Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 8x03

Esse é um especial onde faço uma comparação entre as diferenças entre os episódios da série The Walking Dead e as edições da revista em quadrinhos The Walking Dead. Caso você queira ver a lista de episódios de todas as temporadas, pode conferir aqui:


Se o que você está procurando é onde conseguir ler The Walking Dead, saiba que a revista em quadrinhos foi lançada no Brasil e pode ser encontrada por preços bem bacanas com vários outros conteúdos da franquia. Quando foi lançada por aqui a franquia não era conhecida, então o nome ficou como "Os Mortos Vivos". Se você ainda não assistiu, saiba que obviamente eu vou comentar sobre quem morreu. Mas chega de papo e agora vamos para a comparação!

Antes de tudo é necessário lembrar quem é Morales, esse personagem que surgiu do nada apontando uma arma para Rick, ele fazia parte do primeiro grupo em Atlanta, tinha uma mulher, uma filha e um filho. Foi ele que disse que precisava ir para outro lado porque tinha uma família para cuidar e não podia se arriscar.

Aqui ele aparece de volta e pelo o que contou perdeu toda sua família até os Salvadores aparecerem para lhe dá uma nova opção de vida. Esse personagem não aparece nos quadrinhos mas se assemelha um pouco com o personagem Allen, que por sua vez não tem na série. Porém Allen não se torna um vilão, ele morre, deixando filhos gêmeos para trás.

Aliás, Daryl tomou duas atitudes meio bizarras nesse episódio, não? Matar dois personagens assim do nada? Especialmente personagens que tinham cara de que não deveria morrer, o primeiro foi Morales, depois de SETE temporadas ele aparece de novo pra que? Pra tomar uma flechada? E o outro maluquinho lá? Aquilo foi esquisito, parece a mudança brusca e chatíssima que fizeram com Carol depois de desenvolver pra caramba a personagem.

As cenas de Morgan perturbado é algo que também não achei no ritmo certo, na HQ ele simplesmente fica pirado depois que seu filho morre e aí passa a agir desse jeito. Na série ele fica pirado, depois vira um santo, depois fica pirado de novo. No entanto essa segunda piração achei meio brusca, espero que fique dessa vez.

Porém as cenas em si dos prisioneiros sendo levados não existem, no entanto algo semelhante é o fato de que nem todo mundo que vive com Negan é mal, algumas pessoas apenas tem medo e não tem opção, por isso acabam fazendo qualquer coisa que ele manda fazer. Às vezes é mesmo complicado decidir quem vive, quem morre e os personagens ficam nesse dilema, mas não exatamente esse jeito aí.

Gregory acaba ficando mesmo no Alto da Colina, porém ele não vai até os Salvadores e depois consegue fugir, simplesmente o povo vai deixando de acreditar nele cada vez mais até que se torna meramente um ninguém no meio deles. Mas realmente existe uma política de misericórdia, porém não é Maggie que dá o primeiro passo e sim Rick, só que isso é algo que vem depois.

As cenas com Ezekiel foram sem graça pra caramba ein? Parecia um backstreet boy dando um show durante o episódio todo kkkk, o final foi bem repentino. Essa é uma parte referente apenas a alguns dos combates aleatórios da HQ mesmo, nada realmente marcante.

Basicamente essas são as diferenças. Mas e aí, o que acharam do episódio? O que acharam da ideia do Reino? Se empolgaram com algo tão diferente? Ou acharam uma tosqueira louca? E se você estiver afim de ler as HQ's de The Walking Dead, pode dar uma conferida aqui.


Nenhum comentário: