Galera! A Amazon tem uma página focada em promoções atualizadas diariamente! Vão desde celulares, videogames, notebooks e até pequenos itens baratinhos como pingentes para presente! E tem frete grátis ao comprar R$129 em itens com selo prime! Veja no link de afiliado Amazon!

Declínio de um Homem | Mangá realista de Junji Ito com tamanho gigantesco!

É muito fácil conhecer Junji Ito apenas por suas obras rápidas de horror bizarro e perturbador, no entanto, o autor se prova extremamente versátil e capaz de fugir de seu padrão. Por exemplo, dá pra ver como é seu senso de humor em As Egocêntricas Maldições de Souichi, com situações realmente hilárias. Ele também prova que consegue fazer obras grandes com o perturbador Planeta Demoníaco Remina, que lhe garantiu o prêmio Eisner. E por fim, ele apresenta a mais pura elegância com a sua adaptação de Frankenstein. E "Declínio de um Homem" é mais uma obra que mostra a versatilidade do autor, adaptando algo realista.
 
O adblock bloqueia links de afiliados da Amazon como esse aí, então se não estiver aparecendo, é só desativar o adblock.
 
Em 1948, o autor japonês Osamu Dazai lançou "Declínio de um Homem", livro que é considerado sua obra máxima e que chamou tanto a atenção, que consolidou o estilo literário Watakushi Shosetsu, que é uma forma de se escrever marcada por ser um tipo de autobiografia sem necessariamente o personagem ser o autor. Também é em primeira pessoa, realista e com linguagem simples.
Se tornou uma grande obra da literatura japonesa e é mais conhecido por lá, no entanto conseguiu também muito sucesso mundial, já que foi traduzido para vários idiomas, inclusive o Brasil. E como vocês devem saber, autores japoneses infelizmente não chegam com tanta facilidade ao país como os mangás, ainda mais um livro clássico assim. Mas esse tinha força o suficiente.

E em 2017, Junji Ito surpreendeu ao começar a adaptar, terminando quase um ano depois e gerando três volumes. O nome original em japonês é 人間失格, (Ningen Shikkaku). E conseguiu chamar muito a atenção, especialmente porque o autor é mais conhecido por suas obras surreais e lovecraftianas de monstros realmente atormentando alguém. Mas nesse caso, apresentou algo extremamente tenso, porém mantido dentro da realidade e com coisas estranhas apenas de forma simbólica. Algo semelhante ao que tivemos no quadrinho Lovecraft, que Ito inclusive já se assumiu fã.
A história é sobre um homem chamado Yozo Oba, e é algo que pula completamente na vida dele, contando tudo, desde sua infância até sua morte. Ele é uma pessoa que se sente desligada do mundo e tenta se esforçar para criar uma identidade que usa pra se proteger. Tenta usar do humor como escudo, mas sente um enorme vazio e deslocado das outras pessoas.

Esse é aquele tipo de mangá que é considerado por muitos como uma obra-prima do autor, além de abrir portas para quem não é fã de Junji Ito. Normalmente é difícil achar mangás realistas e focados no público adulto sem focar em coisas apelativas como desmembramentos e etc. Mas aqui, como se trata de uma adaptação, o autor foca em um estilo menos exagerado, tendo as bizarrices focadas na simbologia e pode realmente fazer com que muitas pessoas amem.
A editor JBC fez um acabamento monstro! É um daqueles mangás extremamente grossos, em capa dura, com sobrecapa e ainda 616 páginas. As notas da edição nacional também foram extremamente altas, sendo algo muito bem avaliado e tendo uma aceitação fantástica. Atualmente ainda existem edições à venda está com desconto. Confira:


O adblock bloqueia links de afiliados da Amazon como esse aí, então se não estiver aparecendo, é só desativar o adblock.
 
Imagem da promoção Galera! O Nerd Maldito tem um link de afiliado na Amazon atualizado todo dia com listas temáticas de itens que vocês vão amar! Já viram hoje? Confira no link de afiliado Amazon!
 

Sobre Junji Ito e Osamu Dazai

Introdução:

O mundo da literatura japonesa tem sido o berço de muitos talentos, cada um contribuindo com sua voz única para a rica tapeçaria da cultura japonesa. Neste artigo, vamos explorar dois ícones notáveis da literatura japonesa: Junji Ito e Osamu Dazai. Embora pertençam a gêneros distintos, ambos deixaram uma marca indelével no cenário literário japonês.

Junji Ito: O Mestre do Horror Mangá

Junji Ito (伊藤 潤二), nascido em 1963 em Gifu, Japão, é amplamente reconhecido como um dos mestres do horror no mundo do mangá. Sua habilidade única em tecer narrativas assustadoras e atmosferas perturbadoras ganhou a devoção de fãs em todo o mundo.

Obras Notáveis:

  1. "うずまき" (Uzumaki, 1998-1999): Esta série de mangá é uma jornada sinistra através de uma cidade assombrada por uma maldição espiral. Ito mistura o grotesco com o surreal, criando uma experiência verdadeiramente angustiante.

  2. "富江" (Tomie, 1987-2000): O tema da imortalidade é explorado nesta série, onde a personagem titular, Tomie, é incapaz de morrer e acaba provocando obsessão e horror ao seu redor.

  3. "ギョ" (Gyo, 2001-2002): Misturando horror com elementos de ficção científica, "Gyo" narra uma invasão de criaturas marinhas grotescas movidas por uma estranha engenharia biológica.

Estilo Distintivo:

O estilo de Junji Ito é marcado por ilustrações detalhadas e uma narrativa que mergulha nas profundezas do desconhecido. Seus personagens muitas vezes enfrentam a distorção da realidade e a terrível desconstrução de seus mundos cotidianos.

Osamu Dazai: A Exploração da Condição Humana

Osamu Dazai (太宰 治), por outro lado, é reverenciado por suas explorações complexas da psique humana. Sua vida tumultuada e suas obras introspectivas capturam as nuances das emoções humanas de uma maneira única.

Obras Notáveis:

  1. "人間失格" (Ningen Shikkaku, Declínio de um Homem, 1948): Considerada sua obra-prima, essa narrativa autobiográfica examina a alienação e desespero de um homem que luta para se encaixar na sociedade japonesa do período pós-guerra.

  2. "走れメロス!" (Hashire Merosu!, Corra, Melos!, 1940): Uma história de amizade e sacrifício que explora temas de honra e lealdade.

  3. "斜陽" (Shayō, O Sol Poente, 1947): Ambientado nos tumultuados anos pós-guerra, este romance examina as mudanças sociais e os desafios enfrentados pela aristocracia japonesa.

Abordagem Literária:

Dazai adota uma abordagem introspectiva e melancólica em suas obras. Suas histórias muitas vezes refletem a instabilidade emocional e os conflitos internos que ele próprio experimentou, oferecendo aos leitores uma visão profunda da condição humana.

Conclusão:

Embora Junji Ito e Osamu Dazai operem em gêneros literários distintos, ambos deixaram uma marca duradoura na literatura japonesa. Ito, com seu domínio do horror visual, e Dazai, com sua exploração das complexidades da psique humana, contribuíram para a riqueza e diversidade da tradição literária japonesa. Seja pelos arrepios provocados pelos contos de Ito ou pela reflexão profunda induzida pelas obras de Dazai, ambos os autores continuam a inspirar e cativar leitores em todo o mundo.

Postar um comentário

0 Comentários