Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Hemlock Grove - Essa série vai te surpreender muito!

Nossa eu tava tranquilamente fofocando no facebook sobre Teen Wolf e como o primeiro episódio da terceira temporada me surpreendeu já que quando comecei a ver essa série já fui pensando que ia ser uma versão de crepusculo tendo lobisomens como centro. Daí chegou o dono do blog põe pra 2 e disse que se eu gostava de Teen Wolf provavelmente ia curtir Hemlock Grove, o que me fez imediatamente pensar que ele estava achando que Teen Wolf era uma série que tinha como elemento principal o romance e tinha vindo me indicar uma sériezinha escrota de romance também Ò__Ò! A minha surpresa foi quando fui me informar sobre o seriado e descobri que ele tinha me indicado isso não pensando no elemento romance mas sim em lobisomens. O__O'

Hemlock Grove é uma série que me surpreendeu pra cacete! Ela realmente não se parece com Teen Wolf no geral, mas é o que eu considero muito superior. Não que Teen Wolf seja ruim, eu acho muito foda, só que Hemlock Grove é muito mais o estilo de história que me agrada. Acho que a melhor forma de mostrar o que quero dizer é apresentando o quanto amei assistir Quando chega a escuridão e o quanto adorei assistir Identidade. Enquanto o primeiro filme eu achei muito foda, tem um climinha todo e cenas de ação, o segundo é um filme psicológico e também amei, são tipos diferentes do filme mas o segundo que tem uma seriedade maior me atraiu mais. O mesmo é com Teen Wolf e Hemlock Grove, enquanto o primeiro bate uma sensação de adrenalina com os acontecimentos, o segundo é muito mais sério e parado, porém muito mais profundo.



Mas agora entrando na história do seriado mesmo, ele apresenta Lynda e Peter Rumancek uma mãe e um filho de ciganos que se mudam para uma cidadezinha chamada Hemlock Grove. Imediatamente brutais assassinatos feitos por uma fera ocorrem no lugar. Uma garota espalha o boato de que Peter, o é um lobisomem, ninguém leva a sério isso porém ninguém fala e nem confia no rapaz e com o aumento dos assassinatos, a tensão cada vez mais vai aumentando para ele. Em outro ponto da cidade mora a poderosa família Godfrey, que tem extrema influencia em Hemlock Grove e entre os vários lugares que é dona está a chamada "Torre Branca" um arranha céu que causa um enorme contraste com a pequena cidade em que está e pode ser visto por todos os habitantes de qualquer lugar. Olivia, a chefa e mãe da família Godfrey por algum motivo odeia os Rumancek, porém não consegue impedir que seu filho Roman acabe se aproximando dos mesmos.

Essa série é extremamente estilosas, ela não é algo que vejo como simplesmente divertido mas passa um ar de algo um tanto "xique" com uma trilha sonora com violino e piano que aparece constantemente, a mansão antiga dos Godfrey serve muito como cenário assim como o grande e sombrio mistério que você nota que cobre o lugar, a sensação que tive ao assistir foi algo extremamente parecido com a sensação que tive ao assistir Tsukihime. Nessa série existem elementos sobrenaturais, só que eles não são apresentados como algo exagerado e "cool" como Anjos da Noite, mas sim como algo natural com um clima de maldição. Não é algo lindo de se ver, é algo feio, inclusive a transformação em lobisomem é provavelmente a mais horrorosa que já vi na vida, e eu não digo horroroso de mal feito, mas sim de simplesmente bizarro, realmente uma coisa horrível de se ver. Eu fiquei muito feliz em ter começado a ver essa série porque pensei que em 2013 a única série envolvendo cidadezinha com algo misterioso que eu iria ver era Under the Dome, no entanto Hemlock Grove além de também pegar um cenário desse tipo ainda me faz sentir como se estivesse assistindo a mistura de duas séries que adoro que é Happy Town e American Horror Story.

Além disso existem outras coisas acontecendo na cidade, são vários personagens e muitas pequenas coisas são apresentadas e te fazem ficar pensando sobre o motivo daquilo, como o louco que vaga pela cidade e fica falando algo sobre "ouroboros" e afirmando ter visto um dragão, ou a irmã de Roman, a garota chamada Shelley, que tem um corpo deformado e há um curioso efeito luminoso em sua pele.

Enfim, ta aí uma série foda pra cacete que bastou eu assistir o primeiro episódio pra entrar na minha lista de séries favoritas, ela é bastante séria, tem efeitos especiais muito incríveis. É notável que foi uma série bastante cara de ser filmada, existe um elenco realmente de peso com atores já conhecidos de outras séries famosas como Battlestar Gallactica, Nip/Tuck e A sete Palmos, além de apresentar lobisomens de uma forma realmente misteriosa e como algo sério, não como algo que é magia pura e felicidade. Gostei demais mesmo e recomendo! Fiquei feliz do Cristiano ter me indicado essa bagaça e surpreso de nunca ter ouvido falar antes dele tocar no assunto.

8 comentários:

ViiH disse...

Parece ser muito louca essa série! Pena que não tenho Netflix :(
Perguntinha: Você sabe me dizer qual o nome da música que toca no trailer de Hemlock Grove?

Skywalkerpg disse...

Nem sei qual é. =/

Viking Macabro disse...

kralho quantos links nessa postagem o.o
eu vez ou outra fico assistindo alguma stream no twitch tv e sempre rolava de passar ad dessa serie me pareceu bem loko mas eu nunca animei de procurar saber do q se tratava(ate pq tava mais interessado que terminase logo o ad pra continuar vendo a stream) parece da hora vou dar uma olhada '-'

Arno Sandri Junior disse...

Eu ja assisti a a serie inteira a uns 2 meses atrás,e tenho que concordar, é uma obra de arte! E o final é muito "revelador"

Gutembergue Lucas Vila Nova disse...

Finalmente terminei de assistir HEMLOCK GROVE por indicação do Sky do blog Nerd Maldito, vou dar aqui minha opinião tudo bem se não gostarem mas se for rebaterem que seja com educação.

Gutembergue Lucas Vila Nova disse...

A Netflix definitivamente está apostando fundo nas séries originais. Atualmente, ela é uma grande potencia online, com um enorme acervo e, para completar, tem produzido suas próprias séries. Sua primeira foi House of Cards, que teve um enorme sucesso não só de audiência como também por parte dos críticos. Sua segunda aposta foi o suspense sobrenatural Hemlock Grove. E, conforme as notícias e trailers foram saindo, sabia que a série tinha tudo para ser uma das melhores do tema atualmente - até porque, não há fortes concorrentes.

Assim como os vampiros, eu também não consigo resistir a uma boa história de lobisomens. Infelizmente (ou não), produções envolvendo essas criaturas que se transformam sob a lua cheia não são muito populares. Por quê? Elementar, meus caros. Produções com lobisomens envolvem muito mais do que um par de presas. Tem que ter todo um cuidado com os efeitos e um bom orçamento para cobrir a sempre aguardada parte da transformação. No caso dessa série, esse é um dos pontos mais altos. Pouco antes de ter sido liberada online, a Netflix liberou um clipe da transformação, o que provavelmente deve ter instigado a curiosidade de todos. Com uma boa mistura de brutalidade e bons efeitos, confesso que há muito tempo não via uma transformação em lobo tão legal como a que vemos aqui.

Infelizmente, esse é um dos poucos pontos positivos da série. Os produtores lutaram tanto para dar personalidade para a série - entregando algo fora dos padrões -, que simplesmente estragaram o desenvolvimento da trama. Apesar dos protagonistas serem adolescentes, os produtores fizeram de tudo para mostrar ao espectador que estavam conduzindo uma história séria e diferente dos padrões. As tentativas foram frustradas, porque eles forçaram tanto a barra que o resultado ficou algo surreal (e não estou falando no bom sentido). Uma série como essa definitivamente não sobreviveria na TV Aberta. Os episódios - de uma hora de duração, algo completamente desnecessário - não entregam praticamente nada para o espectador, o que torna toda a trama cansativa.

A sensação que ficamos é como se tivéssemos perdido uma temporada completa e começado pela segunda. Nos primeiros episódios, até que esse charme misterioso da série é tolerável. Porém, chegar até o penúltimo e não fazer ideia do que está assistindo é uma vergonha. O enredo também entrega diversas tramas paralelas, uma verdadeira poluição de conteúdo. Ao invés de termos uma boa série de lobisomens, tivemos um primeiro ano com anjos que engravidam virgens, garotas ficando com cabelos brancos e várias outras coisas super bizarras. E sabe o que é o pior de tudo isso? Praticamente nada é explicado ou tem qualquer função no final da temporada. É estranho ver um elenco conhecido e talentoso em uma história meia boca como essa.

Mentalizem comigo alguns momentos WTF apresentados logo no começo da série: Primeiro que o protagonista é acusado de ser um lobisomem por ter os dedos da mãos com o mesmo comprimento. Até aí tudo bem, mas de repente toda a cidade acredita nessa besteira. E temos até uma caça-lobisomem que entra na trama de uma forma aleatória e é despachada dela exatamente como entrou. Seu plot teve algum desenvolvimento? Seus flashbacks valeram de alguma coisa? Pode ter certeza que não. Outro grande mistério fica por conta da personagem de Famke Janssen, que só se veste de branco. Ela definitivamente é alguma coisa, assim como o seu filho, mas só sabemos a resposta para isso na última cena da temporada, momento em que ninguém mais se importa com porcaria nenhuma.

Gutembergue Lucas Vila Nova disse...

Apesar dos pesares, a série conseguiu ser renovada. É claro, ela é produzida pela Netflix, que tem a política de não cancelar suas séries sem um final apropriado. E julgando que assistimos 13 episódios com apenas algumas respostas sem graça, acredito que a segunda temporada verá os seus números caírem drasticamente. Não acredito que a série sobreviva por muitos anos. Já começou fraca e, muito provavelmente, só irá dar continuidade para encerrar a história de forma convincente. Só retorno a assistir depois de estiver finalizada. E, claro, sempre estarei de olho nas críticas pela internet. Enfim, não recomendo para ninguém. No máximo, assistam alguns vídeos curtos - como o da transformação - no youtube, que realmente vale mais a pena.

Davi Elias disse...

Esse Gutemberg falou falou e a série vai pra 3 temporada. Série boa pra kcete! Só deve ter algum trauma. Ou gosta de séries mais engomadinhas de fácil absorção. Twin peaks deve dar um nó no cérebro desse coitado.