Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 20 de abril de 2017

A história e curiosidades sobre o Saquê

Atualmente comecei a assistir um anime em que o pai do protagonista é produtor de saquê e esse é o negócio da família, sendo assim mostra vez ou outra o processo de produção, a importância da pureza da água, a fermentação, etc... Com tantas cenas mostrando isso eu comecei a ficar curioso sobre o saquê em geral e acabei decidindo procurar, me deparei com a história e algumas curiosidades bem bacanas, como já tinha falado sobre hidromel aqui, acho que o saquê pode ser interessante pra muitos também.


Embora eu não seja otaku, a cultura japonesa me atrai muito, e assim sempre fico encantado com coisas como UGUISO ou até coisas mais simples que é bem normal pra eles e nada normal para nós como o jogo apresentado em Koi-Koi Japan. Essas pequenas coisinhas sempre me são fascinantes pra caramba.

Bom, pra começar eu não bebo nada, então simplesmente não tinha a mínima ideia do que era saquê (em sua versão generalizada), pensei que podia ser feito de tudo quanto é coisa, então foi uma surpresa descobrir que era uma bebida feita de arroz. Eu nunca imaginaria que arroz podia gerar algo alcoólico. Na verdade eu não entendo nada de bebidas, então pensei que a "versão padrão" da coisa era a mesma coisa que cachaça só que com nome japonês.

Descobri que não se tem uma ideia certa da história do saquê (ou sake), boa parte são lendas. A maioria com climinha místico, mas tem uma que tem os pés no chão. É sobre os pagamentos serem feitos com arroz e um dos trabalhadores ter fechado de mal jeito um estoque, isso fez com que ele fermentasse e o proprietário não queria sair no prejuízo, então pagou o homem com aquele estoque. Quando foi comer, sentiu que aquilo esquentou o corpo e o deixou meio alegre.

Achei interessante isso, o saquê era comido inicialmente e não bebido, além de que era ruim pra caramba, com um gosto amargo. Isso porque o objetivo de comer aquilo não era o mesmo de uma bebida alcoólica, mas sim algo presente na alimentação mesmo, para dar energia e tal. Com o tempo é que evoluiu.

Bom, é claro que isso é algo básico, mas esse vídeo aqui embaixo mostra um monte de curiosidades e detalhes como a introdução no Brasil e etc, o melhor é que é algo curto com menos de seis minutos, então não vai roubar muito do tempo de vocês, confiram:


Nenhum comentário: