Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 15 de novembro de 2015

Os comentários de Miyamoto sobre o fracasso do Wii U

Quando apresentaram o primeiro vídeo com a potência do Wii U, todo mundo ficou louco, aquilo era simplesmente muito bonito pra época. Ainda é bonito né? Só que de lá pra cá vimos muitas coisas boas e aí aconteceu aquele negócio de vermos detalhes "fracos" que antes não notávamos por não ter coisa melhor. Mas a proposta toda em geral parecia inovadora demais, tudo muito incrível e que parecia que iria dar certo.

Outra coisa que indicava o sucesso certo da coisa era o controle inovador, como todo mundo sabe, o Wiimote fez o sucesso do Nintendo Wii, ele abriu portas para pessoas que antes nem ao menos imaginavam jogar video games, vovós, pais e mães. Se tornou um video game familiar, simplesmente agradável e atraente, diferente dos outros que tinham foco em gamers mesmo e por isso cheio de títulos hardcore. Isso somado ao preço inferior aos outros fez o Wii vender feito água.


Para quem não sabe, a Microsoft e a SONY quase foram donas do Wiimote, no entanto especialmente a microsoft, ridicularizou o controle quando lhes foi apresentado. Depois as duas empresas viram que perderam uma oportunidade de ouro e correram atrás, o que causou uma baita de uma pressão na Nintendo que teve que correr pro Wii U. Com a apresentação do controle tátil, a coisa era inovadora na época e dessa vez a Microsoft foi mais humilde e logo depois apresentou algo semelhante, a possibilidade do Xbox se conectar ao smartphone e fazer o mesmo.

Infelizmente pra Nintendo, ela apostou novamente em algo inovador, mas com o Wii U se deu muito mal, pois a era dos tablets e smartphones estava se iniciando, sendo assim com todo mundo tendo aquilo nas mãos, o que sobrava para o Wii U? O "ambiente familiar" em especial, que antes era a grande fonte de dinheiro, poderia ter aquilo em um smartphone com pessoas criando aplicativos de tudo e até grátis (Vai dizer que você não ficou até arrepiado ao ver um Smartphone sendo transformado em dreamcast?).

O que restou? Bom, além do público infantil, com jogos tranquilos e divertidos a disposição no Wii U, a outra fatia é dos gamer hardcore tradicional. Isso complica as coisas, pois embora muito divertidos os jogos da Nintendo, o povo queria jogar outros jogos também, e a ausência de empresas hardcore no meio era um problema. Isso sem contar com o preço alto e as limitações do sistema.

Em uma entrevista, Shigeru Miyamoto, responsável por uma penca de personagens da nintendo, explicou que o negócio não era apenas o preço que espantou a clientela, ele declarou o seguinte:

"Penso que infelizmente o que acabou por acontecer foi que os tablets apareceram e começaram a crescer muito rapidamente. Infelizmente o Wii U foi lançado num período em que as peculiaridades das suas funcionalidades não eram tão fortes como quando começamos a desenvolve-las,"

Sobre o objetivo do Wii U ele disse que era:

"Ter uma funcionalidade do tipo tablet ligada ao sistema em que você poderia ter aquele iniciar rápido como nos tablets. Seria possível ter a conveniência dos controles táteis em que você ficava no sofá jogando em um dispositivo ligado à televisão, e seria um sistema único que poderia introduzir novas formas de jogar."

Deve ser chatão falar sobre o fracasso de algo que você fez né? Ainda mais algo grande desse jeito. E você, já teve interesse em um Wii U? Não? O que não te atraiu no console? Confiram também o jogo cancelado da Nintendo devido ao nível de violência.

2 comentários:

Matt Kist disse...

Eu quase comprei, mas achei muito caro e resolvi esperar lançarem mais jogos. Com o passar do tempo, de 2013 até agora só foram lançados uns 6 jogos, desses só me interessam o Splatoon e o Mario Maker. Esse videogame definitivamente morreu, foi um fracasso.
Eu adoro os jogos e os console da Nintendo, mas o que me fez desistir de comprar o Wii U foi simplesmente a falta de jogos. Se eu comprasse, teriam só uns 5 jogos que jogaria.
Imagina só pagar 1500 reais em um console onde tu só vai jogar 5 jogos (isso é um investimento de 300 reais por jogo). Levando em consideração que cada jogo ta custando no mínimo 200 reais, é como investir 500 reais POR JOGO! Cara, eu não vou gastar 500 reais em um jogo eletrônico.
Tem muita edição de colecionador de jogos para PC que vem com Action Figure e custa mais barato que isso.
Sem falar naquele sistema de colecionáveis, os Amiibos. Quem tem Wii U vai querer ter os personagenzinhos né.
É muito gasto.

Ragnalucard disse...

É indiscutível dizer que o Wii U é um console muito divertido, mas eu também sou consciente, ele vendeu muito menos que o próprio Wii. Digamos que essa é a era Sega Saturn para a Nintendo, nenhuma Third Company quer fazer jogos para o Wii U, e isso estraga bastante o console, está certo que a Nintendo lança ótimos jogos e tenta sempre inovar, mas simplesmente é caro demais, além de que ela desmotiva os brasileiros de comprarem seus jogos, já não basta o dolar estar caro, ela tem que parar de trazer seus jogos para o brasil.
Eu acho o Wii U super divertido, mas é um video-game que não dá para bancar fácil, só para quem REALMENTE anima de pagar uma fortuna nesse console que eu recomendo, ou quem mora no exterior...