Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 28 de setembro de 2014

Bionic Heart 2 - A saga da mulher robô continua

Hoje vou falar sobre a sequencia do jogo Bionic Heart, aquele visual novel com uma temática sombria em um universo de ficção científica desenvolvido pela Winter Wolves. Como já disse anteriormente, o jogo me chamou um bocado a atenção pela forma fluída que foi apresentada, e que certamente atraiu muita gente para esse gênero por ter um toque voltado muito mais para a história, que para os romances nela.

A história apresenta quatro ângulos diferentes, sendo que um deles é da andróide Tanya, que está no planeta terra investigando coisas terríveis feitas pela corporação chamada Nanotech, o segundo e terceiro ponto de vista é apresentado pelos amigos Luke e Tom, fugitivos em marte, e por fim a oficial Tina, que começa a suspeitar sobre as atitudes da Nanotech e começa a investigar.

A jogabilidade apresenta novamente os elementos do primeiro jogo, sendo uma continuação direta. Para aqueles que conhecem jogos no gênero visual novel já sabem bem qual é a mecânica. Você conversa com diversos personagens, que tem reações diferentes dependendo da sua forma de responder e reagir. Sempre há diversas formas de agir quanto a algo, e cada um dos personagens pode adorar, ou odiar a coisa.

Uma coisa bem diferente da maioria dos visual novels e que certamente dá um baita destaque nesse jogo, chamando bem a atenção de fãs do gênero, é o chamado "Social Boss Fight", onde você tem batalhas contra chefes no jogo, o que é completamente incomum! As batalhas aqui envolvem lábia, e você é colocado em discursos contra algum personagem, tendo uma barra de porcentagem que deve chegar a 100%, mas para isso você terá que direcionar a situação para o rumo certo. Uma coisa legal, é que existem também opções físicas que podem ser escolhidas, por exemplo no primeiro que você enfrenta, você tem que seduzir um policial, mas é preciso ir aos poucos, não se pode já saltar, e existem até mesmo opções de pancadaria.

Apesar de tudo, eu achei esse jogo mais animado, não me pareceu tão sombrio quanto o primeiro, gerando um climinha um tanto mais animado na coisa, e assim parecendo mais com diversos jogos do estilo visual novel, para alguns isso pode ser um ponto muito positivo, porém não foi algo que me agradou, afinal uma das coisas que me encantou no primeiro, foi o foco naquele climinha mais pesado. Isso também atingiu o ritmo da coisa, dessa vez o desenrolar é bem mais lento, há diálogos enormes, não há aquela coisa rápida que tinha no primeiro, tem muitos diálogos gigantescos dos personagens conversando, algo que não gostei nem um pouco.

O visual também tem um toque mais animado agora, o jogo está mais brilhante, os personagens parecem mais jovens, estão mais fashions, cheio de roupinhas modernas e um toque hipster, não é mais aquela coisa que mantém constantemente um ambiente SCI-FI na coisa. Apesar disso, falando artisticamente, o traço está ótimo, os desenhos são muito bem detalhados e para os fãs de anime, certamente irão se apaixonar, é claro.

Enfim, sendo bem sincero, eu prefiro muito mais o primeiro jogo, o segundo é legal, porém perdeu um bocado da atmosfera sombria do primeiro, que foi exatamente o que me encantou, mesmo assim é um jogo que pode agradar a muitos com certeza. Se você se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: