Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 12 de agosto de 2017

As diferenças entre a HQ e a série de Preacher T02E08

Esse é um especial de matérias em que faço uma comparação entre a série Preacher com a polêmica HQ Preacher, mostrando as diferenças cena a cena. Se você quiser ver a lista com todos os episódios comparados é só dar uma olhada aqui. Caso esteja a procura da revista em quadrinhos a venda, elas foram lançadas no Brasil em volumes e você pode conferir aqui.


Esse episódio começa com a cena hilária do Eugene todo musculoso com uma tattoo enorme nas costas. Achei interessante colocarem essa evolução do personagem no inferno. Isso é equivalente a como o personagem fica duro após a morte do seu pai. E isso é culpa de Jesse que usa a palavra sem querer e manda o cara fazer algo do tipo "vá se danar", no fim o pai acaba se matando. Isso sem contar que ele vira um astro do Rock'n Roll.

Então o Eugene da HQ sai em busca de vingança, mas é um personagem muito mais esculhambado, é só a bagaceira o infeliz. Inclusive esse toque dramático da série me desagrada demais, nem chamam ele de Cara-De-Cu mais, e na HQ é a única forma que o chamam, o nome real dele não é revelado, sendo assim o nome "Eugene" descaracteriza muito a coisa.

Por outro lado esse negócio dele ir pro inferno, e provavelmente sairá de lá em breve, dá um toque que tem tudo a ver com Preacher, tendo esse lance de tosqueira louca. Aliás, nesse episódio o inferno se mostrou muito mais interessante ao meu ver, nos anteriores eu achei meio enfadonha a coisa, mas aqui foram os momentos que mais me agradaram.

Depois temos a trama de Cassidy e seu filho que quer virar vampiro. Eu tava enrolando pra falar sobre isso aqui, mas sinceramente acho que não vai acontecer mais na série, sendo assim vou explicar a versão da HQ em relação ao Cassidy quando chega em Nova Orleans, a coisa é bem diferente, mas tem algo a ver com querer virar vampiro.

Quando vão a Nova Orleans, Cassidy diz ter um amigo lá, que faz ritual vudu. O cara vai acessar as memórias de Genesis pra tentar localizar Deus. Porém na cidade também tem um culto de adoração à vida eterna, são um monte de jovens góticos revoltados que bebem sangue uns dos outros, e eles sabem que Cassidy é um vampiro.

Esses caras são bem malucos, mas se mostram apenas jovens mimados, especialmente quando Tulipa mostra a arma pra eles e não se preocupa nem um pouco em sentar a bala nos vagabundos. Aí acaba rapidinho toda a pose de "Não to nem aí, eu sou das trevas". Tudo o que eles querem é ser transformados.

Quanto à trama de Tulipa, bom, ela não fica traumatizada com o Santo dos Assassinos, então meio que não importa muito, ela é mais preocupada com Jesse. Aliás, todas as vezes que ela ficou abalada assim era em relação a ele. Na HQ o amor entre esses personagens é extremamente forte, é tipo "Somos dois porra loucas em um carro vagando com armas pelo país!".

Basicamente essas são as mudanças desse episódio. O que acharam da primeira temporada? As HQ's de Preacher foram lançadas no Brasil em volumes e você pode conferir aqui.

Nenhum comentário: