Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Conclusão sobre o final da série True Blood

Pois é pessoal, True Blood acabou e resolvi fazer uma postagem aqui sobre o final dessa série maravilhosa que definitivamente está na minha lista de favoritas. Naturalmente falarei spoilers, então se você ainda não terminou de assistir, ou pretende ver, recomendo não ler essa postagem pois pode acabar com as surpresas.

Bom, essa é uma série que me apaixonei rapidamente, afinal de contas um seriado que apresentava vampiros como plano de fundo, mas a abordagem dos temas apresentados são assuntos sérios como política, religião, preconceitos e outras coisas e ainda feito pela HBO, que de longe é minha emissora favorita, simplesmente é o tipo de fórmula que se torna irresistível pra mim. Então True Blood foi amor a primeira vista. O charme da série em criar uma atmosfera própria também foi algo demais, afinal de contas tem tantas séries que não parecem transmitir uma essência, e ser apenas mais uma entre outras, mas nessa você pode sentir o "Climinha de True Blood", coisas como os elementos trash da série, e o toque caipira tendo um enorme contraste com algo sombrio como vampiros dá um toque muito incrível a tudo.

Uma coisa interessante, é que a série é cheia de metáforas quanto a preconceitos, inclusive com frases usadas por movimentos LGBT adaptadas para o movimento de direitos dos vampiros apresentado. E ironicamente é um seriado que acaba sofrendo preconceitos de muita gente por acharem que é mais uma história romântica chata com vampiros, e graças a isso acabam perdendo um baita de um espetáculo inclusive cheguei a escrever aqui a comparação entre Crepúsculo, Vampire Diaries, e True Blood.

Mas bom, vou por aqui uma visão geral de cada uma das temporadas para transmitir melhor o meu sentimento quando a evolução da coisa, mas já digo que trata-se de uma opinião pessoal, sendo assim obviamente alguns vão concordar e outros vão achar exatamente o oposto, por isso não se afobem, é puramente questão de percepção e não a palavra final da coisa.
Na primeira temporada, eu fiquei intrigado em como aquilo era incrível, cada episódio terminava com um final que te deixava louco pra saber o que iria acontecer depois, essa era uma técnica muito usada no início da série e que eu amava demais. Você sempre via e ao terminar tinha aquela coisa de "Eita... E agora, o que vai acontecer?". Já que tratava-se da primeira temporada e a apresentação daquele universo, obviamente é uma temporada de impacto, que normalmente todo mundo gosta, pois aquela coisa fantástica tava sendo sentida pela primeira vez. Mas não era apenas pela apresentação de universo e finais de episódios que deixavam a curiosidade no ar, também tinha a história, o assassino de mulheres que transavam com vampiros, e certas mortes como a da avó da Sookie, caramba aquelas surpresas eram demais, toda aquela sensação de "Eita, é o Jason que ta matando as garotas que ele transa?", aquela foi uma bela história de serial killer.

A segunda temporada de longe é a minha favorita, a sociedade do sol entrando em jogo foi algo muito fantástico. Eu adoro histórias com fanáticos religiosos, e naturalmente se os vampiros se revelassem ao mundo, pessoas fanáticas por religião viriam isso como um aviso sobre o o final dos tempos, ou algo do tipo. A ideia do Jason fazer parte da sociedade também ficou ótima, pois representa muito bem pessoas que vão recebendo lavagem cerebral baseado em crenças e podem fazer coisas horríveis não por serem pessoas ruins, mas por serem facilmente controláveis por líderes influentes. E claro, não posso deixar de falar de Maryann, a deusa, que causou uma curiosidade enorme em Bon Temps, quem era aquela mulher, e que loucuras eram aquela ao redor dela? Um homem com cabeça de touro andando por aí? Que diabos era aquilo? Essas duas histórias principais, em conjunto com as pequenas outras histórias que ocorreram na temporada foram perfeitos demais. Essa também foi a primeira temporada em que a Sookie soltou hadouken, vão dizer que aquele final de episódio não foi foda? Do nada a personagem solta uma bola de luz no meio da fuça de Maryann, vixe, aquilo foi muito incrível!

A partir da terceira temporada, veio com um marketing poderoso, criando inclusive a mini série A drop of True Blood, e lançando um monte de teasers e cartazes, mas nessa temporada que eu comecei a sentir as coisas esfriarem, não sei exatamente o que foi que aconteceu, talvez eu tenha gostado tanto da segunda temporada, que não consegui mais sentir aquela emoção depois disso. Não é que a série tenha ficado ruim, do começo até o fim eu gostei de True Blood, não teve aquela coisa de "Ah... Não aguento mais... Acaba logo série, pra eu poder finalmente parar de assistir essa bodega!", definitivamente não, porém eu senti falta da emoção que eu tive nas duas primeiras, e infelizmente essa falta ficou até a última temporada. Mas bom, na terceira é onde entram os lobisomens, Bill é sequestrado, e em geral não se passa em Bon Temps, boa parte da temporada é no Mississipi, nela é quando entra Russel, aquele vampiro velho pra caramba, e é também a temporada em que Tara ta um SACO, a vadia só chora em TODO MALDITO EPISÓDIO, toda cena dela era chorando e falando do seu trauma de ter sido boneca inflável de um vampiro, e bla bla bla, nossa foi cansativo, cada cena dela dava para você sair, fazer um cafézinho, e quando voltasse ela ainda não teria terminado de chorar e falar a mesma porcaria "Eu fui chupada por um gótico malvado!", blé... Chato pra cacete... Mas enfim, essa também foi a temporada que Sookie descobriu ser uma fada.
A quarta temporada eu já achei bem melhor, embora o começo tenha parecido meio "Vamos dar um jeitinho rápido aqui", e assim começa no mundo das fadas, tem a maior introdução e tal das fadas da cara feia e o barraco que rola lá até ela fugir. Mas o que achei uma pena, é que aquela introdução foi praticamente inútil, acredito que todos pensavam que aquela fada seria uma vilã e tava enganando todos ali, mas não... Era só um comecinho de temporada que mostrou aquilo tudo pra simplesmente o fim a Sookie sair do mundo das fadas e descobrir que 30 minutos lá na verdade era 1 ano no mundo real, o que pareceu descaradamente um "Ah gente... Estamos com preguiça de arrumar a bagunça que fizemos na terceira temporada, então vamos só acelerar o tempo.", e de repente Tara era lésbica sem choradeira mais, Arlene casou com Terry, Hoyt tava morando com Tara, Jason era policial, Bill virou rei... E assim vai... Mas fora isso, eu gostei da temporada, eu achei a Antonia uma ótima vilã, sonsa e irritante, ela conseguia levar o público a se arranhar de raiva, com o jeitinho dela "Eu não sei o que tá acontecendo..." mas ferrando a porra toda, aquela foi uma vilã que gostei de ver botando pra quebrar com os vampiros.

A quinta temporada, é outra que eu posso dizer que achei boa, mas que não consegui sentir toda aquela emoção da segunda, mesmo assim notavelmente foi muito bem feita e sinto como se não tivesse aproveitado devidamente a "essência" dela. É a temporada que tem três histórias, primeiro a do Sam, Luna e Emma que passam a temporada tentando se livrar dos grupos que odeiam criaturas sobrenaturais, inclusive a HBO fez uma ótima campanha criando vídeos falsos de ataque de vampiros, e colocando na internet. Depois tem a história da "Autoridade", e o grupo onde Bill e outros personagens estão envolvidos, e as aparições misteriosas de Lilith. E por fim tem a história do vampiro Warlow, e o misterioso assassinato dos pais de Sookie. Foi uma temporada que gostei, achei divertida e tal, e certamente com uma boa qualidade.

A sexta temporada é a do Billith (Eita nome trash ein? kkkk), que apresenta Bill "possuído" por Lilith, tornando-se apenas um com ela, e todo aquele medo já que aparentemente ele pode fazer tudo, existe um constante mistério nessa temporada. Mas sem dúvidas o que mais me atraiu foi o grupo de proteção anti-vampiros, criando armas especiais exatamente para lutar contra as criaturas, e criando o campo de concentração de testes, que me fez lembrar um pouco novamente a sociedade do sol.

E por fim tivemos a última temporada, que teve como foco principal a Hepatite V, infelizmente eu senti essa temporada mais como "fecha pontas", achei a morte da Tara bem vagabunda, nem aparece ela morrendo, inclusive por muito tempo pensei que ela nem tinha morrido mesmo, e depois a mãe doidona dela perseguindo o fantasma da filha a temporada toda pra no final ouvir um "Você precisa ficar de boas... Ta tudo sussa, pronto, era esse o grande segredo... Falou aê!". A Yakuza foi a coisa que mais gostei, e a história de Sarah Newlin em fuga com Eric a perseguindo, pena que essa história ficou meio secundária, as coisas pareceram meio apertadas nessa temporada, eu não senti como se tivesse uma história principal, mas sim um monte de histórias paralelas, tipo os problemas de Jason com a namorada, o sequestro da filha de Andy, e assim vai, pareceu um monte de conjunto de histórias paralelas uma atrás do outro e onde a Hepatite V estava sendo usada como sendo a principal, mas não senti isso.
Mas agora sobre o último episódio, nossa eu fui assistir com o coração na mão, afinal de contas tive aquela sensação de perda quando uma série chega ao fim, começar a ver aquilo bateu aquela coisa de "É a última vez, depois que eu ver isso, acabo...". Mas ao mesmo tempo, eu senti que tava na hora, era apropriado, afinal de contas é melhor uma série terminar como sendo muito boa, do que esperar ela ficar horrorosa para acabar e deixar na lembrança aquela sensação de algo que foi bom e ficou horrível. Achei o momento apropriado, e gostei muito do final que Sookie e Bill tiveram, a cena da cova, nossa, na hora eu pensei que ia ser algo triste, mas tranquilo, porém ver Sookie sozinha cheia de sangue naquele caixão e sabendo que nunca mais iria ver o Bill, aquilo foi muito intenso, mas na hora que ela subiu e começou a puxar a terra pra dentro do buraco, aquilo não teve jeito de eu segurar, desabei, muito emocionante mesmo. Adorei o fato deles não terem terminado juntos, é verdade que apareceu um final feliz após isso, mas caramba o que se espera de uma série como essa, é que no fim das contas Sookie e Bill terminem juntos e vivam felizes para sempre, só que os criadores preferiram colocar a morte como um final, dá aquela sensação de que tudo acaba um dia. Muito bom mesmo!

Enfim, True Blood vai deixar saudades, amei essa série, posso não ter tido sempre aquela sensação de "QUE PERFEITO!", mas gostei do começo ao fim, cada episódio foi bem aproveitado e um verdadeiro prazer de se ver, não aquela coisa de "Ah... Mais um episódio da série que ficou chata...", apenas não me surpreendiam mais, já que nem mesmo tinham o final que deixava a curiosidade no ar, mas continuaram sendo gostosos de serem vistos. É difícil fazer um final épico, e o de True Blood ao meu ver não conseguiu ser, mas o achei legal, consigo entender bem não ser INESQUECÍVEL, afinal de contas quando se carrega uma série dessas nas costas é complicado desenvolver algo pra surpreender de verdade no fim, mas no nível "bom final" eu acho que se classifica, acredito que seja meio dramático o povo dizer "FOI HORRÍVEL!", porque não existe apenas o "épico" e o "horrível", como muita gente acha, só que o desespero por algo inesquecível faz com que as pessoas achem que só porque o último episódio não foi uma verdadeira obra prima, automaticamente cai para o nível de pior dos piores. E levando em consideração a série como um todo e não apenas com o último episódio, acho que foi uma boa forma de dar adeus, pois todos esses sete anos proporcionaram muita diversão e um climinha bem gostoso mesmo. Em geral quando assisto adaptações de livros, eu não leio a obra original, pois acho chato ler algo que já vi um monte de spoilers, mas com essa série eu fiz questão de ler e cheguei a publicar aqui uma comparação entre True Blood e o livro Morto até o Amanhecer.

Quem sabe daqui uns anos não lancem a série "New Blood" não é mesmo? Espero que tenham gostado, mas digam aí, e vocês? Quais as suas considerações finais sobre o último episódio e a série em geral?

Obs: Talvez ainda não tenha sido o fim para você, existem alguns vídeos extras da série, como por exemplo lobisomens na segunda guerra mundial e como os vampiros se revelaram ao mundo.

Veja também:
-Conclusão sobre o final da série Dexter
-Conclusão sobre o final da série Breaking Bad

Nenhum comentário: