The Pinball Wizard | Jogo simples e viciante com mecânicas de Pinball e magia!

Com a superlotação de lançamentos de jogos que temos, assumo que ignoro a maioria eu só ignoro, afinal de contas é difícil conseguir acompanhar tudo e assim vou no que realmente me interessar. No entanto vez ou outra surge algum joguinho simples que bate aquela curiosidade e foi exatamente isso que aconteceu com "The Pinball Wizard", jogo com mecânica bem simples, mas muito atraente, sendo perfeito para se ter instalado e de vez em quando entrar para passar o tempo.

Por incrível que pareça, esse é um jogo com história! E aqui temos um universo de fantasia onde magos forjaram um tipo de farol com um enorme olho que lançava proteção para todos os lados, mantendo assim a humanidade segura. Porém com o passar dos anos, ele começa a se desgastar até que cai, fazendo o lugar ser dominado por criaturas das trevas. E você, sendo um jovem mago, é enviado para escalar a torre e reencaixar o olho.
Esse é um daqueles jogos que o foco é realmente na mecânica divertida e portanto você vê uma fase atrás de outra passando sem parar. Às vezes sendo algo rápido que você se surpreende com a facilidade, mas de vez em quando também sendo super desafiador e te fazendo ter que repetir de novo e de novo até finalmente conseguir passar.

A mecânica principal é a de um jogo de Pinball, portanto é realmente bem simples a coisa, te colocando para apertar dois botões para disparar os gatilhos. Fazia muito tempo que eu não jogava algo do tipo no PC, mas temos algumas opções, às vezes sendo bem básicas com a experiência pura da versão física, como em Pinball FX2, mas às vezes sendo algo mais inovador com mecânicas próprias, tipo Rollers of the Realm, .
Apesar de The Pinball Wizard não ser exatamente algo super inovador, com certeza ele é diferenciado, apresentando elementos de magias e um personagem que evolui. Aqui você não controla uma bola, mas sim um maguinho arredondado, e o cenário também conta com vários inimigos arredondados. O objetivo é destruir eles e ver com que m está a chave, para então ir para a porta e subir mais um andar.

Tanto você quanto os inimigos contam com barra de vida, e portanto é preciso ficar atento. Eles têm uma forma hostil que é preciso ser evitada e por mais que você não controle diretamente o personagem, tem uma certa noção da direção pra onde ele será lançado e por isso é preciso ficar atento se vale a pena mirar em um inimigo em um determinado momento.
Além disso, existem elementos semelhantes ao gênero roguelite, onde você morre, mas mantém o XP que ganhou na fase. E aos poucos vai liberando magias e vantagens que facilitam passar de lugares que antes estava muito difícil. São coisas que vão desde uma barreira temporária que te impede de cair sem querer, até a possibilidade de segurar o botão de mirar enquanto estiver s em sustento algum e se lançar em uma direção.

Graficamente o jogo é todo bonitinho, com um visual colorido e animado, cheio de itens para coletar pelo cenário. Muito provavelmente o gráfico foi uma das coisas que acabou me interessando, já que não é um jogo comum de pinball, mas sim uma simulação de ambiente de fantasia em que você está enfrentando monstros.
Enfim, The Pinball Wizard é um jogo muito agradável para passar o tempo. Não é completamente inesquecível, mas pode ser viciante. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na GMG antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e comprando keys lá, você acumula XP e vantagens que pode inclusive render outros jogos de forma gratuita, coisas que a Steam não tem, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários