Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 7 de setembro de 2014

Jagged Alliance Flashback - Um ótimo jogo tático

Esse é um daqueles jogos de estratégia tática que conseguem te deixar bastante fascinado pela jogabilidade gostosa e é capaz de te prender por horas e te fazer querer repetir missões para tentar bolar estratégias melhores e vê como se dá bem efetuando certos movimentos. Definitivamente um jogo capaz de agradar facilmente fãs do gênero, e com uma mecânica que embora seja padrão, é fácil de sentir o quanto é fluida e fácil de entender.

A história te teletransporta para os anos 80, apresentando um tirano de uma ilha caribenha, esse comanda tudo de uma forma terrível, fazendo os seus habitantes sofrerem. O governo americano não pode intervir diretamente pois isso acabaria gerando terríveis problemas diplomáticos, e um grupo de mercenários entram em ação por trás, mas quando o líder desse grupo é sequestrado pelo tirano, isso fica como a deixa e a oportunidade perfeita para eles invadirem, eliminarem a ameaça e resgatarem o seu líder.

Nem preciso citar que é claro que esse tipo de trama acaba fazendo lembrar muito bem aqueles filmes de ação da década de 1980, o que de certa forma fica extremamente clichê por parecer um tipo de trama ultrapassada e batida demais, mas por outro lado simboliza uma bela de uma homenagem. Outro ponto, é que essa pode ser uma ótima opção para aqueles que assistem um filme de ação daquela década e dizem "Nossa, eu queria muito jogar algo desse gênero" e ao invés de jogarem algo da época lançado para Nintendo 8-bits, tem essa opção que consegue transmitir muito da essência.

A jogabilidade te coloca no controle do grupo de mercenários e você tem que invadir os vares setores da ilha, mas não se sabe o que está esperando e como os inimigos estarão preparados ou despreparados, e assim você tem que se adaptar a situação, usar táticas militares da forma que achar mais adequada, e tentar eliminar os inimigos da melhor maneira possível.

A forma de jogo é a de estratégia tática, sendo assim você é livre para andar pelo cenário, podendo selecionar todos os mercenários e ordenando que vão juntos, ou enviando um a um para os locais que achar mais adequado. Quando você encontra algum inimigo, é que o jogo mostra mais claramente os seus elementos TBT, pois os personagens passam a ter pontos de ação e você tem que usar da melhor maneira no seu turno, cada movimento, tiro ou outra ação gasta uma certa quantidade de pontos, quando você gasta todos, é hora de dar fim ao turno e começa a vez do inimigo.

É muito divertido fazer coisas como achar um inimigo em uma sala, e bolar uma forma de eliminá-lo de forma rápida e sem receber danos. Por exemplo teve uma vez que eu coloquei um personagem para entrar em uma sala e já se esconder, isso foi o suficiente para o inimigo ver ele, e a reação foi de correr para a porta dos fundos e assim procurar abrigo, mas o que ele não imaginava, é que antes disso eu já tinha dado a ordem para um dos meus homens dar a volta e esperá-lo no fundo, e assim que o bandidinho apareceu, tomou três tiros na fuça.

Existe ainda o sistema de recursos, os seus homens se machucam e tem recursos limitados, eles precisam sobreviver, por isso quando você passa pelos lugares, é preciso também vasculhar e procurar o que está precisando, quando um inimigo cai no chão você pode revistar o cadáver dele e ver se não tem algum objeto útil que possa ser usado.

Graficamente eu achei o jogo mais ou menos, ele é bonitinho e tal, mas não me surpreendeu tanto, não achei uma coisa muito polida, a câmera usa uma perspectiva isométrica e te deixa sempre em cima dos personagens, tendo uma visão do cenário em geral.

Enfim, tá aí uma boa opção de jogo tático em turnos, em geral usa uma mecânica bastante pura e já conhecida, porém de uma forma tão fluida que é capaz de facilmente prender a pessoa por horas. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: