legal.

Dá uma ajuda compartilhando? =)