Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

A misteriosa techdemo de Mario Kart XXL

É muito comum ver grupos indie que tentam fazer um jogo, mas logo abandonam, esse tipo de coisa simplesmente acontece... No entanto é um erro pensar que somente empresas pequenas fazem isso, projetos são coisas que não faltam em grandes empresas e a nintendo é uma delas, como por exemplo o jogo do Mario cancelado devido ao excesso de violência ou mesmo o fantástico Starcraft Ghost. Mas além de jogos cancelados que tiveram apenas protótipos, ainda existem outros que se destacam e esses estão no mundo das techdemos.

Então são obras jogáveis, dá pra controlar o personagem e tudo mais, porém o intuito de uma techdemo quase nunca é o de se lançar algo comercialmente. Ou seja, existe muita coisa por aí que desenvolvedores criaram usando personagens famosos, mas no final das contas aquilo era meramente para ilustrar tudo e não para se ter uma versão final.


E obviamente o Mario não podia ficar de fora de uma coisa dessas, portanto para uma techdemo dedicada a um console da nintendo, nada é mais adequado do que usar o personagem como modelo da coisa. Nessa parte é que surge o Mario Kart XXL, uma techdemo que foi falada por muita gente, mas nunca devidamente apresentada ao mundo.

Mas antes de tudo vamos falar um pouco sobre Mario Kart Super Circuit, ele obviamente é um jogo da Nintendo e é basicamente o Mario Kart Adavance. Foi lançado em 2001 e usava uma técnica muito comum nesse portátil, o visual 2.5D. Então era algo que tinha uma pista 3D mas os elementos em geral eram em 2D, algo bem no estilo daquele pokemon 3D.

Normal né? Bonitinho, algo adequado para o game boy advance. Mas é aí que entra o tal do Mario Kart XXL. Como vocês sabem bem os desenvolvedores vão se aperfeiçoando com o passar do tempo e assim um console é lançado e aos poucos novas técnicas são dominadas fazendo com que passem a fazer jogos cada vez mais bonitos, ou ao menos tenham o conhecimento para fazer.

O ano de 2004 é quando foi apresentada a tal demo pelo designer Manfred Trenza, que os que viram logo afirmaram que usava os gráficos fornecidos pelo Game Boy Advance de uma forma realmente agressiva, puxando muito do harware do portátil, mas deixando tudo realmente incrível. E claro, os curiosos logo começaram a falar sobre, mas foi uma demo técnica fechada.

A técnica usada em Super Circuit é a de um efeito chamado Mode-7, que basicamente pega um cenário plano e "dobra", dando a impressão de que é 3D, essa técnica já era usada pela nintendo desde os tempos do Nintendo 8-Bits, ou seja, é realmente algo bem antigo e que também foi aplicado muitas vezes no game boy advance, mas é mais para uma simulação do 3D.

Trenza é fundador da desenvolvedora Denaris Entertainment e fez a demo para apresentar uma engine. Mas o assunto voltou a ser falado em 2015 quando surgiu um vídeo que indica ser a techdemo! No vídeo é mostrado um adaptador de game cube para GBA e assim é mostrado em tela cheia a coisa, confira:
Ficou 3D puro o negócio ein? O que acham?

Nenhum comentário: