Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 14 de outubro de 2017

Rafaela queria quebrar

Durante a infância e adolescência é sempre normal alguém da sua sala acabar quebrando o braço ou a perna. Naturalmente não é algo legal, mas existe uma coisa boa em meio a isso, as assinaturas e desenhos feitas pelo pessoal da sala. Rafaela sempre gostou disso, e morria de vontade de poder colocar gesso para ver o que os amigos iriam fazer.


O tempo passava e ela via colegas de classe surgindo de vez em quando, parecia acontecer com todo mundo, menos com ela. Sabia que era algo ruim, já ouviu alguém falando que para tomar banho era horrível. No entanto os anos iam passando e ela nunca quebrava nada, sabia que logo terminaria a escola e nunca teria a oportunidade.

A garota passou a se sentir frustrada, queria muito que isso fosse uma das lembranças que marcasse sua vida. Tirar umas fotos e registrar a marca dos colegas, mesmo os que ela não gostava, afinal de contas queria ver o gesso bem preenchido. Era como se fosse uma mensagem de afeto de cada um de seus conhecidos. Queria saber o que eles fariam pra ela.

E foi no segundo ano do ensino médio que ela decidiu que iria ter o gesso que sempre sonhou. Estava com medo, mas sabia que provavelmente nunca iria acontecer naturalmente. E assim subiu no telhado de sua casa. Ao chegar na ponta ela ficou assustada e até chegou a pensar em desistir, queria tanto que isso acontecesse naturalmente.

A garota olhou pra baixo, sentiu um frio na barriga, tentou várias vezes, mas desistia na última hora. Até chegou a procurar locais onde machucaria menos, mas sabia que se não desse certo, ia precisar fazer de novo e era melhor que quebrasse de uma vez. E foi então que ela se posicionou, respirou firme e pulou. Seu corpo inteiro ficou arrepiado, mas Rafaela finalmente quebrou! O pescoço Ò_Ò!


Um comentário:

samuel de jesus brasil pereira Pereira disse...

Moral da história, não seja invejoso,kkkk.