Born from a Wish - Um subjogo intrigante!

É normal ver por aí pessoas elaborando teorias sobre jogos com histórias complexas, como é o caso por exemplo da série Half Life, há fóruns que pessoas debatem fervorosamente vários detalhes e possibilidades, a série Silent Hill não ficou de fora, com toda a sua complexidade e profundidade, há várias teorias na internet  sobre certas possibilidades e muita gente defende até a morte certas coisas, no caso uma discussão que corre muito pela internet é sobre a personagem de Silent Hill 2 chamada Maria.
Enquanto James procura por sua mulher, Mary, ele conhece Maria, uma mulher idêntica à Mary, porém com um visual e personalidade completamente diferente, ele sabe que aquela não é a mulher dele, ela fala que é uma dançarina do bar Heaven's Night. Ela fez com que muitas pessoas começassem a discutir se ela realmente existia, ou não, uma das coisas que faz pensar que ela não existe são os vários destinos que Maria tem durante Silent Hill 2, e que fazem pensar que é apenas uma personagem criada pela mente de James, mas há outras coisas que impossibilitam isso, como o fato de que nas edições especiais de silent hill 2, como a director's cut, vem um jogo extra que é liberado após você zerar, ele se chama "Born from a Wish" e você controla Maria antes de conhecer James, porém como poderia controlar ela, se ela não existe? Além do mais há uma série de coisas que indicam a existência e ao mesmo tempo inexistência dela, e isso a torna uma das mais intrigantes e misteriosas personagens de Silent Hill, recomendo muito jogar o segundo jogo em uma edição especial e depois jogar Born from a Wish. O vídeo à seguir mostra spoiler, porém define muito bem a personagem, então pra quem não tiver problemas com isso, confiram *-*


Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

7 Comentários

  1. Vou spoiliar mesmo porque sou mau. Ò_Ó Brinks se eu fosse mau não avisava antes.

    LA VAI.

    Na minha opinião, a Maria é tudo aquilo que o subconsciente tarado do James desejava que a Mary em si fosse, e pelo vínculo dele (e da Mary) com Silent Hill, ela nasceu (sendo ela assim mais um dos seres místicos da cidade), fruto desse desejo. Eu já achava isso aí e depois que vi a campanha bônus, achei mais ainda. Então, pra mim ela existe, mas só em Silent Hill. E ninguém mais se encontra com ela, porque ela serve o seu papel, do "ponto de vista da cidade."

    Mas realmente é muito interessante a campanha bônus, é uma pena que seja tão curta e só tenha um quebra-cabeça...

    ResponderExcluir
  2. se nao for pedir muito sky,coloque a abertura desse jogo q na minha opiniao e uma das melhores,com certeza muitas pessoas ainda nao conhecem.

    ResponderExcluir
  3. Puuutz, como eu não sabia da existência desse jogo extra oO???EU preciso conferir =D.

    Quem já zerou todos os 4 primeiros Silent Hill, tem toda a historia explicada em pdf nesse site, tem muita coisa que eu nunca imaginei:

    http://forum.clubedohardware.com.br/silent-hill-1/323039

    ResponderExcluir
  4. Agelus, só pra constar, essas explicações da estória dos jogos em PDF - pelo menos do 1 - foram escritas pelo meu amigo Leandro, moderador da comu de Devil May Cry, o Sachiel do fórum da Uol que o cara menciona aí rs. Só uma curiosidade.

    ResponderExcluir
  5. Fala pra ele que ele tem um fã =P.

    ResponderExcluir
  6. Silent Hill de longe o melhor jogo no estilo, e o 2 foi o melhor ate hoje, fodastico!11 ;-)

    ResponderExcluir
  7. Concoro , Silent Hill 2 é o melhor jogo da série desparado com uma história fantastica e involvente demais , superou até o Silent Hill 1 na minha opinião que tem uma história increvel também!

    ResponderExcluir