Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

O sufocante trailer de Until Dawn com pessoas reais

Until Dawn é um daqueles jogos que me tira do sério e deixa super empolgado só de pensar na jogabilidade tão fantástica. Enquanto muita gente disse "Nossa, que ridículo, um jogo cheio de clichês!", o meu pensamento foi bem do tipo "Caramba! Como é que nunca tinham pensado nisso antes?", além de que achei a divulgação maravilhosa, como o trailer live action que também surpreendeu um bocado.

Bom, pra começar as pessoas tem que entender que ser clichê não significa ser ruim, como expliquei na matéria uma história pode ser fantástica cheia de clichês e isso vai depender mesmo é da forma que o diretor conduz as coisas. Além disso é necessário entender também que aconteceu uma mudança de mídias pode revigorar certos clichês e isso foi exatamente o que aconteceu aqui.


Lembram quando eu falei que a série Scream tem um baita de um toque especial? Pois é, aquela mudança de filme de assassino para outra mídia acabou caindo muito bem e o fato de ter sido apresentado como série foi exatamente o que tornou as coisas muito mais especiais e de uma maneira mais envolvente. O mesmo aconteceu com Until Dawn.

Sabem aqueles filmes completamente clichês que envolvem um grupo de jovens que estão em um lugar festejando e de repente aparece um assassino ou um monstrengo e transforma eles na festa? Obras como A Noite do Terror e Ouija? Bom... Em geral eles são uma desgraça, mas as vezes surpreendem como em Você é o próximo, porém fora essas raridades, no geral não bastam serem clichês, ainda tem que ter uma direção horrorosa. E adivinha só? Until Dawn é uma adaptação disso!

A coisa fantástica aqui é exatamente o fato de ser um jogo que simula esses filmes que tanto conhecemos, é certo que já vimos coisas semelhantes como em Obscure 1 e 2, que tem toda essa coisa de jovens e matança, ou mesmo o inovador Clock Tower, que tinha esse toquezinho que parecia um filme de terror, mas aqui as coisas são diferentes.

O grande elemento maravilhoso de Until Dawn são as possibilidades, ele simula um filme clichê, mas te dá opções o tempo todo! Pular a janela ou se esconder? Lançar uma coisa no assassino ou só fugir? Confiram um pouco do gameplay e entendam:


Vão dizer que não é envolvente a coisa? Sim, é clichê, mas a experiência é fantástica! Tão diferente e cheia de detalhes, tão sufocante a coisa, são diversas possibilidades. É o tipo de coisa onde você realmente não sabe o que vai acontecer, um deslize e é o fim! Além disso os personagens podem morrer! Então quem é que vai chegar ao final? Quem vai sobreviver? As mortes do jogo inclusive podem ser tão violentas que algumas delas foram censuradas no Japão.

Mas antes de lançarem, os caras fizeram uma imensa campanha em cima dele é claro, especialmente sendo exclusivo do Playstation 4, e isso incluiu um trailer em live action bem sufocante! Quando fui ver a primeira vez pensei que seria bem normalzinho, afinal de contas a magia da coisa é exatamente a mudança de mídia que ocorreu, então se devolvessem a coisa pra mídia original, seria só mais um filme de chacina! Errado, confiram:


Nossa, eles passaram demais a essência do jogo, não acham? Chega a ser agoniante ver as possibilidades. Acho que aquele início foi inspirado em uma cena do Massacre da Serra Elétrica,simplesmente perturbador ter essa bagaça atrás de você kkkk, mas e aí, o que acharam?

3 comentários:

Gabriel Villar disse...

Deu uma errada só no nome do jogo, Sky. É Until Dawn hehehehe mas a matéria realmente ficou muito boa! Próximo jogo que irei pegar depois do Metal Gear!!!!

Skywalkerpg disse...

Opa! Arrumado kkkk, valeu! *-*

alex5432 disse...

Achei esse live action uma bosta, sinceramente. Sabe, não igual o de Skyrim... ou de GTA V, que alem de tudo foi feito apenas por fãs.