Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Heavy Bullets - Um roguelike brasileiro muito psicodélico!

Esse é um daqueles jogos que pode ser considerado para qualquer momento, digo isso porque ao mesmo tempo que é muito divertido e viciante, sendo adequado para qualquer hora, tem uma jogabilidade extremamente fácil e que vai direto ao ponto, não ficando como um daqueles jogos super complexos onde você não está no clima de digerir uma história profunda e que te faz refletir. Sendo assim é um jogo que você logo nota que o foco mesmo é a diversão sem compromisso, onde você entra, não sabe se vai zerar, mas já começa a partida louco para fazer a maior pontuação possível.

A história é apresentada de uma maneira meio que "por alto", não é dito muita coisa sobre o que exatamente é o ambiente. Mas o que você sabe é o seguinte, ocorreu um problema em um sistema, ele foi invadido, muitas pessoas irão morrer graças a isso e você é o técnico e precisa urgentemente ir até o mainframe e resetá-lo, porém para passar pelo sistema de segurança invadido, as coisas serão muito complicadas e certamente você irá morrer até conseguir fazer.

Com certeza alguns de vocês já devem ter desconfiado que o jogo é do gênero roguelike, e acertaram, esse é um jogo que usa esse estilo, sendo assim existem dois elementos principais aqui. O primeiro, é que toda vez que você começar um jogo novo, os ambientes serão gerados na hora, tanto posição dos mapas, quanto localização dos objetos, e até mesmo inimigos que você encontrará. E o segundo elemento é que se você morrer, o jogo acaba, algo que a primeiro ponto parece ser terrível, mas a forma simples do jogo e as possibilidades de achar bônus já no começo te deixam realmente entusiasmado e com muita vontade de começar de novo. É maravilhoso pegar vantagens incríveis já de primeiro, ir bem longe, e de repente morrer, o que será que virá depois? Será possível chegar tão longe novamente? O jogo sempre te deixa com essa sensação de que você consegue ir além.

A jogabilidade é bem agitada, esse é um jogo de tiro em primeira pessoa, e a ação é constante, os inimigos são os mais rápidos que já vi em um roguelike, leva um instante muito breve para que eles se movam de um lugar em distante até onde você está, e as defesas instaladas são impetuosas, mas o melhor é que elas não atacam apenas você, mas também as criaturas presentes. E por falar nos inimigos, eles são também dos mais estranhos, como por exemplo a "cobra do matinho", que fica tirando uma sonequinha tranquila escondida, e se você não for observador, pode estar em cima dela quando menos esperar.

O visual vai te fazer sentir como se estivesse em uma verdadeira viagem psicodélica, o jogo é muito colorido, com cores bastante saturadas, e uma mistura constante que passa bastante uma atmosfera própria, além de gerar uma personalidade para o jogo. É aquele tipo que você vê uma imagem na internet e já sabe bem de onde ela veio.

Enfim, esse é um jogo agitado, para quem gosta de tiroteio e sensação de evolução, muito provavelmente irá ficar um tanto apaixonado, eu recomendo. Quem se interessa pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: