Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 12 de março de 2012

Por que jogos brasileiros tem nomes em inglês?

Uma coisa que faz parte da realidade brasileira é a vontade de ser americano. Por isso qualquer coisa que surge nos Estados Unidos, logo vira moda no Brasil, muitas palavras existentes em português são simplesmente ignoradas para que a pessoa possa falar ela em inglês. Em geral o Brasil é um país bastante americanizado e é comum ver em todas as partes coisas forçadamente em inglês.

Notei que o jogo brasileiro Fallen Heaven, aquele que postei o vídeo na matéria sobre a decadência dos jogos de terror, sofreu críticas pesadas de muitas pessoas por ser um jogo brasileiro e ter nome em inglês. Vi muitas pessoas falarem coisas como "Brasileiros tem vergonha de dizer que falam português" ou então "Que ridículo, qual o problema de colocar nossa língua?". Eu entendo plenamente a frustração que muitos tem ao ver isso, eu mesmo no primeiro jogo brasileiro que vi me incomodei com o título em inglês, afinal eu acharia muito legal se o nome mostrasse que é algo do nosso país, pois até alguns jogos americanos antigamente tinham nome em português como a Ilha dos Macacos. Então mandei um e-mail para a empresa parabenizando e dizendo que só não gostei do título.

No entanto na mesma época eu recebi um e-mail de resposta e passei a entender o motivo do jogo ter o nome em inglês. Já imaginaram se Resident Evil se chamasse バイオハザード? E se Alone in the Dark se chamasse Seul dans l'obscurité? E se Priston Tale se chamasse 프리스톤 테일? Vocês acham que esses seriam nomes atraentes para o publico em geral tendo nomes com os idiomas dos países de origem?

Então no caso de jogos não é puramente por ser americanizado, mas sim a questão comercial, então os nomes em inglês não são apenas para atrair americanos, mas sim para ficar mais atraente para qualquer gringo. Ou seja, o nome "Paraíso caído" em nosso português para outros países é tão estranho quanto em outras língua qualquer, principalmente sendo duas palavras com acento, e como sabemos o idioma inglês não tem acento, o que torna as duas mais estranhas ainda.

Há também a questão da recepção, um nome em inglês consegue camuflar um jogo entre vários outros e a pessoa olha pra ele inicialmente sem preconceitos. O Brasil não é exatamente um país símbolo quanto a desenvolvimento de jogos, e a maioria das pessoas nem ao menos sabem de onde são os países de origem de muitos jogos, mesmo porque grande parte deles vem de um jeito tão americano que nem parece ser de outro país, Silent Hill e Resident Evil que o digam, os jogos simplesmente não parecem ser japoneses. Então se um jogo vem com a marca "Foi feito no Afeganistão, no Brasil, na Bolivia" já vai retirar ele do grupo de jogos com nome em inglês e colocar ele no grupo de jogos estranhos que provavelmente nasceram pra morrer.

O negócio é que jogos brasileiros não são feitos pra brasileiros, são feitos a partir de sonhos de desenvolvedores nacionais que querem crescer, serem reconhecidos e viver de algo que gostam de fazer. Portanto colocar um jogo de forma mais atraente para o publico geral e não somente para o brasileiro, aumenta muito a possibilidade de venda. Os caras querem antes de tudo vender pra poder fazer outro jogo e não agradar um publico menor e nunca mais desenvolver nada.
Agora uma coisa que realmente eu acho desagradável é não ter a opção de linguagem para português, principalmente se o jogo tiver outras opções de linguagem como espanhol e francês. Aí sim eu acho que merece ser crucificado mesmo è_é!!! Mas em geral eu compreendo os nomes, não é só o Brasil que faz isso, mas sim qualquer país.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

13 comentários:

Brutuz disse...

Caracas,confesso que não tinha pensado por este ponto de vista.
Sempre fiquei puto por games nacionais não levaram o título em português.
Mas não tanto quanto não levar o idioma português.
Lembro quando lançaram o Erinia(mmorpg)feito aki no Brasil,no lançamento os caras fizeram o idioma somente em inglês e em uma entrevista a IGN eles falaram que futuramente iria sair em Espanhol e só depois TALVEZ siasse em nosso idioma.
Resultado o game foi um fracasso fora do Brasil e foi fechado,depois reaberto já em português.
Nesses casos não tem como apoiar.
Já o atual Taikodom é um orgulho em todos os sentidos.
Onde foi lançado em português e só depois em Inglês.
mesmo q tenha que lançar em ingles não custa colocar a opção do nosso idioma,isso em muitos casos já conquista a nossa comunidade.

Jean_Joker disse...

sem querer criticar o post, mas não é meio obvio isso? '-' ngm lá dos EUA, Inglaterra, Australia (esses ai não compram nem se for em Inglês, país maldito da censura) e talz não iriam comprar jogos se não estivessem na língua deles, agora aquilo q ta em ultimo ta certo, se for de origem do Brasil tem q colocar português como opção de legenda, até empresas de fora colocam, pq as daki não iriam colocar, ia me dar uma raiva se eu visse isso è.é

Skywalkerpg disse...

Jean_Joker

Vá em qualquer site de jogos famoso, olhe os comentarios de alguma matéria sobre um jogo em português com nome em inglês e tire sua duvida se é tão óbvio assim. '-'

Gabriel disse...

Exato, e vamos nos lembrar também que a maioria dos desenvolvedores trabalha com prazos. É natural que o idioma principal seja o inglês, conhecido no mundo todo, e se sobrar tempo fazer o trabalho de localização. Eu mesmo tenho um projeto de jogo com uma equipe, e colocar em português certamente é a menor das prioridades.

Felipe Chabat '-' disse...

Bom como todo mundo sabe a língua inglesa monopoliza o mercado dos jogos desde...sempre '-', afinal é a língua mais falada no mundo, porém se o jogo é brasileiro deve ter uma opção de idioma em português, com certeza.

Jvrmalv disse...

A lingua mais falada do mundo é Chinês Mamdarim,depois é o Hindi.O inglês só vem em terceiro na lista.

Skywalkerpg disse...

Jvrmalv

Não é questão de qual idioma é mais falado, não adianta tentar vender Call of Duty para uma senhora camponesa na China por exemplo. O que importa é o publico alvo e o publico gamer é familiarizado com inglês em qualquer lugar do mundo, a maioria do publico gamer não fala mandarim, hindi ou espanhol (apesar que para nós brasileiros é mais fácil já que se trata de uma língua latina com muitas palavras semelhantes).

Etinex'Nay disse...

Por isso que me agradam títulos em línguas estranhas, como grego e latin, hehehehe

Mas concordo plenamente com a matéria. Agora o cara escrever um livro, por exemplo, com nome em inglês, já acho sacanagem (mesmo eu já tendo feito isso, mas na época eu não achava)

Mas também há outro lado... Acho que os caras poderiam sim lançar o jogo por aqui com o título em português, e só quando ele fosse localizado para outra língua é que lançassem com o título em inglês. Digo isso, porque basta pensar no Japão. Quantos jogos japas não saem com nomes japas bem antes de saírem nos EUA com títulos em inglês? Claro que numa desenvolvedora independente que tem prazo pra lançar um jogo diretamente no mercado internacional, é limitada a liberdade de se fazer isso.

-=V!(70r=- disse...

Cara e vc acha que no começo os americanos talvez não pensaram q seus títulos de video games no inicio eram estranhos? mas eles tavam pouco ligando pro titulo pq oq importa é o jogo. Se aqui no Brasil começassem a produzir jogos mas com um titulo em portugues, aos poucos iriamos nos acostumar com a idéia do titulo em portugues, não julgue o livro pela capa. O mundo esta tão submetido aos EUA, que acham q o nosso titulo em portugues talvez não ficasse bom...E se com os filmes fosse assim? se nunca tibvessemos traduzido os titulos dos filmes, seriam em ingles eles também???

Skywalkerpg disse...

-=V!(70r=-

Só que o mundo não é assim, você sabe disso. Imagine uma empresa brasileira que se esforça tanto para fazer um jogo, gastando muito dinheiro e correndo o risco de nem chegar ao fim da produção do jogo. Você acha depois do esforço todo de conseguir chegar ao final do projeto vai valer mais a pena pra ela colocar o título em um ambiente seguro com maior possibilidade de venda ou colocar em português só para revolucionar?
Criar um jogo não é fácil cara, tem muita gente no Brasil que tem vontade de criar um jogo, existem milhares de programadores por aí, no entanto precisa de muito tempo e dinheiro, sem suporte fica difícil demais seguir em frente, então depois de conseguir chegar ao final de um projeto as empresas não vão se dar o luxo de diminuir as chances de venda internacional.
Quanto a filmes são os filmes de fora que vem pro Brasil e pouquíssimos filmes brasileiros que são reconhecidos lá fora então não é o título que ajuda vender. Além do mais assim como colocar títulos em inglês é um padrão de todos os países, todos os países também traduzem os nomes de filmes para suas línguas, são padrões diferentes.

Saver disse...

Se o jogo for desenvolvido em português logo terá que ter um titulo em português; Se for em japonês logo tem um titulo em japonês, se for uma versão em USA do jogo logo estará em USA, e a maioria sempre cassará em USA.
por que? simplismente por que é o idioma mais conhecido e facil de aprender, logo é obrigatorio o aprendizado desse nas escolas(seja Brasil, japão, china, é importante ter conhecimento de inglês).

boghopper disse...

Sky o ruim é que para alguns parece que o cara num ta nem ai com os brasileiros e sim pensando em ganhar dinheiro e fazer sucesso entre muitos paises

Nekomata disse...

Português eh uma linguá lixo, tem que colocar em inglês mesmo essa chibata!