Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Você sabe o que é uma obra Cult? Descubra!

Vez ou outra nós vemos uma obra sendo classificada como CULT, e muitos sabem exatamente o que é, outros veem de uma forma um pouco equivocada, enquanto há também aqueles que apenas ignoram ou perguntam "Mas que diabos de frescura é esse negócio de Cult?!" e é exatamente sobre esse tema que vou falar hoje! =D

A palavra cult em inglês significa culto, mas não se refere exatamente ao sentido próprio da palavra quando se classifica uma obra dessa maneira, por exemplo pode ser um filme completamente bizarro, ruim e sem sentido, mas ao mesmo tempo pode ser uma obra inteligentíssima e com uma profundidade incrível que leva pessoas a discutirem sem parar sobre certos aspectos.


O cult é referente a obras que ganham destaque e podem ou não ter sido um sucesso, ele está presente tanto na cultura pop quanto na cultura underground, e é muito encaixado em subgêneros, por exemplo se você pegar o Cyberpunk como base, encontrará uma enorme quantidade de obras, mas apenas algumas delas são cult, como Shadowrun, Akira e H+.

Normalmente o cult se refere a universos que causam um algo a mais, podem ser expandidos, é fácil se pensar que Cult é apenas referente a obras robustas que tem um certo conhecimento geral, mas não foi realmente lido, assistido, jogado por todos, mas é um pensamento errado. O cult pode ser encaixado na cultura pop, como por exemplo Matrix ou Star Wars, que é algo cult em um nível muito maior, afinal de contas se você não assistiu, logo perguntarão "Como assim você não assistiu Star Wars?", há toda uma subcultura de sabre de luz, e a força. O mesmo com O senhor dos anéis, eles são cult e não são nada sombrios.

O aspecto de grande universo onde novas coisas podem ser apresentadas baseadas nas regras apresentadas inicialmente, e onde fanfics podem surgir, gerando fóruns e encontros mesmo muitos anos depois da obra ter chegado ao fim, é algo que definitivamente contribui para algo ser CULT, não importa o quanto aquilo seja famoso.

Mas certamente coisas sombrias e robustas são o que mais se destacam, aquelas coisas que são pequenas obras primas e ninguém fala sobre como por exemplo Cidade das Sombras ou System Shock 2. Isso leva as pessoas a se sentirem especiais por conhecerem aquilo e outras não, especialmente aqueles que gostam de ser underground, se sentem bem em falar de algo e verem os outros se surpreendendo por nunca terem ouvido falar.

Até mesmo certos grupos de obras podem ser vistos como CULT, como por exemplo os Mitos de Cthulhu, são algo que tem o seu grupo de fãs, mas não é estrondosamente famoso, mesmo assim é um universo super robusto e que vez ou outra se vê conhecedores dele, fazendo muita gente se surpreender quando vê o quanto é algo gigantesco e que não está a vista para todos, ou seja Lovecraft acaba se tornando cult.

Uma coisa não deixa de ser cult, apenas varia entre a cultura pop e cultura underground, sendo assim algo pode ser muito sombrio em uma geração, e começar a ganhar tanto destaque que se torna cult na cultura pop, um bom exemplo é o próprio Senhor dos Anéis, que antes dos filmes era cult de maneira underground e depois virou pop, mas com o passar das gerações pode acontecer o contrário também, afinal o público muda e as coisas vão sendo esquecidas, algo super famoso pode ir para o mundo underground e virar aquela coisa do tipo o Adventures of Superman, a série que todo mundo conhecia nos anos 50 e hoje ninguém sabe que diabos é, mas em meio aos fãs do herói, é uma obra cult.

Porém não é preciso ser algo bom para ser considerado cult, as vezes algumas obras são tão ruins e absurdamente toscas, que se tornam cult, sendo alvo de piadas e gerando falatório e até mesmo fãs que reassistem diversas vezes só para destacar as tosqueiras. Mas é preciso lembrar que é diferente o "tosco" do "tosco proposital", muitas obras são feitas de forma ridícula porque os criadores quiseram que fosse assim, como O pneu assassino, mas mesmo que algo seja proposital, também pode acabar se tornando cult.

Enfim, tá aí mais uma classificação muito usada e que se vê um bocado de gente dizendo "Não sou culto, sou CULT", o que é realmente algo que não se pode confundir, pois muitas vezes a pessoa sabe demais sobre obras que chamam muito a atenção, mas no fim das contas é um oceano de cultura inútil hahaha. Mas claro, isso não é regra e existem muitos cults cultos por aí, obras profundas como o livro de Laranja Mecânica por exemplo são consideradas cults cultas.

Nenhum comentário: