terça-feira, 17 de abril de 2012

Jogos que nunca iremos jogar infelizmente

Como vocês sabem eu não gosto de jogar continuações sem jogar o jogo original, e graças a isso muitas vezes eu acabo batendo de cara com jogos difíceis de digerir. Muitos desses jogos eu consigo jogar quando uso muita força de vontade, no entanto nem sempre é assim que as coisas acontecem...

Existem jogos que eu consigo simplesmente dizer "Ah não dá não, vou jogar logo a continuação" mas tem jogos que eu simplesmente acho lamentável o fato de eu não conseguir jogar. Nem sempre o motivo é o fato de ser um jogo antigo, mas existem muitos fatores que me atingem e que atingem muitas outras pessoas.

Tem gente que é afetada pelas barreiras linguísticas, eu tenho amigos que adoraria compartilhar certas experiências com eles, mas infelizmente não é assim que as coisas acontecem. Tem jogos que tem uma grande carga na história e que esse é o grande centro, mas se a pessoa não consegue entender, ela simplesmente não tem como seguir em frente.

Existe o fator gráfico, eu sei que jogos não são puramente gráficos, mas existe um grupo de pessoas que só consegue jogar os jogos que estão na moda e simplesmente não se atraem por jogos antigos. E às vezes nem é pelo fato do gráfico ser ruim, pode ser simplesmente um incomodo que algo no jogo causa, por exemplo tem gente que tem repulsa a jogos em cel shade, tem pessoas que sentem vontade de vomitar quando jogam jogos em primeira pessoa(eu mesmo sinto tontura com alguns jogos), tem gente que não aguenta cores muito vibrantes como alguns jogos de Nintendinho ofereciam por exemplo. Enfim, tem muitos motivos para a parte visual do jogo impedir que uma pessoa consiga seguir em frente.

Há pessoas que até mesmo não conseguem jogar por causa do som de um jogo, por exemplo eu sei que a mãe de muitos amigos meus já entraram em fúria enquanto os filhos jogavam Yoshi's Island e não suportavam o som do Mario chorando quando era sequestrado, eu fico imaginando como não deve ter alguns gamers que poderiam ter adorado o jogo mas simplesmente não jogaram porque na primeira experiencia acharam insuportável aquela praga gritando kkkkk. Mas claro que esse é só um exemplo, existem muitos fatores ligados a som como músicas inconvenientes, efeitos sonoros repetitivos, qualidade pobre de som que dão a sensação dos ouvidos estarem sendo arranhados. A solução de simplesmente desligar a caixa de som pode ser uma opção, no entanto principalmente para admiradores de efeitos sonoros pode se tornar insuportável jogar algo sem o som original.

A dificuldade é uma outra coisa que pode afastar muita gente, nem todo mundo consegue encarar um jogo difícil e tem uns jogos antigos que só vendendo a alma pro Lu para conseguir passar sem um detonado. O orgulho de muitos jogadores é forte pra caramba e jogar sem detonados ou cheats é uma questão de honra! Sendo assim muitos desses jogadores preferem simplesmente não jogarem algo por se sentirem incapazes do que jogarem e ter que "se rebaixar" ao nível de usar um detonado ou trapaça e o resultado é a pessoa se interessar mas ficar de mãos atadas.

Situações desagradáveis podem afastar muitos jogadores também. O medo por exemplo é algo que afasta um pessoal, eu sei que tem muita gente que se vê apaixonado pelo universo de beleza e horror de Silent Hill, mas que preferem nem jogar porque tem medo. Algumas pessoas gostam de boas histórias mas queriam apenas saber sem ter que tomar um susto, isso impede vários jogadores de seguirem em frente e faz com que muitos prefiram ler a história ou assistir um vídeo com o detonado do que jogar ele e se assustar, o que naturalmente deixa um buraco pois uma coisa é passar pela experiência de jogar, outra bem diferente é só saber o que acontece. Mas o medo só foi um exemplo de situação desagradável, pode ser por exemplo que a pessoa deteste dirigir mas adoraria saber a história do jogo Driver como um filme de bandidos e fuga, mas ao mesmo tempo achasse monótono sair dirigindo.
Enfim, tem alguns jogos que eu realmente acho uma pena não poder jogar por algum motivo, alguns eu realmente gostaria de adicionar ao meu currículo gamer, mas que no final acaba se tornando algo que não vale a pena. Tem jogos que podem se tornar simplesmente uma perda de tempo precioso e que zerei só pra poder me sentir bem sabendo que o terminei, já outros eu queria mesmo jogar... Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Dá uma ajuda compartilhando? =)

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Rodrigo Pimpão disse...

nooossa que intimidade é essa? Desde quando você chama ele de Lu, hein sky?

Uma coisa também que afasta dos jogos são os bugs! Já perdi a conta de quantos jogos lotados de bugs que resultam em morte bestas! Outra coisa também é o preconceito antes de jogar o game, eu pessoalmente ão faço muito isso em games, mas em filmes... Só fui assistir o Batman depois que o filme já tava velho ._. Mas mesmo assim achei fodastico XD

Skywalkerpg disse...

Uahahahaha

Gabriel Cavalcante disse...

Acho que um fator que me afastou de ótimos jogos de RPG Maker por um tempo foi o ABS. Não tem como , simplesmente não suporto aquele sistema de batalha... E foi isso também que me manteve longe de Final Fantasy por anos (e a péssima experiência com os dois primeiros). Mas isso me lembra que tem gente que simplesmente não bate com uma engine, como o próprio RPG Maker. Um amigo meu, sempre que me ouve falar em game maker, pensa logo que é RPG Maker, e taca a falar mal do negócio. Muitos games que são postados nas comunidades são mesmo puro lixo, mas eu já joguei ótimos títulos, como Beautiful Escape: Dngeoneer, I'm Scared of Girls, Space Funeral, e agora tô jogando Ib. Eu já desisti de tentar explicar pra ele que tem muita coisa boa saindo de RPG Maker, mas ele teima em falar que a programação é muito simples e os gráficos são toscos, assim como todo produto final, e hoje mesmo ele disse que "um jogo de RPG Maker nunca vai ser um jogo de verdade". Se é assim, música indie (de verdade, de artistas que gravam na garagem de casa) nunca vai ser música de verdade?