Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 3 de março de 2014

Angvik - Um jogo para quem quer dificuldade de verdade!

Esse é um jogo que o que me atraiu de imediato foi os gráficos e jogabilidade muito simpáticos e comuns em jogos indies, no entanto o que eu não sabia é que o que torna o jogo realmente viciante é a sua dificuldade extrema que com certeza espanta de imediato os mais preguiçosos, mas ao mesmo tempo faz com que aqueles que gostam de desafio fiquem realmente viciados e joguem várias vezes seguidas essa belezinha.

A história se passa em um reino cheio de criaturas mágicas, onde um tirano bárbaro invade o castelo e ninguém sabe o que fazer, sendo assim você assume o papel de um homem que decide ele mesmo tentar derrotar o vilão, para isso ele pega o equipamento de seu velho pai e parte em uma jornada para dar um fim à tirania imposta no reino.


A jogabilidade desse jogo pode ser confundida inicialmente com um roguelike, porém não se classifica para o gênero pois não existem os cenários aleatórios, sendo assim vi alguns o classificando como semi-roguelike. Mas realmente acho que qualquer fã desse gênero irá gostar de qualquer maneira, pois o jogo é incrível mesmo tendo cenários fixos.

Inicialmente você deve escolher entre uma das sete classes disponíveis, e em cada uma delas você começa sem armadura alguma, mas anda até onde se encontra seu pai e pega as roupas dele. A jogabilidade muda um bocado com cada personagem, e você acaba naturalmente jogando melhor com algum deles, talvez sejam necessários vários testes para se adaptar.

A variação que é apresentada para cada personagem foi uma das coisas que me atraiu já de imediato no trailer do jogo, com o paladino por exemplo você pode lançar uma cruz, com o rei você pode usar uma espada, com o pastor você pode invocar ovelhas explosivas, e assim vai, são seis classes que fazem as coisas ficarem bem diferentes a cada jogada.

Existem ainda itens que você coleta enquanto mata os inimigos, e cada item faz novas coisas, você pode perder os itens usando ou deixando em algum lugar inalcançável, por exemplo se você arremessar uma lança com o lanceiro e ela ficar em algum lugar que você não possa pegar, o jeito é abandonar. O mesmo ocorre com armaduras, você vai achando e vestindo, porém basta um único dano para que as mesmas desapareçam, e assim é muito fácil morrer. E ainda existem os pássaros que você pode usar para te ajudar, colocando eles para atacar os inimigos, ou um que te acompanha o tempo todo e serve como inventário.

Os gráficos do jogo são 2D, porém são aquele tipo de gráfico lindo que você nota que tem um toque especial e transmite aquela sensaçãozinha de indie, é realmente muito bem feito e o jogo é cheio de efeitos, inclusive há uma física própria, sendo assim você joga alguns objetos e vê eles caírem de forma aleatória e reagirem de formas diferentes ao cenário.

Enfim, Angvik é um jogo simples e simpático, porém é também muito viciante e vai fazer muitas pessoas jogarem por muito tempo, sem dúvida vale a pena dar uma conferida. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: