Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Paper Sorcerer - Um jogo com a pura essência do RPG!

Tem alguns jogos que parecem ter sido feitos com a própria alma do criador, isso porque eles tem um jeito tão único e próprio, que acaba sendo indiscutível que há algo de muito especial ali. E é o que eu sempre digo, se você faz algo com amor, isso se torna algo contagiante e capaz de fazer outras pessoas sentirem o que você tentou passar. E esse é um dos motivos pra eu considerar jogos como arte, porque é algo que é feito por alguém e que é capaz de transmitir muito bem um sentimento, a ponto de fazer outros entenderem bem o que o criador queria passar.

A história apresenta um feiticeiro maléfico apavorando as pessoas de uma terra e dominando tudo com os seus poderes, isso faz com que um grupo de heróis reaja aos ataques e parta até a sua torre para destrui-lo, e após a batalha eles conseguem aprisionar o feiticeiro dentro de um livro com essência mágica, onde há uma prisão, sendo assim o mesmo não poderá mais machucar ninguém. No entanto o mesmo simplesmente não desiste, e mesmo dentro da prisão do livro, ele decide partir em busca de sua liberdade, para se vingar e conseguir novamente o domínio do reino, e é então que você assume o controle do mesmo.

Como podem ver, a história tem os seus toques de clichê, porém é um daqueles casos em que o criador usou de uma forma boa o suficiente para deixar a coisa interessante, sendo assim acabou criando uma história atraente e ainda te colocando como o vilão da história, e afinal de contas vamos assumir, quem nunca quis ser o feiticeiro das trevas ao invés de um cavaleiro herói?

O jogo é bastante simbólico, ele é em primeira pessoa e sem dúvidas os gráficos são uma das coisas que mais chamam a atenção. O visual é normalmente em duas cores, semelhante a de livros de RPG mesmo, e você explora o lugar e interage com ele. Tudo ficou muito perfeitamente encaixado à história, já que o jogo se passa dentro de um livro.

Existe um tipo de narrador da aventura enquanto você explora a prisão, então quando você entra no primeiro corredor, por exemplo, surge uma mensagem dizendo que um guarda avistou você, a reação dele e também aparecem opções pra você escolher o que vai fazer. Ou seja, você não realmente vê o guarda, você apenas lê que ele surgiu.

O combate já adota o estilo de RPG's clássicos com combate em turno, mudando a tela assim que começa a ação e você escolhe suas habilidades e ataca, ou usa itens para causar outros efeitos. Há aliados que você vai invocando com o decorrer do jogo, existem diversas criaturas que você pode escolher, entre elas o Lobisomem, o Vampiro, A Bruxa, O Minotauro, entre outros.

Enfim, tá aí um jogo que você Percebe claramente que foi feito com muito amor e que é naturalmente muito simpático, aqueles que gostam de jogos com combate à moda antiga certamente irão amar muito, assim como os amantes mais fieis de RPG, quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial da desenvolvedora.

Nenhum comentário: