Silent Hill - Como o terror pode ser belo...

Bom galera, hoje irei falar da minha série de jogos de terror favorita, Silent Hill, não sobre os jogos em si, história de cada um ou algo assim, mas sobre a cidade de Silent Hill, a complexidade da história, os elementos usados no jogo para manter o clima e tal... Ou seja, a essência que Silent Hill carrega e que torna ele um jogo com uma personalidade tão própria e capaz de fazer muita gente se apaixonar por esse diferencial da coisa.



Por trás da neblina...

Antes de tudo, para quem não sabe, Silent Hill é uma cidade deserta coberta por uma densa neblina e envolta em mistérios. Mas naturalmente nem sempre foi assim e por toda parte é cheia de evidências que mostram como eram as coisas. Muitos tiveram momentos felizes na cidade, enquanto outros só guardam rancor.

Algo comum no jogo são pessoas que vão parar em Silent Hill em busca de alguém ou alguma resposta, algo que seja importante para a pessoa e uma coisa que o jogo se destaca é por ser terror psicológico, ou seja, há uma pressão enorme sobre quem joga, não é aquela coisa que jogos de terror costumam ter, de monstros do inferno pulando o tempo todo ou então de aparecer aquela musiquinha de suspense e então pula um monstro na sua frente e pronto, acabou o climinha que tava. 

Em muitas partes do jogo, há simplesmente a pressão de que algo pode acontecer, você se sente inseguro, aquela agonia que te faz gelar o tempo todo e o problema é que você quer logo que aconteça algo e muitas vezes não acontece, então só resta aguentar o clima pesado que o jogo gera do começo ao fim e fica aquela coisa de "Será que dessa vez vai acontecer?".

O visual de Silent Hill é muito interessante, uma cidade vazia com uma densa neblina durante o dia, e a noite pouca iluminação, os lugares parecem bem abandonados mesmo, com objetos jogados como cadeira de roda, carteiras escolares derrubadas, apartamentos com muita poeira e aparência de antigo. 

Há também uma realidade alternativa na cidade em que é uma versão super sombria com muita ferrugem e grades, metal pra todo lado, sangue, simplesmente algo muito sinistro. Os personagens que lá estão podem encarar essa realidade a qualquer instante sem aviso, quando percebem já estão nela.

Existem outras pessoas em Silent Hill, sempre se encontra alguém vagando pela cidade sozinho, e geralmente está em busca de algo também ou até mesmo vivem ali, essas pessoas agem de forma muito natural, como se nada de estranho estivesse ocorrendo na cidade. Isso passa uma sensação intensa de estar em um sonho.
A trilha sonora escolhida é magnífica e mantém um clima muito bom mesmo, há músicas bonitas tocadas em violão, algumas muito tristes, outras animadas, mas em geral músicas agradáveis, às vezes há músicas com instrumentos variados que te fazem ficar preocupado, parece que é um anuncio de algo grande que irá acontecer, a realidade alternativa costuma ter sons que fazem você se sentir sufocando com o clima do lugar.

São metais batendo, rangendo, barulhos desagradáveis e aquela sensação de hostilidade extrema, isso foi algo que ficou perfeito, não é um som irritante em qualidade, mas irritante no clima que ele cria, é algo alto e barulhento e pior ainda metálico fazendo com que o jogador tenha sensação de repulsa não apenas visual gerada pelo ambiente mas também sonora, você se sente louco para sair daquele lugar infernal.

Rádio e lanterna na mão...

Algo que marca muito a série é o fato de a maioria dos personagens saberem da presença de criaturas por perto, pelo fato do rádio que carregam ter interferência quando houver proximidade a essas criaturas, e isso é simplesmente apavorante, no meio de uma densa neblina o rádio começa a chiar e muitas vezes você simplesmente não sabe de onde vem a criatura, você só ouve o chiado e pode estar em qualquer lugar, é uma fórmula que deu muito certo pois ele não se aproxima de surpresa, você simplesmente sabe que ele está bem ali, o que torna mais desesperador ainda aquele chiado de interferência. 

Outro item muito comum é a lanterna de bolso que os personagens carregam, e que é de realmente uma enorme ajuda, visto que em vários lugares não há luz alguma, é só você e sua lanterna, nesses escuros locais às vezes o rádio chia e pode dar uma sensação claustrofóbica, já que é apenas a lanterninha para te ajudar ali. E pior, é comum em Silent Hill haver lugares onde se tem longas descidas, ou seja você desce, desce e ainda tem mais, e o ambiente só ficando mais pesado e escuro.

Um jogo que faz pensar...


O que torna Silent Hill a minha série de terror favorita é o fato de que não é aquele jogo vazio que tem história fraquinha, mas sim um jogo que pode levar a teorias e diversas interpretações, o que é simplesmente fantástico, um jogo realmente para se pensar depois, é comum ver fãs da série discordarem em fatos que ocorreram, ou seja as pessoas podem ver a história de formas diferentes, o que é muito legal mesmo, o torna um jogo com conteúdo.
Silent Hill não é aquele jogo focado em colocar só o mal, do inferno, sangue, trevas, demônios diabólicos! Ele é mais que isso, além de tudo há uma beleza em Silent Hill, há cenas emocionantes no jogo e historias bonitas sendo contadas, de relação entre pessoas, problemas, perdas, há vezes no jogo que você pode se sentir pra baixo com coisas que acontecem, o que é engraçado até, um jogo de terror que voce pode se sentir triste, e é exatamente esse o clima de Silent Hill, tristeza, solidão, aquela cidadezinha no meio do nada vazia, com uma pessoa procurando por alguém, é algo realmente legal.
Há também muitas histórias em Silent Hill, à medida que o personagem avança, ele se depara com enigmas ligados a histórias de pessoas que viveram em Silent Hill, portanto em cada jogo não é apenas uma história que é contada mas sim várias, há várias ligações a outros personagens.

O chamado de Silent Hill...


Não estou dizendo que não exista também horror no jogo, lógico que há também e de uma forma interessante que é transmitido, pra começar pelos monstros de Silent Hill, eles não são exatamente monstros fixos, ou seja em cada jogo as pessoa verão monstros diferentes, mas por que? Os antigos saíram de férias pra entrar novos e isso se repete toda vez que aparece um novo personagem? Nada disso, os monstros são diferentes porque até isso é bem bolado no jogo. 

A cidade tem um tipo de força que atrai algumas pessoas, eu gosto de me referir a Silent Hill como um tipo de purgatório que chama pessoas para serem julgadas la e elas podem enfrentar suas dores, medos, angustias e sair bem de la, ou tudo pode ficar  muito pior, pode ser que a pessoa saia "liberta" da cidade ou saia arrazada, ou até mesmo seja consumida por ela...
Em Silent Hill os monstros são diferentes porque pessoas tem medos diferentes, eles se refletem em quem está lá, portanto cada pessoa os vê de forma diferente, pode ser até mesmo que não os vejam como monstros, por exemplo em Silent Hill 3 quando um personagem diz à Heather (a personagem principal) que ali não são monstros, mas sim pessoas. E os monstros são os mais bizarros possíveis, são criaturas que realmente parecem ter saído de um pesadelo de uma mente perturbada, há animais estranhos, criaturas com pele humana, e às vezes se contorcem... É simplesmente bizarro.

Mas bom, é isso galera, Silent Hill é muito legal, essa matéria não tem relação alguma com o filme, mas sim com jogos da série. Na época do orkut eu tinha criado a comunidade Contos de Silent Hill em que pessoas faziam suas próprias histórias envolvendo Silent Hill, foi um bom tempo, vai deixar saudades hehehe. E se você nunca jogou nenhum jogo da franquia, saiba que é possível achar eles a venda no Brasil por preços extremamente baratos.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

_KeLLeVRa_ disse…
silent hill é tenso, pramim melhor que resident, tem hora que o negocio fica tão bruto com o suspence e aquele maldito radio chiando no meio do breu que da vontade de sai gritando 'VEM NI MIM FDP, VEM NI MIM'

huahauhauaha
Richter disse…
Poxa eu gostei bastante, parabéns Sky!
Silent Hill é minah série favorita e é legal ver uma análise que não conta a história em si mas sim as influências do jogos, as sensações, enfim, são diversas e eu particularmente acho muito foda tudo que o jogo exerce em voce. Muitas vezes voce encherga seus próprios pesadelos e isso e foda!!!
ótima materia! vlw! =D
Echidna disse…
todo esse texto só pra divulgar a tua comunidade hahaha

to zuando,já tinha visto a comu e gostei e gostei do texto tb claro,vc expressou mto bem oq é Silent Hill.Oq eu mais gosto do jogo msm é o terror psicológico,tb é oq mais gosto em filmes,porque dá mais lugar à criatividade doq ao sangue e monstros,então o resultado fica mais sinistro,além de ter muito mais pra se explorar.
Yan/Yzy disse…
Eu tenho muita vontade de zerar desde o primeiro... Mas a preguiça é foda XD
TomCrazy disse…
Propagandinha safada hein Sky!? XD

Eu nunca conheci muito esse bagulho de Silent Hill, mas depois dessa matéria me deu uma vontade de "descobrir os mistérios" *-*

Vou baixar! XP
Matheus disse…
assisti o filme e gostei
muito interessante a sua colocação sky
Luis disse…
ja joguei silent hill mas me deu um medo d p***a, sim eu sou cagão ^^
o jogo mostra vc deve ter mais medo da sua imaginação do q do proprio jogo shaushsushu

nunca virei mas gosto de ver os finais no youtube. Assim eu posso ver como o jogo é lindo. ]Acho q no jogo 3, q no final a mulehr do kra morre e nos creditos tem uma mulher lendo uma carta, desabafando. Muito triste e belo ao mesmo tempo
TomCrazy disse…
Só pra não perder o habito: É na FUÇA! Da PUTINHA!


^^
sora disse…
Muito foda mesmo. O silent hill 3 e o 4 foram os mais tensos.

Outros jogos que entram nessa categoria de terror psicologico e fazem bem seu trabalho são o fatal frame e siren *-*
Echidna disse…
Fatal Frame tb é perfeito! só o 3 q ficou meio chato
Agelus disse…
Minha serie favorita de terror

Infelizmente não pude jogar todos e apenas zerei o primeiro, mas o vicio foi tanto que cheguei a ver os detonados de todos os jogos no youtube, pra saber como os outros jogos eram =]

Ser pobre é foda =P

Também morro de medo quando jogo silent hill, nenhum filme consegue me deixar sequer um pouco alterado, mas games de terror me dão calafrios XD
Raizaky disse…
Cara Silent Hill e perfeito,como o Angelus disse,eu tb não me assusto com filme,ms Silent Hill e muitooo foda,toda aquela tensão.
Lembro na vez que eu joguei o The Room,eu tive que parar um pouko pq eu tava começando a ficar meio paranoico kkkkkkkk

Mis um otima materia Sky *-*
Pastório disse…
Gosto muito de Silent Hill, mas o unico que realmente joguei é o Shatered Memories do PS2, pq ouvi flar q não se foca muito nos sustos e tals.
Podem me chamar de cagão q eu num ligo ;)
Diogo Shuriken disse…
lol eu to postandu um conto chamado death star nessa comu do silent hill
impressionantemente eu ja conhecia o blog mas num tive ''coragem '' de ir nos contos e aih eu vi o filme 2 vezes pq da primeira minha mae tava vendo cmg intaum logo no comesso ela ja me proibiu de assisitr o filme mas tipo depois eu tive a oporutnidade de assistir de dia .
(omedo eh menor)
e aih eu asisti e amei!