Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Você sabe o que é uma Tech Demo? Descubra!

No mundo dos video games existe uma quantidade imensa de expressões que se ouve constantemente. Alguns sabem o que significam, outros apenas ignoram e continuam lendo sobre, mas a maioria dessas expressões é referente a gêneros, como Hack and Slash, Roguelike e STG. Porém tem algumas dessas expressões que são voltadas para a parte técnica da coisa, e uma delas é a Tech Demo, você sabe o que diabos é isso?

Essa expressão é a abreviação de Technology Demonstration (Demonstração de Tecnologia em português) ou Technical Demonstration (Demonstração Técnica), e assim já fica bem óbvio o que se trata não é? Mas não tão explicativo assim sobre os momentos em que são aplicadas. Algumas pessoas confundem techdemos com as demos normais de jogos, e definitivamente não é isso.



Mas indo direto ao ponto, essas demonstrações são criadas não exatamente para o público em geral, na maioria das vezes são feitas para empresas, e podem ou não serem apresentadas ao público. Algumas vazam muitos anos depois, enquanto outras simplesmente ninguém nem ouve falar ou apenas se sabe o que alguém falou, mas ninguém viu imagem ou algo do tipo. É aquele tipo de coisa que você lê em entrevista e um desenvolvedor cita que lembra de ter visto algo mais ou menos de tal forma em tal ano.

Uma coisa comum e empolgante em Tech Demos é que elas geralmente são impressionantes e superiores ao produto final. O motivo disso é que elas não são feitas para apresentar um produto final, mas sim a capacidade que uma tecnologia tem. Ou seja, os caras não precisam se preocupar em ter que fazer um jogo inteiro mostrando aqueles efeitos, mas sim aquela parte em especial, e assim se dedicam a cada pequeno detalhe pra apresentar muitos efeitos.

Um exemplo fantástico disso é a Tech Demo de Final Fantasy VII para Playstation 3, mesmo com o vídeo em baixa resolução, você nota uma quantidade imensa de coisas acontecendo, movimento de tecido na roupa, faíscas, um ambiente imenso sendo apresentado. É simplesmente lindo, super detalhado, e um PS3 de fato roda aquilo ali. O negócio é, se desenvolvedores decidissem criar algo daquele jeito, teriam que fazer não apenas em uma área, mas no jogo todo, então imaginem o tempo e a grana investida para algo assim? E é por isso que não vemos todos os jogos de PS3 daquele jeito. Veja como exemplo o Alone in the Dark de Game Boy Color, aquilo mostra o quanto o portátil poderia ter ido além se todos decidissem investir pra valer em um jogo.

Naturalmente nem sempre essas demonstrações agradam, um bom exemplo disso é a Tech Demo de Zelda para Game Cube,que um produtor declarou que odiou. Uma outra maneira espetacular que algumas empresas fazem para apresentar tecnologias de forma aberta é criar um curta metragem em cima, por exemplo o sombrio The Blacksmith e o agitadíssimo Butterfly Effect são dois curtas feitos para apresentar a potência da engine Unity, mostrando uma quantidade imensa de elementos.

E já que falamos de Unity, demos de tecnologias em consoles nem sempre precisam ser feitos pela desenvolvedora, ou seja não é só a SONY que faz techdemos do playstation, mas empresas que trabalham em cima também podem, o fabuloso Agni's Philosophy foi feito pela Square Enix para testar o poder da engine Luminous rodando em um Playstation 4. A intensa demo da Quantic Dream chamada Kara também foi um espetáculo na apresentação e feita para demonstrar a tecnologia rodando no PS3.
Sendo assim, o fato de uma empresa fazer um console, não significa que ela vá fazer a melhor engine dele, pode aparecer uma segunda empresa e usar a potência daquela máquina para desenvolver algo que rode jogos com efeitos espetaculares.

Lembrando mais uma vez que techdemos não são as tradicionais demos que conhecemos, então um jogo pode ter uma demo E uma techdemo. A demo seria um pedaço retirado do jogo e disponibilizada ao público, a não ser que fosse da era de ouro das demos é claro onde empresas chegavam a criar fases exclusivas, mas normalmente são um pedaço que você vai encontrar no jogo. Já as techdemos são feitas ANTES de começarem a criar o jogo, às vezes elas são feitas pra própria equipe ter uma ideia de como vão ficar, sendo assim apenas um conceito da coisa e não para apresentar a outra empresa ou ao público.
E normalmente é indo por esse caminho de techdemo de jogo, que vemos surgirem os downgrades, pois empresas fazem seus testes, veem rodando, percebem que está lindo e querem se dedicar a fazer algo daquele nível em um ambiente muito maior, no entanto a coisa nem sempre dá certo e com o passar do tempo (por motivos variados) vão retirando um efeito e outro, e quando menos imaginam, o público percebe que a coisa mudou.

Enfim, techdemos são normalmente relacionadas a jogos, mas podem ser vistos em outros tipos de tecnologia, não confundam também com jogo em fase alpha e beta que é algo bem diferente, esses jogos já começaram a ser desenvolvidos e podem sim mudar, mas não são demos de tecnologia, são algo já em desenvolvimento e que pode ser modificado porque usaram certas coisas pra quebrar o galho, mas que seriam mudadas mesmo. Se você tiver pensando em começar a desenvolver jogos, esse é um daqueles conhecimentos básicos essenciais.

Nenhum comentário: