Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Howl - Quando um lobisomem ataca em um trem

É sempre bom ver ideias novas em ação na cultura pop, não é mesmo? Quero dizer, temos uma quantidade imensa de filmes, muitos deles são fantásticos, mas uma coisa que se vê abusar são os cenários idênticos de certas histórias. A casa mal assombrada onde uma família se muda, a cabana na floresta onde um grupo de jovens resolve ir transar, a menininha possuída pelo capiroto, entre outros cenários. Sendo assim as vezes uma variada é revigorante e Howl faz isso muito bem!

A história se passa na Europa em um daqueles que vão de uma cidade a outra em pouco tempo, permitindo que pessoas vão trabalhar em outra cidade e voltem para casa no mesmo dia. Mas aqui é apresentado o turno noturno de um desses trens, com uma viagem contendo pouquíssimos passageiros e em uma noite de lua cheia. Tudo parece  tranquilo até o trem parar bruscamente, depois disso já sabem né? Hahaha.

Bom, o que encanta mais nesse filme é mesmo a atmosfera da coisa, o negócio de fazer diferente agrada. Acho que todo amante de filmes de terror vez ou outra tem uma vontade de curtir uma história mais gore e lobisomens são perfeitos pra passar o tempo. Então filmes como Cães de Caça, livros como Na Próxima Lua Cheia e séries como Hemlock Grove acabam caindo muito bem para o momento.

Mas apesar de tudo uma variada é algo ótimo e quando você pensa em lobisomens já bate aquele pensamento de uma vizinhança sendo infernizada pelo peludão ou uma cabana na floresta. Mas a ideia de um trem dá uma boa variada na coisa e acho que em geral acaba agradando muito e chamando a atenção.

Porém esse é um filme de altos e baixos, ele começa muito bem mesmo! Tem todo aquele climinha agradável que te passa a sensação de que o cenário está sendo montado e que logo a bagaceira vai começar. E quando começa é realmente muito bom! No início não mostram nada, você só vê o sangue, a gritaria, as pancadas, mas depois começa a aparecer frequentemente.

A atitude dos personagens no começo são fantásticas! Dão uma ótima variada em personagens padrões de histórias de lobisomens. Por exemplo uma parte que o monstrão vem pra cima deles em um vagão e ao invés de ficarem parados gritando como qualquer personagem de histórias do gênero, eles surtam e, vendo que não tem mais saída, partem pra cima com extintor, pé de cabra, etc e caem na porrada no bicho, eles se juntam e descem o cacete de forma frenética, chegando a derrubar o bicho de tanta porrada que dão e continuam espancando ele.

É uma cena que achei simplesmente fantástica! E por falar nisso, o estilo de lobisomem que usaram também é diferente. Nada contra lobisomens super poderosos, mas uma variada é boa né? Então gostei de ver um lobisomem mais fraco, que sente dor se é atacado, anda sobre duas patas mas a sua forma de agir é mais como a de um animal selvagem mesmo, que teme o fogo e a dor.

O próprio visual também me agradou, não usam o estilo tão conhecido. Porém vi uma crítica de um cara que desceu o cacete, sendo assim acredito que vai variar mesmo de pessoa pra pessoa. Os lobisomens daqui são mais bizarros, feios pra caramba e gostei disso, acho que deu um toque artístico essa diferença, mas no caso do cara ele achou engraçado, então depende de quem for assistir.

Infelizmente, como falei, esse é um filme de altos e baixos e de repente os personagens parecem virar verdadeiros imbecis e tanto as falas quanto atitudes se tornam aquelas tão irritantes que vemos em inúmeros filmes adolescentes. Sendo assim esse filme é mais um passa tempo mesmo, começa bem, tem ótimos toques artísticos e cenas que dão uma variada, mas comete uns erros feios. Um filme que tinha potencial pra ser uma obra descolada, mas que acabou se perdendo no caminho.

Enfim, apesar dos defeitos, ele é um filme que vale a pena, a ideia de um lobisomem e um trem é bem atraente. Então não deixem de assistir! Chamem seus amigos e aproveitem! Se você é fã de histórias de lobisomens, não pode deixar esse passar.

Nenhum comentário: