Empresas de video game parecem curtir a pirataria!

É incrível como tem empresas que hoje em dia querem ignorar a pirataria por completo não é? Acham que podem simplesmente fingir que ela não existe e daí quando lançam seu produto ficam nervosas porque viram algumas cópias falsas do seu produto à venda ali na Feira do Paraguai, claro esses também ignoram completamente a pirataria ajudando a industria dos jogos.



Olha, antes de tudo quero dizer para os fanboys que dêem o fora daqui, isso é uma matéria séria, então se vocês não aguentarem ouvir a verdade sem ficar se remoendo, se mandem que não vai fazer bem pra vocês, eu não estou puxando saco de ninguém, apenas colocando assuntos sérios na mesa, então SIM eu sou louco pra jogar Heavy Rain que é exclusivo do PS3 e SIM eu sou louco pra jogar Alan Wake do 360 então sem essa de ficarem aqui só pra desmunhecar.
Mas bom, agora que já espantei os putos, vamos continuar. Hoje em dia não dá para negar que a pirataria é um fato, não adianta mais simplesmente ignorar, mas tem empresas que lutam com todas as suas forças ao invés de simplesmente usar ela da melhor maneira e "seguir a maré" um exemplo é a Ubisoft quando lançou o seu sistema DRM com o Assassin's Creed 2. Para quem não conhece, esse sistema de proteção obrigava quem comprou o jogo a se manter conectado na internet o tempo todo enquanto jogava e se a conexão da pessoa por acaso caísse, o jogo parava de funcionar, isso foi um escandalo na época, mas para os hackers só mais um desafio, e essas empresas SABEM muito bem que grupos de pirataria ficam se desafiando para quem vai quebrar a proteção primeiro e lançar primeiro na internet. Acho que não seria muito difícil imaginar que eles iriam apenas arrumar uma forma de simular o servidor da ubisoft e pronto fazer o jogo funcionar, mas não, ela lançou esse sistema e PIOR, os servidores não aguentaram, milhares de pessoas ficavam sem jogar e reclamando, compraram o jogo mas os servidores caíam sem parar e ficava injogável por diversas vezes, incluindo teve gente que comprou original mas que foi procurar a versão pirata para poder jogar tranqüilo já que o original estava insuportável. Po imaginem que humilhação? Pagar por um jogo original e ter que obter uma versão pirata porque a empresa lançou uma proteção desesperada para acabar com a pirataria mesmo sabendo que bastavam simular os servidores? No final acabou sendo um incomodo pra empresa e pro consumidor. Pros hackers foi só diversão em pegar esse sistema "intocável" e colocar no chinelo.

A crytek foi para os consoles com a desculpa de que não iria fazer mais jogos exclusivos para PC só por causa da pirataria. Assim, eu não me importo se uma empresa vai para consoles, por mim tanto faz, o que importa é que eu possa jogar, mas agora uma coisa que me irrita é essa desculpinha barata e vir cuspir no prato que comeu. Eu só vejo duas coisas nisso, ou a empresa estava na turma que acha que não leva a pirataria em consideração fingindo que ela não existe e acha que deve ser intocada e assim acaba quebrando a cara, ou ela viu que no PC é só dizer que é por causa da pirataria que todo mundo engole e foi, porque assim, todo mundo parece fingir que não existem jogos piratas no 360, só existe pirataria no PC e em nenhum outro lugar! Eu acho realmente revoltante, mas a empresa pagou seu preço por fazer algo assim, pois o grande destaque da empresa foi o primeiro Crysis que colocaram tudo que podiam no jogo, fazendo ele virar um absurdo e se tornar exemplo pra gráficos bem trabalhados, se tornou algo realmente normal citar crysis quando se fala de gráficos. Daí beleza, aconteceu aquilo que falei na matéria do Crysis 2 rodando em directx 9 vs 11, a empresa teve que lançar o segundo jogo com o gráfico limitado é óbvio, afinal ela teria que se prender a consoles, mas acho que a Crytek ficou mal acostumada e achou que porque o primeiro Crysis era padrão, o segundo seria considerado mesmo sem ela terem colocado tudo que podiam como fizeram com o 1, claro que ela quebrou a cara quando foi apresentado Battlefield 3 com gráficos absurdos e Crysis 2 foi simplesmente ofuscado por aquilo, daí veio com aquele chorou de "Ah... Lamentamos ter lançado em directx 9..." é isso com certeza é fato, a empresa deve ter lamentado com força ao ver os gráficos de Battlefield 3, acho que a Crytek nunca teria pensado em lançar Crysis 2 com directx 9 um dia se imaginasse que Battlefield 3 iria ser anunciado logo depois.
Então esse papo de "é tudo culpa da pirataria" já encheu... A valve é uma empresa que eu realmente acho as declarações geniais, tem duas em especial que eu adoro. Uma delas foi do Jason Holtman que declarou que considerava os jogadores piratas como consumidores também e que as empresas consideram os piratas como organizações terroristas desesperadas para fazer o mal a elas e só isso, enquanto na verdade são apenas pessoas que só querem jogar como qualquer outro só que muitas vezes não é possível porque as condições tornam inviável comprar um jogo original, e que as empresas só colocam seu olho no Japão, Europa e EUA enquanto existem jogadores no mundo inteiro mas nem sempre é viável comprar uma cópia original. Eu achei essa declaração dele espetacular, as empresas realmente vêem as pessoas que usufruem da pirataria só como criminosos, sendo que são gamers e que acham legal trailers, se atraem por análises, e obtem jogos piratas não porque amam ter um bando de caixas horrorosas com estampa impressa em uma impressora com a tinta chegando ao fim e acham feio ter caixas originais, mas sim porque nem sempre isso é possível. A outra declaração que adoro da Valve foi dada pelo Doug Lombardi que diz que para empresas serem menos vítima de pirataria e troca de jogos, você tem que dar um motivo para que as pessoas queiram ter o original, dando um ótimo suporte durante e após o lançamento. Realmente faz um diferencial do jogo se ele vale a pena ter o original, a Valve por exemplo é uma das raras empresas que não foi corrompida pelos DLC's e além de lançar eles de graça ainda são DLC's que valem mesmo a pena e que fazem a diferença no jogo, como é o exemplo da campanha Crash Course do Left 4 Dead. Eles sabem como usufruir do mundo dos mod's sem ter medo do usuário ser melhor que eles e sabem fazer jogos com história muito profunda, como Half Life 2. É incrível como vejo sempre pessoas falando "O próximo Half Life a compra do original é garantida!" as pessoas simplesmente querem comprar Half Life original, mesmo sendo um jogo offline! E quantos fãs não surgiram em cima? Quantos filmes absurdamente fantásticos de Half Life já não vimos e outras obras em geral feitas por fãs?

As empresas tem que aprender a ver que usuários são pessoas e que precisam ser conquistadas, sim é verdade que a Valve tem seus erros e coisas que eu não gostei, como por exemplo o lançamento de Left 4 Dead 2, mas a empresa tem tantos acertos e afinidade com os usuários que é fácil demais perdoar erros que ela comete. As empresas em geral acham que basta fazer um jogo, tacar la e a pessoa tem que ir correndo comprar, não é que o jogo seja ruim, o Assassin's Creed 2 é realmente um jogo que me deixou sem palavras quanto à história e jogabilidade, gostei demais da experiência de jogar aquilo! Mas como falei, a pessoa tem que ter um motivo para se comprar original.
Onde estão os suportes fáceis a mod's? Que irão gerar tantas coisas fantásticas feitas pelos próprios usuários? Pirates, Vikings and Knights II, Naruto Naiteki Kensei e War of Kingdom Hearts que o digam! Mod's que parecem jogos completamente novos! Isso sem a empresa que fez o jogo original mexer um dedo, assim mesmo que o jogo fique velho ele continuará vivo porque mod's poderão ser feitos a qualquer momento por fãs e enquanto isso a empresa pode ficar dormindo e só lucrando! Onde estão as DLC's decentes? Sem ser essas roupinhas ridículas que não mudam nada ao jogo e ainda é cobrado para ter elas? Criar uma roupa é algo feito de olhos fechados por uma empresa, eles podem fazer isso e dar de graça, algo cobrado sai caro, mas atualizações de roupas grátis já muda a coisa, significa que ao menos suporte ta sendo oferecido, será um jogo com atualizações gratuitas, algo que vai dar a impressão de você poder esperar a qualquer momento ter mais! Mesmo assim elas preferem fazer o contrário, ficar mendigando dos usuários cada centavo e acaba ficando feio pra própria empresa, ficam com famas de mercenárias enquanto poderiam estar conquistando fãs. Onde estão as Conquistas? Jogadores gostam de serem desafiados e ir destravando coisas novas, gostam de ver que conseguiram se superar, algo tão simples assim e muitas empresas ainda não colocam.

As empresas tem que aprender a fazer o diferencial, ao invés de se esforçarem tanto para manter servidores como o do sistema de proteção DRM, deveriam usar esse dinheiro para investir em coisas que vão agradar os seus usuários que compraram os jogos originais, coisas que tornem ter o jogo original algo cômodo, que faça valer a pena, e não ficar nessa de achar que são intocáveis e apenas apontar o dedo pra pessoas que jogam jogos piratas e falar que são terroristas que estão ali unicamente pra sacanear elas. Enquanto continuarem com essa atitude, vai parecer que elas estão curtindo a pirataria.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

12 Comentários

  1. O único jeito de acabar com a pirataria é abaixando os impostos. Sorte de quem mora na divisa como o paraguaí ou bolivia. Quando eu fui no shopping china no paraguaí la qualquer jogo de X-box 360 é 50 dólares e ainda tava caro. Um X-box 360 elite bloqueado 250 dólares. Mas o único estimulo a comprar jogos originais é que vc pode jogar online.
    Se nao leva BAN.

    ResponderExcluir
  2. Mesmo abaixando os impostos Silas a pirataria iria continuar, acho que a única forma de não conseguirem piratiar seria se todos os jogos fossem distribuidos digitalmente, assim acho q acabaria a pirataria, entretanto, nesse exato momento, acho q isso não é o melhor a se fazer, é só olhar o PSP Go ele aderiu a essa tecnologia e foi simplesmente um fracasso, tanto é que foi descontinuado, talvez mais pra frente de certo.

    ResponderExcluir
  3. no brasil infelizmente por causa dos políticos que não sabem nem mexer em calculadora.... jogos são inviáveis de comprar. eu normalmente baixo o pirata e se gosto compro o original um exemplo foi o starcraft 2 eu nunca tinha jogado o 1° dai baixei o 2 piratao e depois que vi o trabalho que a blizzard teve em dublar traduzir e modificar todo o jogo para o publico brasileiro... fui obrigado a comprar o game mesmo sabendo que iria durar apenas 6 meses... ( minha key ja expirou mais valeu a penas ) agora tem muitas empresas que lançam jogo sem aquele temperinho que faz você ficar jogando mesmo após ter feito de tudo e essas empresas se irritam com pirataria...

    ResponderExcluir
  4. http://files.g4tv.com/ImageDb3/276411_S/valve-vs-most-gaming-companies-nugget-from-the-net.jpg

    ah mais pura verdade

    ResponderExcluir
  5. Não compro jogos originais mais sempre tive vontade de comprar a coleção inteira de Half Life mais e tem que ser muito fodão pra dar quase 400 pilas na net e torcer pra chegar em casa =.=

    ResponderExcluir
  6. lol, por isso apoio o Pass online q a EA usa, se vc nao tiver o codigo q vem com o jogo nao da pra jogar online, ai eh soh comprando o codigo por 5 conto O.O mas, eu acho q enquanyo existir jogos nesse mundo vai existir pirataria -_- o PS3 mesmo ja foi destravado, resultado: os putinhos dos hackers deixaram a PSN off pq GeoHotz foi processado, mas realmente, isso tem q mudar aki no Brasil, pq la nos paises de primeiro mundo a pirataria eh quase uma coisa sobrenatural, pq la ateh gente do brooklin tem video game O.O

    ResponderExcluir
  7. minha opnião é o seguinte:e meu dinheiro?,naum adianta falar de pirataria se naum citar o preço absurdo dos cds originais,eu quero ocmprar original mas naum posso,essa é a questão e realmente naum tô nem aí pra pirataria só quero me divertir!!

    ResponderExcluir
  8. Tipo o windows 7, vcs acham que ele ganhou popularidade com CD original? MUHAOEHAOHEHOAHE' mente pra mim que eu gosto garoto, : GENTE É TUDO MARKETING vcs acham mesmo que é tudo original??

    Como o ismael gomes disse, agente não compra o original por causa do preço absurdo, não pq agente gosta do pirateado.

    ResponderExcluir
  9. Não achei a matéria anti-fanboy não,fora isso,concordo com tudo o que você disse Sky,não tenho absolutamente nada a dizer,ah e Sky fanboy da Valve?ta ta taaaaaaaaaaaam

    ResponderExcluir
  10. Cara eu falei que a crytek foi pra consoles e se fudeu com isso de limitar crysis, essa afirmação é o suficiente para fanboys desmunhecarem sem parar. Os caras são sensiveis.

    ResponderExcluir
  11. Mesma coisa para cds e dvds, fico puto quando gasto meu dinheiro num original que nem encarte tem.-.-
    Depois não querem que eu baixe.

    ResponderExcluir
  12. Acho que imposto não é desculpa, pelo menos pra quem joga em PC, já que existe a Steam que vende os jogos on-line por mídia eletrônica cobrando o mesmo que é cobrado no exterior. Eu só baixo pirata porque sou pobretão, mas quando começar a trabalhar já vou começar a comprar os originais

    ResponderExcluir