O jovem que cometeu suicídio por não ganhar celular pra jogar PUBG

Existem inúmeros tipos de vícios, no entanto acaba sendo mais difícil de digerir quando não se trata de algo relacionado a substâncias químicas. E a coisa piora ainda quando tem a ver com entretenimento em que não se ganha nada. Um exemplo foi um jovem indiano de 18 anos que cometeu suicídio quando os pais se negaram a pagar um celular caro pra ele.



O caso foi absurdamente chocante, e já tínhamos visto finais bizarros antes, como o triste destino do garoto que vendeu o rim pra comprar um iPad 2, porém a morte é o extremo e consegue dividir opiniões rapidamente. Nesse caso eu não consigo nem imaginar os sentimentos que ficaram na família, de dor e raiva.

Tudo começou quando o cara queria jogar PUBG Mobile com a melhor qualidade possível, e para isso pediu pra família lhe dar um celular que custava ₹ 37.000 (convertido fica R$ 1.894), mas a família não tinha esse dinheiro e disse que estava disposta a dar um celular sim, porém só podiam pagar ₹ 20.000 (R$ 1.023). Como resultado ele pegou uma corda e se enforcou na cozinha da residência.

Casos extremos relacionados a vício rolam pelo mundo todo, como a mulher que matou o bebê pra jogar Farmville em paz, no entanto é bem mais frequente na parte oriental do planeta e inclusive tem se tornado um problema cada vez maior por lá, como o casal que vendeu os três filhos para pagar dívidas de jogos ou a chinesa de 10 anos que roubou pra usar a grana em jogos.

Comentários