In the Flesh - Confira essa série genial sobre zumbis!

História

O apocalipse zumbi ocorreu, no entanto o governo conseguiu assumir o controle da situação e assim foi criado uma área médica especializada no tratamento da doença chamada "Síndrome do Falecimento Parcial". Entre as pessoas que estão recebendo o tratamento está Kieren, um jovem que sofre constantemente com lembranças de tudo o que fez e os brutais assassinatos que cometeu.

Sobre a série

Esse seriado me foi indicada por meu amigo Seype e quando fui assistir eu nem estava esperando muita coisa não, não achava que seria ruim também, só não esperava nada. No entanto demorou menos de dois minutos para eu sentir algo que é raro eu sentir durante uma obra. Por todo o episódio eu senti como se minhas pupilas estivessem dilatadas, meu coração acelerado e minha respiração um pouco alterada. Isso porque foi simplesmente empolgante pra cacete! Nossa, eu simplesmente não espero que obras me surpreendam mais, estou tão acostumado com o padrão que já me divirto com o que vier mesmo, não cobro tanto, claro que tenho minhas críticas, mas não exijo que algo seja espetacular porque sou realista e sei que a minoria das séries, filmes, jogos etc são. Mas essa série aqui conseguiu, ela é foda! Me bate até uma tristeza em saber que é uma mini-série de apenas três episódios.

Primeiro é necessário lembrar que não é uma obra apocalíptica, ela é pós-apocalíptica já que o caos já ocorreu e o que é apresentado é o resultado de tudo isso. Só que não é mostrado de forma Hollywoodiana, mesmo porque trata-se de uma serie do Reino Unido. Uma coisa que digo sempre é, as obras que vejo do Reino Unido eu acho em geral um saco, muito tosquinhas, mas uma coisa que acho que os caras sabem fazer de forma genial são histórias com mortos vivos. Eu sinto isso desde que assisti Extermínio, o filme simplesmente revolucionou o gênero, então veio outras coisas como Dead Set, que consegue tornar algo tosco como o Big Brother em uma coisa realmente sombria e pesada. E tem o Todo mundo quase Morto, que apesar de ser um gênero que nem sempre tenho paciência, a comédia, eu gostei pra caramba e foi uma baita de uma surpresa. Daí com In the Flesh não foi diferente, os caras fizeram novamente uma obra que muda tudo. Tipo, em The Walking Dead você fica super entretido e tal, mas não passa aquele clima de ser algo real, tem sei lá, o maior climinha de aventura uahahaha. Já nessa série o clima é diferente, é um drama, as coisas são apresentadas de formas um tanto mais sérias.

A população está revoltada, muita gente perdeu parentes durante o apocalipse zumbi e um ódio enorme surgiu. A igreja é contra a adaptação dos mortos vivos à sociedade. E a cura não trata-se exatamente de uma cura definitiva, é um remédio que é aplicado constantemente nos portadores da síndrome. Eles continuam mortos ainda, não comem mais e sua pele continua muito pálida, assim como os olhos assumiram uma forma diferente. Os portadores da síndrome usam um produto na pele para ficar menos pálida e também lentes de contato. O medo e ódio são constantes e acho isso extremamente foda porque é uma representação bastante sério de como a sociedade agiria, a humanidade sempre foi cheia de preconceitos e gerou polêmicas enormes. Mas no caso dos mortos vivos é algo mostrado de forma um tanto mais intensa, afinal imagine, se pessoas da sua família fossem mortas brutalmente em sua frente, e depois descobrissem uma cura, você perdoaria facilmente? Existe um rancor extremo constante.

Da mesma forma os portadores da síndrome sofrem demais, eles não tem culpa de ter a doença, e as lembranças das mortes vão voltando direto. Alguns não ligam e sabem que não foi culpa deles, mas a maioria precisa de terapia. Eles sabem que não terão mais uma vida normal, por exemplo você namoraria uma pessoa sabendo que ela tem uma doença tão perigosa? Arriscaria se aproximar? E se a pessoa perder o controle? Se houver algo no medicamento que a faça de repente começar a atacar?

Uma coisa que adorei nessa série foi a forma em que são passados os detalhes dela, não existe aquele resumo rápido no início que deixa a pessoa já entendendo claramente o que aconteceu e como funciona a doença. Essas coisas são passadas aos poucos, por exemplo tem um momento que o garoto está visitando um site feito para portadores e ele no site é citado que "Em 2009 quando aconteceu". E também existe um agente do governo que toca no assunto dizendo "Quando os mortos se levantaram dos túmulos..." ou até mesmo um comentário de um portador que diz "Não foi sua culpa, se você não tivesse comido, teria apodrecido como os outros...". Então você vai pegando aos poucos certas coisas e montando pra entender como funciona e como foi o apocalipse-zumbi.

Naturalmente em meio a tanta revolta a sociedade mudou. A história se passa em uma cidadezinha pequena onde há um grupo que é totalmente contra, é liderado por religiosos que acham uma verdadeira blasfêmia isso que está acontecendo e os caras caçam portadores. É algo violento e que causa uma verdadeira revolta, para alguns que assistirem tenho certeza que certas situações serão perturbadoras, afinal imagina sua mãe se tornar um e você viver com medo escondendo ela em casa, administrando o medicamento, e um dia descobrem que você cuida de um deles, invadem sua casa e a assassinam brutalmente na sua frente? Da mesma forma surgiu a revolta pelo outro lado, foi criada uma nova droga chamada "Esquecimento Azul" que se torna famosa entre os portadores pois libera suas raivas e faz com que eles não se culpem pelo o o que fizeram, no entanto pode fazer com que ataquem e matem outras pessoas. Nesse ponto a série me lembrou True Blood na primeira temporada, com toda a perseguição de grupos e a revolta com os a favor e os contra.

Enfim

Ta aí uma mini série maravilhosa que vocês tem que assistir, é uma verdadeira pena serem apenas três episódios e acho que os produtores deviam ver coisas assim para se inspirarem a fazer algo diferente e muito intenso.

Postar um comentário

7 Comentários

  1. Parece ser muito bom! Vou ver!

    Sky,você já viu o jogo Indie que está fazendo muito sucesso? O "Mad father"

    é muito bom recomendo.

    Obs: Nem sei a conta que estou logado,mas


    By: LucasSilva

    ResponderExcluir
  2. Uhum, alguem me passou eu disse que depois jogaria. Atualmente estou meio ocupado mas está na lista, de qualquer forma valeu a indicação também. *-*

    ResponderExcluir
  3. Me atrai quando você falou que não é hollywoodiano o baguio!

    ResponderExcluir
  4. Onde posso assistir a outros capítulos?
    Ótimo blog, parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Mas essa série é um achado! Muito boa mesmo! Nunca me arrependi de assistir algo que foi indicado aqui nesse blog.

    ResponderExcluir