Worlds Adrift | Explore os céus em navios voadores com os amigos

As pessoas são apaixonadas por piratas, e Worlds Adrift é mais um exemplo de obra que usa elementos de pirataria de uma forma a encantar. Um jogo que reúne coleta de recursos e exploração por ilhas misteriosas, além de combates frenéticos, parecendo uma mistura de Guns of Icarus e Portal Knights.



Um mundo entrou em colapso e graças a isso acabou se fragmentando, sobrando apenas ilhas voadoras com vestígios do que era antes. Milhares de anos depois você é alguém que chega a essas ilhas e pode vagar por elas, descobrindo seus mistérios e enfrentando outros que também estão à procura de recursos.

Essa ideia de ilhas voadoras é algo que acabou se tornando uma técnica interessante de limitar mundos abertos sem precisar preenchê-lo por completo e ao mesmo tempo dar um charme especial. Já vimos a coisa em vários outros jogos como Sky Nations, The Mighty Quest For Epic Loot e até em mundos não abertos como Warlock 2: The Exiled.

Aqui nós temos um jogo onde você começa preso em uma ilha, sozinho, apenas com ferramentas para explorar, construir e extrair recursos. Joguei em acesso antecipado ainda e o tutorial foi um dos piores que vi na minha vida, mesmo jogando no Twitch, com várias pessoas assistindo, nem eu e nem quem assistia conseguia entender como fazer certas coisas. Acabei tendo que ir ao youtube e vi que era simplesmente mal feito mesmo. Isso pode ser frustrante.

Por outro lado, a sensação de controle do personagem é bem gostosa e engraçada. Digo isso porque é dos criadores de Surgeon Simulator e mesmo sendo um gênero bem diferente, você nota facilmente que aquele toque de física bizarra continuou. Isso faz com que o seu personagem pareças um bonecão mole enquanto se estabaca no chão.

Essa sensação aumenta com a presença do gancho que é um dos principais elementos do jogo, pois te permite balançar por aí no maior estilo dos jogos do Homem Aranha, e a física e personagem super mole dá um baita de um charme em diversos momentos. As situações que são geradas acabam sendo hilárias naturalmente.

Graças a esse gancho você também pode ir nas laterais da ilha e extrair coisas enquanto está pendurado, e do mesmo jeito dá pra ir na parte de baixo. Cada ilha tem um formato próprio e muitas vezes é completamente diferente de outras, portanto pode ser que a parte de baixo tenham lugares para você subir, ou pode não ter nada.

É necessário descobrir tecnologias antigas e recursos para fazer sua nave. Nela você pode criar todo o visual, puxando as laterais e moldando no estilo massinha de modelar. Pode ser uma nave grande e espaçosa, ou minúscula e mais difícil de ser acertada por outros jogadores. Naturalmente quanto mais elementos tiver na nave, mais espaço vai precisar.

Os combates são bem no estilo de jogos como AirBuccaneers, com tiroteio aéreo e uma ou mais naves tentando se derrubar. Com o gancho é possível ainda sabotar a coisa e se pendurar nas naves dos inimigos para assassinar toda a tripulação e então saltar de volta em sua nave e apenas observar a outra desabando.

Enfim, é um jogo bacana, mas requer paciência e de preferência amigos para jogar junto, parece uma versão 3D de Windforge, porém sem ser steampunk. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na steam, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários