Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 28 de junho de 2015

Knights of Sidonia - Um anime que me surpreendeu

Sabem, de tempos em tempos eu vou atrás do espetacular clipe Knights of Cydonia, isso porque além de gostar muito da música, aquele clima de filme trash é apaixonante demais. No entanto em uma dessas pesquisas, achei o anime Knights of Sidonia, e olhei feio de imediato. O nome me fez pensar na hora em um anime clichê, ainda mais sendo algo espacial com robôs. Sim, eu assisto animes clichês, vez ou outra, mas é o tipo de coisa que estou de saco cheio, não aguento mais grupos de amigos pra salvar a humanidade, garota do peitão, a inocentinha tímida, o tarado, entre outras coisas... Então passei rapidamente.

O tempo foi passando e assisti ao seriado Sense8 da Netflix, eu fiquei eufórico! Aquilo era bom demais, e não podia parar por ali. Eu precisava de algo para preencher o vazio no entretenimento que o fim da primeira temporada tinha deixado. Fui voando atrás de alguma outra série da netflix, acabei achando uma que eu tinha passado anteriormente, a Between.

E é engraçado como existem climas pra certas épocas, na época do seriado do Alan Wake, Bright Falls, eu daria tudo (uiii) para assistir outra série em uma cidadezinha com um grande mistério. Porém com uma atrás da outra, essa vontade foi passando, e a última série que vi da Netflix nesse estilo antes dessa foi The Returned, que eu já consegui sentir o "peso" da coisa e em como não estava me deixando satisfeito mais.
Então achei Between boa, assisti todos os episódios disponíveis até então, mas não foi empolgante, apenas algo de qualidade que certamente eu teria aproveitado bem melhor em uma outra hora. E assim fui atrás de outra coisa com a busca "Original Netflix" e aí foi uma surpresa ver Knights of Sidonia. Um anime original netflix? Como assim? Aquele anime que eu dispensei? Decidi dar uma olhada.

E não é que o negócio me surpreendeu? Em parte eu estava certo, é um anime lotado de clichês, ou seja, tem o grande jovem herói que por algum motivo foi "escolhido" e é muito bom em algumas coisas e tem a guerra usando robôs gigantes como plano de fundo. Apesar disso é aquele caso onde o clichê pode ser algo maravilhoso. Ou seja, o foco é o desenvolvimento da história.

Uma coisa que me surpreendeu é que desde que joguei Warhammer 40,000: Regicide, eu estava muito afim de assistir alguma coisa naquele climinha sério de algo no futuro, porém com um toque que dá a sensação de que ainda chegamos lá. Assistam o trailer do jogo que vocês vão entender o que quero dizer. Algo que é ficção científica espacial, mas é algo que parece mais sério, como Alien e Lost Planet 3.
Obras que te vez ou outra te dão explicações técnicas sobre coisas, parece mais pé no chão, não como uma coisa do gênero Space Opera, que muitas vezes faz um mistureba futurístico com uma penca de aliens e não se preocupa em explicar nada, mas sim uma obra que me faria ter a sensação de que a humanidade ainda vai chegar lá, pois tudo parece muito mais "mecânico" que simplesmente "Nós somos do futuro".

E esse anime me proporcionou exatamente isso, ao mesmo tempo que me lembrou tantas outras obras, foi algo que definitivamente me agradou demais. A trama se passa em uma nave gigantesca chamada Sidonia, e onde os humanos vivem, pois após a terra ter sido atacada por enormes criaturas chamadas de Gaunas, os humanos fugiram, porém esses seres que ninguém tem ideia de onde vieram, passam a perseguir os humanos, mas Sidonia treina pilotos de "Guardiões", que são robôs imensos usados para lutar.
Achou isso parecido com algo? Pois é! Exatamente, isso parece uma cópia safada da trama de Battlestar Galactica, e por muitos momentos tive a sensação de novamente estar vendo aquela série. Apesar disso de imediato eu não sabia nada da história e o que me fez lembrar foi puramente Neon genesis Evangelion, e essa sensação me pegou diversas vezes enquanto via, criaturas gigantes bizarras e um tom de seriedade com personagens que podem morrer me fez sentir muito daquele clima.

Mas tem várias outras obras que também acabei me lembrando devido a alguns detalhes, como os zergs de Starcraft, que são feios e bizarros, podendo evoluir para formas variadas, e os Gaunas fazem a mesma coisa com seus corpos, assumem formas e ninguém sabe o que eles querem, tendo inclusive quem acredite que eles talvez apenas estejam tentando entrar em contato.

A forma como a história é conduzida é muito agradável, o universo criado não é impressionante, mas sim a história, o jeito que ela é conduzida simplesmente é gostoso de se ver. As coisas vão mudando aos poucos, e te faz pensar no que vem depois.
A sociedade apresentada é muito bem trabalhada e cheia de pequenos detalhes, por exemplo os humanos foram alterados geneticamente para poderem durar mais tempo, e assim misturaram o DNA com o de plantas, fazendo com que tenham que fazer fotossíntese, mas só precisam se alimentar uma vez por semana. Tem também os fanáticos nas ruas, dizendo que a guerra não existe e que é uma conspiração, entre outros detalhes que deixam o universo robusto. Nesse quesito os fãs do fantástico Shin Sekai Yori certamente vão sentir uma semelhança.

Outra coisa legal é que existe um certo toque de série mesmo na coisa, como por exemplo no início dos episódios ter cenas do episódio anterior, pra então aparecer a abertura e começar. Da mesma maneira é comum os episódios acabarem de uma maneira do tipo "Agora ferrou!", o que te dá uma baita vontade de deitar e assistir o anime inteiro de uma só vez.

Enfim, tá aí um anime realmente agradável para passar o tempo, ele não é inovador com certeza, mas é simplesmente fantástico a forma que as coisas vão acontecendo, aquele tipo de história com um tom mais sério, porém que não chega a ser um Shigurui. Recomendo muito! Agora confiram o trailer:

7 comentários:

Alex B disse...

Esse anime parece mt bom @_@ Vou procurar ver... Ah, e Sky, zergs não são feios. VOCÊ É FEIO Ò_Ò Já viu os banelings ? Não existem coisas mais fofas que aquilo *w*

Gabriel Villar disse...

Evangelion......simplesmente o anime mais tenso e psicológico que vi na minha adolescência. Hj em dia não me interesso muito mais por anime mas Evangelion com certeza é uma obra de arte que veria sem pensar duas vezes. Talvez de uma conferida nesse aí pela atmosfera ser parecida.

Gabriel Villar disse...

Não tem como olhar a 4a imagem e não lembrar da Lilith crucificada. O_O

Skywalkerpg disse...

Eu gosto muito dos zergs, são minha raça favorita do Starcraft, já os Protoss que são lindos são as que menos gosto. Ò_Ò

E sim, o anime tem um baita toque de Evangelion, não dá para ver eles lutando contra gaunas e não pensar nos anjos.

Pablo Henricky disse...

Cara hoje já não dou muito valor a anime, nem 10% do quanto dava antigamente, por causa dessa frescura do poder do amor e da amizade resolverem tudo no final, mas esse parece ser bom...
Mas hoje em dia prefiro os desenhos americanos, adorei mrs. picles, mal espero que lancem logo a segunda temporada.

Hitsugaya joga disse...

Só n gostei do fato do anime ser em 3d mas de resto to adorando

Unknown disse...

Assisti a primeira e segunda temporada muito bom mesmo ansioso pra próxima deixou até um vazio kkk