Evangelion 3.33 - You Can (Not) Redo

Pois é pessoa, finalmente assisti o terceiro filme do Reboot de Evangelion e hoje vou psotar aqui uma análise sobre o que achei.
Uma das coisas que se falava no início dessa série de filmes é que ela seria uma reformulação de ideias da série original, sendo assim o início era sim igual porém a partir de certos momentos as coisas iriam passar a mudar e seguir outro rumo, também foi prometido que ao contrário do anime, essa série de filmes iria iluminar as mentes do povo já que o final era confuso pra cacete, fazendo com que a maioria tivesse que ir a fóruns para discutir sobre o assunto e só então em grupo juntarem pedaços e chegarem às respostas.

Porém acho que velhos hábitos são difíceis de se abandonar e portanto o penúltimo filme começa a ficar muito confuso mesmo. Eu senti meu cérebro ralar pra acompanhar certas ideias desse terceiro e a impressão que me deu é que eu consegui entender com muita dificuldade e provavelmente perdi alguns detalhes. Eu sinto que entendi o básico, que faltou alguma coisa, mas não sei exatamente o que...

Ao  contrário do segundo filme, em que tem uma ligação direta e perfeitinha com o primeiro, nesse a história se passa 14 anos após o primeiro filme, com o personagem principal, Shingi despertando em uma cápsula e a NERV inteira o desprezando, a partir daí você tem que começar a juntar pedaços que vão sendo lançados aos poucos e com isso descobrir o que exatamente está acontecendo.

Bom, eu tenho que assumir que o começo do filme foi bem frustrante, a vontade que me deu foi de parar, reassistir o segundo filme e só então voltar pra ver o terceiro, porque eu não estava entendendo porra nenhuma, mas resisti à tentação e continuei simplesmente assistindo, foi então que percebi que bastava ficar observando atentamente. No fim acabei pegando a ideia mas senti como se tivesse prendendo a respiração o filme todo, foi realmente complicado.

Mas enfim, eu não gostei tanto desse filme quanto dos outros, porém sem dúvidas ele aplica uma complexidade que não há nos outros filmes, e chega a ser um tanto perturbador, você sente o peso que Shinji está passando naquele momento e o quanto deve ser difícil aguentar a realidade, apesar de que dá uma baita raiva do personagem. Pra quem assistiu os anteriores obviamente não vai querer perder esse também. Recomendo assistir junto com um amigo pra quando vocês terminarem, conversarem sobre, provavelmente vão conseguir logo ligar as peças e entender o todo.

Postar um comentário

0 Comentários