Bloomberg vazou o caos entre funcionários que a Ubisoft causou com os NFTs

É muito comum se ter brigas em casa e elas ficarem ali. E na casa da Ubisoft elas também acontecem, no entanto a diferença, é que como se trata de uma empresa gigantesca, tem vezes que é complicado o povo não ficar sabendo. E no caso da entrada da empresa para o mercado NFT com o polêmico Ubisoft Quartz, a coisa passou dos limites na irritação, resultando na Bloomberg  vazando um relatório de tretas.

As reclamações dos gamers aconteceram naturalmente, já que NFT nasceu polêmico. Mas enquanto algumas empresas ficaram receosas e limitadas no que comentavam sobre o assunto, Nicolas Pouard , Vice-Presidente do laboratório estratégico de inovações da empresa disse: “Eu não acho que gamers entendem como um mercado digital secundário pode beneficiá-los” e isso pegou mal pra muita gente, que ficou ainda mais irritada.

Já dentro da empresa, o que tava rolando eram funcionários nem um pouco satisfeitos, dizendo que não queriam. A Ubisoft tentou acostumar eles dando alguns NFTs. Pra quem não sabe, essa tecnologia usa itens digitais como se fossem físicos, tendo um código que os  torna únicos e assim podendo se valorizar ou desvalorizar (Fiz uma matéria que explica de forma bem fácil tudo sobre). 
Mas mesmo recebendo gratuitamente algo capaz de se valorizar a preços absurdos, isso não deixou muita gente satisfeita. E um relatório de Bloomberg de Jason Schreier, revelou o quadro de mensagens interno da Ubisoft, contando com centenas de comentários de forma negativa. Muita gente bem frustrada com a tecnologia e entre as mensagens tinham:

"Estamos competindo com a EA pelo título de empresa de jogos mais odiada pelo público? Porque é assim que ganhamos "
 
"Nossa confiança na gestão já foi abalada pelo casos de assédio, e agora isso? Essa empresa está virando uma piada."
 
 "Sabe com o que mais você ganha muito dinheiro? Fazendo um grande jogo AAA com qualidade espetacular, e ele trazendo diversão e sendo único no mercado. Não deveríamos estar nos focando nisso?"
 
Não é muito raro se ter divergências criativas em empresas em geral, é só ver os ex-diretores da Dice descendo o pau em Battlefield 2042, ou mesmo o diretor de Dragon Age esculhambando a política da Bioware. Normalmente quanto maior a empresa, mais fácil das opiniões variarem bastante em relação a escolhas.

Postar um comentário

0 Comentários