RimWorld | Um simulador de sobrevivência complexo ao extremo

Tá aí um jogo que fiquei sabendo sobre bem ao acaso, e não dei bola, porém tempos depois fui atrás e a surpresa foi muito grande pela ambição extrema em fazer algo com uma quantidade tão gigantesca de detalhes. Com o crescimento do interesse em desenvolvimento de jogos, vemos uma quantidade cada vez maior de opções, porém a maioria optando pela simplicidade. RimWorld foi pelo caminho inverso.


A história se passa no futuro, com a era da exploração espacial já em estado avançado. Três pessoas despertam em suas câmaras de criogenia e ouvem o alarme da nave e som de metal sendo rasgado. Desesperado eles correm para os veículos de fuga e entram, conseguindo descer em um planeta desconhecido. E assim precisam sobreviver.


A primeira vez que ouvi falar de RimWorld, foi no Twitch Nerd Maldito, quando fui jogar Machiavillain, que agora me sinto aliviado por ter jogado primeiro, já que provavelmente iria achar meio  decepcionante se visse antes de RimWorld. Mas bom, na hora eu não entendi direito quando alguém disse que era um clone, na real eu pensei que a pessoa tava falando de Rain World, e não entendi o que tinha de parecido.

Porém com o passar do tempo, e em minha busca constante por mods interessantes, acabei achando um que me chamou a atenção e vi que era de RimWorld, o que me fez finalmente querer dar uma conferida e foi uma verdadeira surpresa o nível de complexidade e em como pode ser rejogável e extremamente viciante.

Assumo que fiquei meio assustado no começo, afinal de contas parecia complexo demais e já imaginei o tutorial enfadonho que iria ter.  Lembrei logo de jogos como Gnomoria, que acabavam desanimando pela quantidade enorme de coisas que eram bem chatas de se aprender. Porém prendi a respiração e pulei fundo na coisa.

Bom, apesar de ser em português, não dá pra dizer que o tutorial é gostoso, porém ele é extremamente suave em relação a o que esse tipo de jogo costuma oferecer. É até mesmo inteligente, isso porque a parte do tutorial só apresenta os básicos e é direto ao ponto. Nada do tipo Monster Hunter World, que a cada dois segundos aparece um texto gigantesco na tela explicando algo extremamente básico.

Após aprender as coisas realmente necessárias, você já está pronto pra jogar e aí é que vem o tutorial inteligente, pois o jogo fica analisando você jogar. Você pode arriscar ir tentar coisas, mas se não fizer, após algum tempo aparece uma pequena notificação com um textinho tipo "Formar Caravanas", você clica e aparece uma explicação rápida dizendo que dá pra fazer isso. Ou seja, você vai jogando e aprendendo.

Eu citei a história dos tripulantes da nave, porém existem narrativas diferentes, você pode por exemplo assumir o papel de cinco nativos que tiveram sua tribo destruída e que precisam recomeçar tudo de novo, ou um explorador rico que sozinho quer construir algo do nada. Ou se você for hardcore, pode  tentar começar com um único personagem nu sem absolutamente nada, tendo que construir tudo do zero.

Você ainda conta com os narradores, que são aqueles responsáveis por conduzir os acontecimentos do mundo de uma determinada forma. Pode ser algo mais tranquilo e simples, algo crescentemente desafiador, ou uma experiência aleatória. Além do narrador, tem o nível de dificuldade que esse narrador terá e além disso tem também a opção de ser morte permanente ou com modo de salvar o jogo e recarregar.

O mundo em que seus personagens irão morar é feito de forma aleatória e usa aquele sistema de sementes. Ou seja, você coloca um nome, se você sempre criar jogos com o mesmo nome, será o mesmo mundo, agora se você alterar esse nome, o mundo irá mudar.  Dá também para escolher o tamanho do mundo e as condições climáticas gerais.

Após isso você deve escolher em qual lugar do mundo as cápsulas de fuga irão cair. Sendo que cada lugar tem seus efeitos próprios, por exemplo um local com neve será mais problemático para plantações. Determinados animais também vão viver em certos ambientes. Sendo assim você precisa pensar em que tipo de vida quer simular.

Por fim você deve escolher qual dos três personagens irão acordar. Cada pessoa tem características próprias. São pessoas comuns, com profissões comuns e habilidades próprias. Tem traços próprios de personalidade que irão influenciar em sua forma de agir, assim como tem uma lista de habilidades divididas com pontos próprios. Elas podem ser fenomenais em domesticar animais e simplesmente incapazes de minerar.

Quando chegam ao planeta, você tem que construir uma casa, coletar recursos que despencaram da nave, coletar recursos da própria natureza. É preciso criar paredes de materiais variados, fazer mesas de criação, colocar os personagens para estudarem novas tecnologias e assim liberarem possibilidades novas.

Cada área da casa deve ser projetada de um jeito que funcione de verdade. Se não tiver algo que ilumine, será um ambiente escuro, se não tiver refrigeração, alimentos perecíveis irão apodrecer em uma determinada quantidade de tempo e não vão servir para nada. Áreas em geral também precisam ser configuradas, como o ambiente pra depositar lixo, o ambiente pra plantar, etc...

No entanto esse não é meramente um jogo de construção, ele é um simulador completo, existem doenças, eventos naturais, perigos que rondam o lugar. Pra você ter uma ideia, o combate gera danos em pontos variados dos personagens e inclui órgãos internos e transfusão. Tem coisas que você só vai descobrir que são possíveis quando acontecer.

Sua relação com outros povos pode ser amigável ou pode ser de verdadeira guerra. É possível inclusive pegar prisioneiros e transformá-los em aliados. E cada personagem tem suas necessidades, podem se apaixonar, se separar. Seus sentimentos variam, teve uma vez que um dos meus personagens surtou e matou o animal de estimação que estava com o grupo desde o início, fiquei chateado =(.

O visual é muito bonitinho, lembra o de Prison Architect, inclusive a própria jogabilidade acaba lembrando também, já que tem todo esse climinha de construção. No geral é bem amigável e fácil de se ficar encantado com a simplicidade. Ainda mais se tratando de um jogo complexo pra caramba, com certeza agrada.

Enfim, esse é um belo jogo, pode ser assustador no começo, mas com certeza se você gosta de jogos do tipo, vai ficar maravilhado com as possibilidades. Eu diria que é semelhante à franquia ArmA, no quesito detalhes. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na steam, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários