Diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 9x15

Esse é um especial onde faço uma comparação entre as diferenças entre os episódios da série The Walking Dead e as edições da revista em quadrinhos The Walking Dead. No caso essa é a postagem base da oitava temporada e vou colocar aqui os links para os outros episódios, caso você queira ver a comparação entre as outras temporadas, pode conferir aqui:





Se o que você está procurando é onde conseguir ler The Walking Dead, saiba que a revista em quadrinhos foi lançada no Brasil e pode ser encontrada por preços bem bacanas com vários outros conteúdos da franquia. Quando foi lançada por aqui a franquia não era conhecida, então o nome ficou como "Os Mortos Vivos". Se você ainda não assistiu, saiba que obviamente eu vou comentar sobre quem morreu. Mas chega de papo e agora vamos para a comparação!

Antes de tudo, NOSSA, que episódio ein galera? Fazia tempo que eu não sentia essa emoçãozinha e pensei que não ia sentir porque já sabia o que acontecia, mas achei tão bem produzida a apresentação. Gostei mais do que na versão da HQ. Assim, não é que eu ache que The Walking Dead esteja horrível como muitos falam, mas com certeza não sinto mais a emoção que sentia no começo.
O negócio é, eu acho que The Walking Dead começou com um público adolescente, mas é voltado para o público adulto, pois é um drama e não uma série de ação. Sendo assim, acho que é o tipo de obra que acaba sendo melhor reconhecida quando termina, pois no quesito dramático acho que cai muito bem. É uma obra que foca mais na relação dos personagens que na matança de mortos. Sendo assim, creio que vendo inteira de uma vez, pode ser bem mais agradável do que esperar toda semana por algo diferente e não acontecer.

No caso desse episódio, no geral não foi diferente. Os personagens indo pra lá e pra cá, batendo um papo. Um toque sentimento e tal, mas o diferencial mesmo foi no final, que acho que deu um toque especial fantástico no episódio inteiro. Algo que eu queria sentir fazia tempo, pois até estavam tendo mortes, tipo a do Jesus, mas eu simplesmente não sentia impacto. Já nesse aqui a coisa foi diferente, até achei estranho não ser episódio de fim de temporada, meio desperdício inclusive.

O episódio começa com aquele casal que logo vai pro saco para que a Alfa pegue o cabelo e as roupas da mulher. Nos quadrinhos não tem o casal, Alfa simplesmente aparece de uma vez lá dentro de Alexandria (onde acontece o festival na HQ). Um personagem realmente comenta que nunca a viu por ali, mas não é Ezekiel.

Quanto a Lydia chegando no Reino, nos quadrinhos é ela chegando a Hilltop, mas não há muito foco na desconfiança. A parte da aliança entre os grupos não tem nos quadrinhos porque já é algo que existe, porém não foi mostrado. Isso porque após a guerra com Negan, não rolou uma separação, muito pelo contrário, até o Santuário se tornou parte da aliança, apesar de ser a ovelha negra.
A parte dos garotos provocando ciúmes em Lydia, ela existe mais ou menos. Na verdade acontece de um jeito mais natural. É Sophia (Lembram da loirinha filha da Carol que morreu e foi parar no celeiro?), que ainda está viva na HQ e rola aquele certo ciuminho com Carl e sua nova namorada em Hilltop, mas nada demais também.

O grupo não é capturado pelos sussurradores. É Rick que vai até lá pegar Carl, e Alfa o libera com Lydia e diz aquelas palavras sobre "Espero que consigam proteger minha filha". E assim "expulsa" Lydia para todos verem, mas é um teatrinho. A parte do choro existe na HQ também e mata o infeliz pra ele não a ver sendo fraca.

Os personagens que perdem a cabeça nos quadrinhos são Olivia, Josh, Carson, Tammy, Luke, Erin, Ken, Amber, Larry, Oscar, Rosita e Ezekiel. E é mostrado do mesmo jeito na HQ, um quadro com alguém procurando, outro com uma cabeça. Mas acho que na série ficou bem melhor, escolheram uma música tão intensa, e me surpreendeu demaiiiiiiis terem matado o Henry, especialmente pelo esforço tão grande pra ele ser o novo Carl. Assumo que senti uma pontada de tristeza em ver a Tara ali, é uma personagem que parece ter tentado se desenvolver pra caramba e no fim não deu e acabou morrendo antes, acho até estranho eu sentir isso já que achava ela sem sal pra caramba.

Basicamente essas são as principais diferenças. Mas e aí, o que acharam do episódio? O que acharam da ideia do Reino? Se empolgaram com algo tão diferente? Ou acharam uma tosqueira louca? E se você estiver afim de ler as HQ's de The Walking Dead, pode dar uma conferida aqui

Comentários