Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Alan Wake American Nightmare - Mais um jogo que amo!

Demorei séculos, mas finalmente vou escrever sobre Alan Wake American Nightmare, que é visto erroneamente como Alan Wake 2 por muitos, mas definitivamente não é isso, ele é mais para um tipo de Spin Off que dá aquela aproveitada na atmosfera e história, porém não usa exatamente o mesmo universo do Alan Wake Original, é mais como uma aproveitação de um dos universos dentro do jogo, mas que ao mesmo tempo tem uma ligação direta com ele, não é apenas uma história aleatória que nada tem a ver, mas sim um dos vários subprodutos ligados diretamente a Alan Wake.



A trama te coloca no papel de Alan Wake, porém enfrentando a si mesmo, uma manifestação das trevas que usa seu rosto e assume o nome de Mr. Scratch, essa entidade tenta assumir o controle da vida do escritor, mas para isso tem que acabar com ele, algo que Alan não pretende aceitar tão facilmente e assim os dois entram em um conflito situado em um lugar do Arizona envolto por escuridão e onde o dia não chega.
De cara você já nota que o formato desse jogo é bem diferente do apresentado em no primeiro jogo de Alan Wake, já na capa você percebe que o personagem se veste de um jeito menos sombrio e parece mais a vontade, e essa sensação se estende por todo o resto do jogo.

Aqui a experiência é mais rápida, com aquela coisa de "Faça tal objetivo" e então você faz e passa de fase, não é como no outro jogo onde você não sabe bem o que está acontecendo e apenas vai andando e vendo as coisas acontecerem. Apesar disso, uma coisa que é preciso ficar claro, é que diferente de The Signal e The Writer, esse jogo não é um DLC, ele é um jogo mesmo e não precisa do primeiro Alan Wake para se rodar.

A jogabilidade te coloca para tentar sair do ciclo sem fim em que você está preso, e tentar encontrar uma saída, e assim você é colocado em várias fases, são mapas pequenos com lugares um tanto marcantes de "fim de mundo", um observatório no meio do deserto, um hotel de beira de estrada e um cinema no estilo Drive In. Você tem que fazer uma série de objetivos em cada lugar e então pegar o carro para viajar para o próximo, sendo que Mr. Scratch sempre vai tentar te atrapalhar e assim fazer você ir novamente aos lugares.

Uma das coisas que eu mais gostei no primeiro Alan Wake foi o combate, era simplesmente muito gostoso, e esse jogo tem foco enorme nisso, aqui você enfrenta uma enorme quantidade de inimigos que aparecem constantemente, é simplesmente muito gostoso desviar de uma horda de inimigos e usar a luz dos lugares para atingi-los. Além disso há também as várias armas para serem usadas e claro, a sua lanterna. Há também um modo onde você enfrenta hordas de monstros até o amanhecer, para quem quer apenas pancadaria pode ser algo bastante viciante.

Não posso deixar de citar que o jogo se passa em um episódio de Night Springs, é como se fosse uma simulação desse programa de TV Fictício que existe no universo do jogo e que é baseado completamente em Além da Imaginação. Aqui você está em um dos episódios que o próprio Alan Wake escreveu, e tem até um narrador que dá aquele toque de mistério, é bem fantástico mesmo.

Enfim, esse é um jogo maravilhoso e que amei demais, muita gente inclusive gosta mais desse do que o original, os motivos variam, tenho que assumir que eu gosto muito mais da história do original, mas a sensação de prazer foi maior nesse, talvez tenha sido porque joguei o primeiro Alan Wake bastante emburrado (detalhes na matéria), ou talvez eu nunca saiba. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: