O streamer que matou 10 pessoas em live e a fox disse que a culpa foi dos Video Games

No dia 14/05/2022 aconteceu uma tragédia na cidade de Buffalo, nos Estados Unidos e dez pessoas acabaram sendo assassinadas de forma horrível enquanto tudo era transmitido online pela Twitch. E claro, que foi um verdadeiro estouro com o horror tão desnecessário. Sendo uma plataforma onde o principal, não demorou para que os video games tenham sido colocados como culpados.

Payton Gendron de 18 anos, viajou 300 km pelo estado de Nova York, até chegar à cidade de Buffalo. Ele estava completamente equipado com o mais variado tipo de equipamento tático. E posicionou uma câmera para apresentar tudo acontecendo em primeira pessoa. Na cidade, ele se dirigiu até um super mercado, onde iniciou a live na Twitch.
Porém, enquanto alguns influenciadores já parecem ter ido ao extremo, como o Youtuber que derrubou um avião pra ganhar likes, o foco era algo muito mais horrível, pessoas negras. E assim começou a disparar contra 13 pessoas, assassinando 10 delas com os tiros. E o que parecia ser só mais um sábado qualquer, virou um pesadelo. No fim das contas ele acabou sendo detido e levado à justiça pelo o que fez, mas as investigações tornaram as coisas ainda mais horríveis.

Descobriram que ele tinha planejado tudo meses antes, postando no 4chan e no Discord. A ideia inicial era atacar uma igreja ou escola primária. No entanto, decidiu que seria melhor um supermercado pela quantidade de pessoas presentes. Também escolheu a cidade de Buffalo pela grande quantidade de população negra. Gendron se declarou como sendo anti-semita, fascista e supremacista branco.
A Twitch deletou a live dele minutos depois, por razões óbvias. Ele usava um canal chamado "jimboboiii", que foi banido é claro, mas ainda assim a internet pegou vários clipes e screenshots dos acontecimentos e começou a compartilhar. Apesar das motivações claras do atirador, a Fox News fez uma entrevista com um ex-agente da polícia dos Estados Unidos, e o âncora fez a seguinte pergunta:

"Parece que essas coisas ficaram muito piores desde que os videogames se tornaram tão realistas e violentos. Você pesquisou ou descobriu que os videogames tendem a dessensibilizar as pessoas para o resultado real de puxar um gatilho?"

Já o agente preferiu conduzir a resposta para algo mais amplo, a comunicação:

"Estamos nos comunicando através de um meio que nunca foi realmente destinado aos seres humanos, que é o online. Ou através de mensagens de texto. Esse tipo de coisa. Nós nos separamos como humanos sem as conexões que constroem a moralidade interior."
 
Não é a primeira vez que um tiroteio é associado a algo assim, meses antes um garoto claramente perturbado deu todos os sinais do que ia fazer e no fim o culpado foi Fallout 4.

Postar um comentário

0 Comentários