Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Blumhouse Productions | Terror barato, porém charmoso!

Se você é um fã de filmes de terror, certamente já assistiu algum filme da Blumhouse Productions. E hoje vou falar exatamente sobre como você deveria olhar com um pouco mais de atenção para esse estúdio, pois em meio a tantos filmes de terror horríveis, esse pode ser a diferença entre assistir algo interessante ou um filme horroroso.



Indo direto ao ponto, acho que todo fã de filme de terror sabe que a maioria dos filmes são toscos. Chega a impressionar a falta de vontade dos criadores. Ou talvez seja só um gênero barato que vende, e por isso nem ao menos se esforçam em fazer algo bom, pois  qualquer porcaria que criarem, vai vender.

Sendo assim, se você é fã, provavelmente já viu dezenas ou até centenas de filmes completamente desacatáveis. São efeitos especiais ruins, maquiagem tosca, os atores nem se fala né? Uma desgraça, ator famoso não aparece em filme de terror barato não, só se for antes da fama como Kevin Bacon em Sexta-Feira 13, ou Johnny Depp em A Hora do Pesadelo.

E em meio a tanto filme ruim, o Blumhouse começou a me chamar a atenção, primeiro por ter uma vinheta macabra em uma casa assombrada que me lembra muito a do curta metragem Dare. E depois porque notei que a maioria dos filmes que tinham o dedo desse estúdio eram no mínimo esforçados pra fazer algo diferente.

Antes de tudo, já aviso, não estou falando que eles só fazem obras de arte, mas acredito que fazem filmes de terror com dignidade. Ao invés de pegarem sempre a mesma ideia do grupo de adolescentes transando na floresta antes de começar a chacina, tentam inovar. Mesmo as ideias clichês dele são com diferenciais que dão um toque especial na coisa.

Apesar de ser uma empresa criada em 2000, seu primeiro filme só foi ao público aberto em 2009. E que se tornou o filme mais rentável da história, não o mais lucrativo da história. Não que tenha sido o que mais lucrou, mas o que mais multiplicou o investimento. Por exemplo, um filme de baixa bilheteria é O Exterminador do Futuro Gênesis custou 155 milhões e gerou 440 milhões de dólares. Pouco menos que o triplo.

Agora um exemplo de alta bilheteria é Jurassic World, que custou 150 milhões e gerou 1,5 bilhão de dólares, se tornando o filme mais rentável de 2016 com um retorno dez vezes maior do que investiram. Normalmente para ser um sucesso de bilheteria a coisa é definida no final de semana de estreia, onde boa parte da grana investida tem que voltar.

Já o filme da Blumhouse que estou falando, é o tão falado Atividade Paranormal, que custou 15 mil dólares (eu disse MIL e não milhões), ou seja, a tua mãe podia pegar um empréstimo e bancar esse filme. Se formos pegar Jurassic World como base de sucesso de bilheterias, deduzimos que o lucro é dez vezes maior que o investimento, ficando 150 mil, certo? Bom, mas não nesse caso aqui.

Atividade Paranormal gerou de 193 milhões de dólares! Ou seja, a porcentagem de lucro em cima do investimento inicial é completamente surreal, batendo qualquer outro filme. Mesmo A Bruxa de Blair foi quatro vezes mais caro, pois custou 60 mil, isso sem aplicar a inflação né? Pois convertendo pra época do Atividade Paranormal, sai mais caro e gerou 248 milhões de dólares.

Não é que eu ache Atividade Paranormal um bom filme, mas é de aplaudir o que fizeram. Transformaram algo com qualidade de curta metragem em uma mina de ouro. E foi com isso que começaram a investir pesado na coisa, já no ano seguinte tivemos Atividade Paranormal 2, mas depois disso ela passou a lançar coisas variadas, começando por Sobrenatural em 2011.

Apesar de fazer gêneros variados, seu foco se manteve no horror mesmo. E uma coisa legal é que todos com um toque bem peculiar e a maioria sendo extremamente rentável por criar universos próprios. Exemplos são A Entidade, Amizade Desfeita e Uma Noite de Crime. Note que todos esses tem aquela carinha de filme barato, mas criaram uma essência própria.

E claro, em meio às apostas surgem aquelas que não são grande coisa, como é o exemplo de Os Escolhidos e O Espelho. E não posso deixar de citar o HORROROSO Ouija, que não tenho nem ideia de como foi um sucesso comercial, essa desgraça custou 5 milhões de dólares e gerou 103 milhões! Esse deve ser o pior filme da Blumhouse, digno de só mais um filminho de terror com fórmula pronta.

O estúdio também já chegou a apostar em séries de TV, que aliás é algo bem adequado para o tipo de empresa que é. Normalmente estúdios d baixo orçamento costumam ter foco em séries. Aliás, vocês sabiam que séries nasceram exatamente assim? Como filmes que não tinham grana o suficiente para serem filmes? Mas voltando, a Blumhouse foi a responsável pela macabra The River, aquela que se passa na floresta amazônica em um ambiente amaldiçoado.

E com a qualidade oferecida pelo estúdio, ele começou a chamar atenção de famosos, tanto atores quanto diretores. Um deles é o M.Night Shyamalan, que estreou no estúdio com o espetacular A Visita, e logo depois lançou Fragmentado. São dois filmes que usam uma fotografia e atmosfera tão fodona que nem parecem ser de baixo orçamento.

O diretor inclusive chegou a comentar que de certa forma se sentia mais em casa, pois não é apressado por quem pagou e pode refilmar cenas de maneiras que ache que possa ficar interessante. Não sei se foi papo furado, mas gostei do que ele apresentou junto ao estúdio, e também mostrou que qualidade depende da direção e não do orçamento.

Enfim, acabei demorando demais nessa matéria né? Uahahaha, mas de qualquer forma espero ter deixado informações úteis para alguns. Sei que tem muitos fãs de filme de terror no blog, e se estiver afim de assistir algo, por que não tentar logo algo com potencial? Fiquem de olho nos lançamentos da Blumhouse. Alguns filmes são uma porcaria, mas é melhor do que sair procurando no escuro. (Alguém leu essa matéria? kkkk).


3 comentários:

Max Vinicius Guedes disse...

Eu li rapaz HEUEHEUEHEU bem q eu já tinha prestado atenção nesse estúdio, vc aguçou ainda mais com essa matéria, continuo acompanhando seu blog td dia mano, suas postagens são demais

Iscai NM disse...

Que bom que foi útil então kkkk. =D

Edu disse...

Eu conhecia esse estúdio, embora não saiba exatamente qual filmes ela fez. Mas sempre que vou ver um filme e aparece o logo, já sei que provavelmente vem coisa boa