Diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 8x08

Esse é um especial onde faço uma comparação entre as diferenças entre os episódios da série The Walking Dead e as edições da revista em quadrinhos The Walking Dead. Caso você queira ver a lista de episódios de todas as temporadas, pode conferir aqui: 


Se o que você está procurando é onde conseguir ler The Walking Dead, saiba que a revista em quadrinhos foi lançada no Brasil e pode ser encontrada por preços bem bacanas com vários outros conteúdos da franquia. Quando foi lançada por aqui a franquia não era conhecida, então o nome ficou como "Os Mortos Vivos". Se você ainda não assistiu, saiba que obviamente eu vou comentar sobre quem morreu. Mas chega de papo e agora vamos para a comparação!

Esse episódio começa com uma conversa entre Carl e Rick, e simboliza bem a evolução do personagem e seu pensamento mais puro das coisas. Nos quadrinhos isso só acontece no futuro, durante essa época Carl ainda é criança na HQ, porém é a última fase da HQ que ele é criança, depois há um salto temporal que mostra ele adolescente e mais suave como pessoa, pois durante a infância ele é carrancudo pra cacete.

Em relação à aventura de Aaron e Enid, bom ela não existe, o que se pode tirar daí é que Aaron é realmente um personagem que explora frequentemente, sai em busca de novos grupos, observa e faz negócio, mas nem Enid, nem esse grupo de mulheres existe nos quadrinhos, portanto essas cenas em geral não rolam.

No geral as cenas como a de Maggie e Jesus mostram momentos "por trás dos bastidores" nos quadrinhos, pois lá o que é mostrado é mais direto ao ponto, até mesmo certos planos são uma surpresa e você só vê a conclusão ao invés do desenvolvimento. E essa cena do carro é um exemplo de coisa que não é mostrada, mas que facilmente se encaixa no plano de fundo dos quadrinhos.

O ataque ao Alto da Colina acontece, no entanto o grupo principal está lá, não é Carl que lidera, lembrando que ele ainda é um garotinho apesar de ser bem capaz. É Rick que está lá, e na versão dos quadrinhos esse é um ataque que rola bem mais para o fim da guerra, portanto aparentemente não é uma adaptação dele, talvez seja apenas um extra para indicar que rolaram ataques por lá também e não apenas em Alexandria.

E então nós temos o Carl e a mordida, bom ao menos na HQ o personagem não toma uma mordida nem morre até a divulgação desse episódio. Ele é um personagem bem único porque você o viu criança e então cresceu. Acho bem absurdo quem falou que era um personagem descartável porque mal aparecia. É possível encaixar quase qualquer história em diversos personagens, mas Carl foi o único que ficou desde o início, a filha da Carol também sobreviveu na HQ, mas mataram na segunda temporada da série, e assim só sobrou Carl mesmo.

Basicamente essas são as diferenças. Mas e aí, o que acharam do episódio? O que acharam da ideia do Reino? Se empolgaram com algo tão diferente? Ou acharam uma tosqueira louca? E se você estiver afim de ler as HQ's de The Walking Dead, pode dar uma conferida aqui.

Comentários