NFTs deram um sustinho na SEGA com a reação do público Ocidental

A moda dos NFTs conseguiu dividir opiniões, como expliquei na matéria em que explico sobre, e muitas empresas decidiram se dar muito bem com isso, assim como teve quem foi bastante contra. No entanto em meio à gritaria, também tiveram aquelas que foram cautelosas. Um exemplo é a SEGA, que se empolgou, mas diferente de outras, se assustou quando viu a reação do público.
 
A popularização da tecnologia fez com que empresas tivessem suas próprias posições, o Ubisoft Quartz, que foi atacado de todas as formas fez a Ubisoft dizer que não iria se intimidar e que trouxe a coisa pra ficar. Já a Square Enix foi mais ousada e fez uma polêmica carta de ano novo falando muito bem da tecnologia, e a SEGA preparou seus investimentos, mas quando viu a reação do povo, logo se manifestou em uma reunião para acionistas, dizendo:
 
"No que diz respeito aos NFTs, gostaríamos adentrar em diferentes experimentos, e já começamos a fazer estudos, embora ainda não haja nada decidido sobre P2E (Play-to-Earn). Já fizemos anúncios sobre isso no Ocidente também, mas muitos usuários não gostaram da notícia."
 
Essa tecnologia dividiu bastante as opiniões por aparecerem muitas empresas centrando os jogos no lucro da coisa, o que irritou alguns gamers. E também tem aquelas que usaram a tecnologia pra conseguir vender coisas mais simplórias, as NFTs screenshots de Castlevania vendidas pela Konami.

Postar um comentário

0 Comentários