Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 3 de maio de 2015

Arquivo X - Uma série pra todo fã de ficção científica

Vez ou outra eu falo sobre Arquivo-X aqui no blog, como por exemplo a matéria especialmente sobre o episódio O medo, que foi tão bom que precisei criar um destaque especialmente pra aquela maravilha. Apesar disso, eu nunca fiz uma matéria dedicada a série, e acho que finalmente chegou a hora. Assim como muitas obras espetaculares, as vezes eu simplesmente espero o momento certo para falar, e chegou a hora de um dos meus seriados favoritos.

A história apresenta o agente do FBI Fox Mulder, ele afirma que sua irmã desaparecida, na verdade foi abduzida quando ainda eram crianças e isso o fez ficar obcecado em investigar eventos inexplicáveis que o FBI colocou o nome de "Arquivos X", por não parecerem ter alguma solução plausível, mas o agente tem a mente aberta para qualquer possibilidade, indo desde chupacabras, até alienígenas e magia negra. Graças às suas teorias um tanto excêntricas, a agente Dana Scully, completamente cética e seguidora da lógica, é colocada para ser sua parceira, dando a visão racional da coisa, e juntos eles passam a investigar variados casos pelos Estados Unidos.


Eu não consigo lembrar exatamente do meu primeiro contato com Arquivo X, apenas sei que foi durante os anos 90 e que sempre fui apaixonado pela série, lembro que passava na Record, mas eu não podia ver sempre, porém sempre que tinha a oportunidade, assistia apaixonadamente, era algo gostoso de se assistir. Uma série com um clima de terror e que eu sempre ficava na expectativa de ver alguma criatura bem bizarra. Os anos passaram o seriado terminou em 2002 em sua nona temporada. E embora eu não tenha visto o final na época em que terminou, foi uma série que me deixou uma grande marca. Alguns anos depois decidi assistir inteira, e assim o fiz, era exatamente o que eu tava esperando, muitos episódios eu lembrava perfeitamente, e outros eu conseguia me por na posição do público da época, como por exemplo a polêmica que rolou quando a dupla mudou, mas que sinceramente ainda continuei gostando muito.

Todo mundo conhece Arquivo X, não importa se nunca assistiu, aquela música tema é constantemente usada das mais variadas formas, a dupla de agentes aparece em diversos elementos da cultura pop e definitivamente é o tipo de obra que conseguiu deixar sua marca. Infelizmente no fim das contas a maioria também não tem saco pra assistir e assim lembra mais como "Aquela série lá dos alienígenas...", o que é uma ideia errada, pois embora esteja sim muito ligada a aliens, é uma série que por muitos é considerada como uma ideia que Supernatural roubou e distorceu, isso porque há muitos detalhes semelhantes no formato, uma dupla que viaja para vários lugares dos Estados Unidos e resolve eventos estranhos.

Mas claro, não querendo dizer que Supernatural seja algum tipo de sucessor espiritual de Arquivo X, pois as duas obras tem atmosferas muito diferentes, sendo uma voltada para um universo bem mais mágico e com aventura para um público mais jovem, e outro com um tom mais sombrio e sério envolvendo o governo e voltado mais para o público adulto. O que quero dizer é que há um certo padrão semelhante no estilo de apresentação da obra, inclusive no próprio Supernatural já fez um episódio homenagem a Arquivo X, e vez ou outra algum personagem pergunta "Vocês são tipo os caras do Arquivo X?", então os próprios roteiristas já se demonstraram fãs, então pode ser colocado bem como um caso de um elemento da cultura pop apresentando outro elemento da própria cultura pop, e definitivamente uma série que muita gente poderia amar ver, mas nunca quis dar uma chance.

Arquivo X é uma obra que embora muitos apenas cantarolem o tema, é obrigatório a aqueles que gostam de estar por dentro da cultura pop, as traições que rolam e a forma que a história se desenvolve é maravilhosa, o mistério de cada temporada e a forma como os criadores brincavam com os episódios, apresentando constantemente formatos diferentes que surpreendiam, como por exemplo um episódio em que Scully investiga sozinha algo muito bizarro que está acontecendo em uma cidade e que na visão de quem assiste é claramente sobrenatural, mas ela fica ligando pro Mulder e perguntando detalhes sobre coisas variadas e você vai vendo que tudo tem lógica.

E por falar em lógica, como falei aqui na matéria Arquivo X ajudando pessoas a evoluir mentalmente, esse é um programa inteligente e sem preconceitos, que coloca lado a lado a visão daqueles que creem e dos céticos, como uma balança que deixa as duas partes exatamente no mesmo nível e te faz abrir a mente para possibilidades, olhar o lado do outro. A ideia de dois agentes com formas de pensar tão diferentes coloca bem claramente a ideia de que temos que ser mente aberta para o que está ao redor e não meramente defender uma posição, os diálogos parecem até uma poesia de tão harmônicos que soam muitas vezes e te faz dizer "Caramba, que coisa interessante!".

E a atmosfera então? Nossa, simplesmente espetacular, é o tipo de seriado que te teletransporta pra aquilo, a série começou em 1993, então boa parte dela é nos anos 90. E quando penso em Arquivo X, eu sou levado exatamente pra aquela década. Dois agentes enviados pra várias cidadezinhas, casos muito misteriosos e bizarros, investigação constante e conspiração do governo e outras instituições que tentam esconder um plano muito maior para a humanidade. Não posso deixar de dizer que a série também bebeu de uma fonte bem underground que é a Trilogia Illuminatus, apresentando conspiração a solta e te fazendo pensar constantemente "Caramba, o que é que está rolando no mundo? Será que uma coisa assim não tá por aí?", isso porque como já disse, em geral não são puramente apresentadas situações mágicas, mas sim lógicas para muitas coisas, e é praticamente uma série que diz "O universo é muito grandioso para se limitar meramente a percepção humana.".

Essa parte de conspiração governamental da série, inclusive é fantástica, como por exemplo o personagem chamado de Canceroso, que é um velho engravatado que sempre está fumando, sempre aparece em tudo quanto é lugar e seu dedo constantemente aparece nos mais variados tipo de coisas esquisitas. A dupla sabe que ele sabe qual é o "Grande plano", mas ele parece inalcançável demais, simplesmente os esforços de Mulder e Scully parecem ser praticamente nulos, esse personagem inclusive é dado muitas vezes como a inspiração do G-Man de Half Life.

A série deixou um monte de elementos que vemos por aí e até hoje sinto vontade de ter, como por exemplo um poster bem tosco que Mulder tem em seu escritório, onde aparece uma foto de uma nave espacial, que parece ter sido tirada por algum amador e escrito a mensagem "Eu quero acreditar", uma frase que no final das contas sai com um baita impacto, pois o seriado mostra o tempo todo que não é questão de ser burro e acreditar nessas "besteiras" e crendices de gente de baixo intelecto, mas sim ser mente aberta para possibilidades, não dizer simplesmente "EXISTE" ou "NÃO EXISTE", mas sim dizer que quer saber da verdade, mas serão necessárias provas. Mulder comenta sobre esse poster, e tem tudo a ver com seu estilo de investigação, pois quando ele vai a um lugar e um cara diz "Eu vi o homem mariposa", o pensamento dele não é "Que besteira" ou "Se ele disse é porque é", mas sim "Eu quero acreditar!", pois por trás de tudo há uma resposta, e assim as investigações dele começam. Simplesmente muito bom, muito intenso, assim como a frase "A verdade está lá fora", outra que vai bem além se for pensada de forma profunda.

Enfim, eu poderia falar muito mais dessa série, e definitivamente ainda vou escrever várias matérias que envolvam Arquivo-X, esse é um seriado impecável, que quando cheguei ao fim, levei um baita tempo pra assistir o último episódio, pois senti uma enorme dor no peito em perder essa maravilha, assim como demorei séculos para ver os filmes só pra prolongar mais. Arquivo X não é uma série, é uma obra prima, não que todos os episódios sejam maravilhosos, já que tem alguns que são bem trash, mas avistando o seriado como um todo, ele é um espetáculo! Sei que muitos não assistiram e sinceramente, vocês estão perdendo muito, portanto fica essa dica, nove temporadas não é um motivo pra desanimar, e sim ficar alegre porque tem tanto conteúdo. Caso queira assistir, você pode conferir aqui.

2 comentários:

Miya Seat Lee disse...

E só em pensar que teremos a produção de mais alguns episódios p/ apaziguar um pouco da falta que sentimos dessa maravilha... Nossa! Êxtase total!!!!

Pássaros Binários disse...

Eu comecei a assistir a série ontem, pois vi você falando bem nessa matéria e dei mais uma pesquisada...

Poxa, ela se já me prendeu de modo maravilhoso, as frases da série me dão até um arrepio.