Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 29 de março de 2016

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 6ª temporada - Episódio 15

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.

Esse episódio começa com a preparação de Carol para fugir, e como ela se mostra repentinamente muito abalada com tudo o que tem acontecido. Como já dito ela bateu as botas na HQ há muito tempo, mas agora algo que realmente acontece nos quadrinhos é o fato dela ser tão abalada com os acontecimentos e ficar perturbada, mas não chega a fugir assim.

Depois tem a fuga e os personagens indo atrás, especialmente a parte de Daryl não existe já que ele não tá na HQ, já os outros personagens esse momento só pode ser meio que um vislumbre de determinados momentos em que saíram atrás de alguém, mas nada especificamente desse jeito, creio que na época da prisão foi a que mais teve coisas parecidas.

Temos então a cena da Carol fodona, que aliás vocês notaram como a fotografia desse episódio tá espetacular? Um clima tenso, aquela densa neblina cobrindo tudo, e momentos como esse, uma viajante solitária por uma estrada. Achei meio exagerada a cena dos tiros porque pareceu mais várias metralhadoras, mesmo assim acho que foi bem legal embora não perfeita.

A Carol nunca fica fodona assim nos quadrinhos, ela é animada e maluquinha, bem mais jovem que a Carol da série, loira, chega a ficar com o Tyreese, ela é bem no estilo "garota sapeca", mas se abala muito com o mundo em que vive e mesmo não sendo depressiva, vai ficando desgastada e perturbada com os acontecimentos, não vira uma lutadora como a da série.


Temos então uma série de cenas que são consequência da fuga de Carol e portanto são exclusivas da HQ e a cena da captura de Daryl e os outros, aliás achei meio forçado também o tiro no final, especialmente depois daquele negócio com o Glenn acho que não teve impacto pra ninguém e que poderiam ter esperado um pouco mais pra terminar outro episódio assim, até porque dessa vez tava bem visível que o tiro foi no ombro, então sei lá, achei um pouco desnecessário.

O grupo realmente é rendido, mas não por Dwight, e sim por um outro personagem importante que acho melhor não falar quem. Mas não são esses personagens aí, são outros e em uma outra situação, com eles na estrada, e é isso.

Uma coisa curiosa sobre o corte de cabelo de Maggie é que é fiel, na HQ ela inclusive fica visualmente muito parecida com Glenn, cortando igual ao dele. Os cortes em geral dos personagens foram fieis, o do Carl por exemplo que fica com cabelo grande, o de Rick que cresce bastante em uma época e assim vai.

Os quadrinhos de The Walking Dead não foram lançados no Brasil em edições separadas, ao invés disso lançaram em volumes com várias edições juntas, o nome brasileiro quando foi lançado ficou como Os Mortos-Vivos, quem quiser conferir o preço até que é bem acessível, aqui uma comparação de preços.

Clique aqui para ver a comparação com o próximo episódio>>>

Nenhum comentário: