A surpreendente abertura da novela "Deus Salve o Rei"

Eu não costumo assistir televisão, no entanto acabei tendo que ficar mais tempo com meu gato, já que não posso deixar ele no meu quarto, pois tem mania de fazer xixi. E isso me fez ligar a TV depois de anos, porém algo me chamou demais a atenção, a abertura de uma novela chamada "Deus Salve o Rei".



A real é que eu já tinha ouvido falar dessa novela na época que foi estrear (ou pouco antes, não sei bem), afirmavam ser um clone de Game of Thrones, o que era no mínimo curioso, e foi difícil não imaginar em algo meio trash, afinal de contas as donas de casa são um público de grande interesse para novelas, portanto pensar nas possíveis chacinas parecia não cair muito bem.

Ao dar uma olhada, vi que realmente é uma coisa bem suave, pra falar a verdade é bem mais pra novela do que pra série mesmo, com coisas como os personagens engraçados com musiquinha boba atrás, e os personagens mais sérios. Rola umas conspirações e tal, mas bem no estilo de novela mesmo, com a lindona má que quer ser mais poderosa e pra isso tem que fazer maldades.

Então ao meu ver está longe de ser algo que vá gerar todo o conteúdo tão concentrado da obra de George RR Martin. Acredito que tenha sido um teste da Globo, e me agrada isso, afinal o povo xinga pra caramba, mas ao mesmo tempo xinga dizendo que não temos produções diferenciadas. Ou seja, é ruim porque não faz algo no estilo gringo, mas quando faz é ruim porque tá tentando imitar, já cheguei a falar sobre isso aqui no blog.
Então eu olhei de uma forma não preconceituosa pra coisa, vi que a fotografia não tem nada demais, porém a produção obviamente foi muito cara, afinal de contas fazer um cenário medieval é do cacete. No estilo em geral acho que ficou mais semelhante à Wiedźmin, o seriado polonês do jogo The Witcher, que também tem elementos mais suaves.

Agora algo que achei encantador foi a abertura, que ao pesquisar, logo vi muita gente torcendo o nariz e dizendo que "Até nisso o Brasil não tem originalidade e tem que copiar!", bom, de certa forma é claro que é fácil sim comparar à abertura de Game of Thrones, com o estilo mostrando algo como uma miniatura, mas se você pensar bem, não é bem assim a coisa.

O negócio é que fora ser um 3D com um visual bastante peculiar bem realista, as aberturas são bem diferentes. Game of Thrones mostra o mapa de Westeros, Deus Salve o Rei mostra uma grande escultura com miniaturas por ela toda, o que está absurdamente mais próximo da abertura de Black Sails do que da série da HBO.

Mas de qualquer forma a achei extremamente charmosa, muito bem bolada com encaixes lindos demais, misturando umas partes da escultura com outras. Inclusive acredito que se não soubessem que é algo brasileiro, ninguém reclamaria, encaixaria muito bem. Se falassem que é a abertura de The White Queen, ou algo assim, creio que só empolgaria o povo, enfim, confiram:



A música é de uma cantora norueguesa conhecida como Aurora e se chama Scarborough Fair e se você tiver interesse em ouvir a versão completa, está aí embaixo. Dá para ativar legendas em português.

Por sua vez, essa não é a versão mais popular dessa música, mas sim a da dupla Simon & Garfunkel, que são aqueles mesmos caras que são muito populares pela música The Sound of Silence de 1966. Mas a música não foi inventada por eles e sim por um artista desconhecido, sendo uma canção tradicional inglesa. Meio triste isso né? Algo tão bacana e o criador simplesmente se perdeu no tempo.

Comentários