Diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 8x15

Esse é um especial onde faço uma comparação entre as diferenças entre os episódios da série The Walking Dead e as edições da revista em quadrinhos The Walking Dead. Caso você queira ver a lista de episódios de todas as temporadas, pode conferir aqui: 


Se o que você está procurando é onde conseguir ler The Walking Dead, saiba que a revista em quadrinhos foi lançada no Brasil e pode ser encontrada por preços bem bacanas com vários outros conteúdos da franquia. Quando foi lançada por aqui a franquia não era conhecida, então o nome ficou como "Os Mortos Vivos". Se você ainda não assistiu, saiba que obviamente eu vou comentar sobre quem morreu. Mas chega de papo e agora vamos para a comparação!




Esse episódio tem início com a carta de Carl, algo que ganhou grande ênfase na série e achei interessante, foi o tipo de mudança que me agradou muito. Mas repetindo, quem morre nos quadrinhos é Andrea e acontece depois, além disso a despedida dela é dita diretamente para um por um.

Uma mudança interessante que eu tinha esquecido de falar, é o fato de que não é a personagem que diz coisas para as outras pessoas, mas sim as outras que dizem coisas, falam o que pensam dela e  como é importante. É lógico que ela deve ter falado algo, mas na HQ não é mostrado, apenas os quadrinhos dos personagens falando.

Negan mostra uma certa tristeza com a morte de Carl, eu achei isso meio estranho na série, não parece muito natural, quero dizer, ele pode só pensar que é uma armadilha e o moleque nem morreu né? Só que é notável a cara de tristeza dele enquanto Michonne fala no rádio. Na HQ ele realmente gosta do garoto, porém é mais uma admiração por ser um moleque de 8 anos com uma metralhadora do que um carinho quase paternal como é mostrado.

Simon não é um personagem existente na HQ, portanto toda a trama de traição não acontece. Já Dwight realmente fica tramando contra Negan, porém ele não é desmascarado como agente duplo em momento algum, nunca é visto e sobra alguém pra contar a história, somente no momento final, que ele se revela a todos sozinho.

Eugene é realmente capturado por Negan, porém jamais se torna seu capacho, quando é ameaçado ser castrado, ele diz que nesse caso Negan vai ter que castrar ele mais de uma vez e que não tá nem aí pra essas ameaças. Da mesma forma Gabriel não vira prisioneiro, ele realmente age como padre na maioria do tempo, e fica na cidade dando missas e aconselhando. Quanto às garotas da floresta, elas não existem na HQ.

Basicamente essas são as diferenças. Mas e aí, o que acharam do episódio? O que acharam da ideia do Reino? Se empolgaram com algo tão diferente? Ou acharam uma tosqueira louca? E se você estiver afim de ler as HQ's de The Walking Dead, pode dar uma conferida aqui.

Comentários