Activision tentou se vender para o Facebook antes de tentar a Microsoft

Depois do anúncio da Microsoft sobre  adquirir a Activision Blizzard, rolou tudo quanto é tipo de revelação aleatória, e entre elas, estavam as tentativas da empresa de se safar dos problemas que enfrentava, indo desde medidas desesperadas como tentar comprar a Kotaku e PC Gamer pra abafar as más línguas sobre a empresa, até tentar se fundir com a Electronic Arts. E a Microsoft não foi a primeira opção para ser vendida.

Em 2020, a dona do Xbox já tinha entrado em contato com a Activision e tentou comprá-la, mas ela não teve interesse na oferta. Porém as coisas mudaram muito em 2021, quando surgiram as acusações de de assédio sexual contra a empresa e o caos reinou, resultando em queda de 15%. Isso fez Bobby Kotick correr para dar um jeito.
A Bloomberg  revelou que como a Activision Blizzard não tinha se interessado na proposta lhe dada, preferiu ver outras opções primeiro, e assim foi até uma grande corporação que não foi revelada quem e se ofereceu para compra, mas ela rejeitou. Foi então para a Meta Platforms, que é a dona do Facebook e se ofereceu, mas ela negou também.

Só então que Bobby entrou em contato com Phil Spencer, CEO da divisão Xbox, para oferecer a empresa, que por fim resultou no estou que vimos. Será que o Facebook se arrepende? Afinal de contas isso foi um estouro no mercado e até gente que não tinha nada a ver, voltou os olhos, tipo o presidente do Banco Mundial criticando a compra, ou outras empresas gigantes preparando terreno pra adquirir a EA pra ter a segunda maior gigante depois da Activision.

Postar um comentário

0 Comentários