Hell Pie conta com nudismo, violência e gestos obscenos... TUDO CENSURADO!

A censura em todo tipo de entretenimento é algo que passou a ser natural e evoluir junto com a cultura pop, e assim vemos os tipos mais variados, indo desde coisas culturais como o pôster censurado de Doutor Estranho 2, até censuras relacionadas às temáticas violentas ou perturbadoras, como a censura que a Sony fez em Martha is Dead. Já o jogo Hell Pie aproveitou isso de uma forma um tanto inusitada, usando a coisa como elemento de atração já direto da fábrica.

Todo mundo já viu as censuras clássicas normalmente usadas na televisão para coisas reais, em que ao invés de cortarem algo, quadriculam determinados pontos como cenas de nudismo, gore ou gestos obscenos. Mas esse tipo de coisa normalmente só aparece focado em cenas reais, e em projetos que vão ser lançados a coisa é cortada ou modificada, como as capas alteradas de Left 4 Dead, que tentou deixar menos agressiva, ou a versão modificada de Bulletstorm.
É muito raro ver os quadriculados em obras, como foi o caso de The Sims 1, que tinham que mostrar os personagens indo ao banheiro e pra não ficar muito brusca a coisa, tacaram quadriculados. Já Hell Pie originalmente se apresentou ao mundo de uma forma normal, mas então acabou soltando um trailer que mudou tudo... O jogo resolveu ir além e usar os quadriculados como o próprio marketing do jogo, o que o tornou muito interessante do que o normal.
 
O jogo em si atrai boa parte do público de plataforma, mas no fim das contas é apenas outro jogo muito bem animado e detalhado. Usar um elemento diferenciado pra dar um toque a mais acabou sendo um tempero que chamou a atenção e o tornou mais do que isso. Foi algo semelhante ao que Skate Story fez, deixando de ser só outro jogo de Skate pra atrair pessoas que gostam de história e pessoas que se atraem por algo sombrio.
No fim das contas apresentaram um jogo com uma quantidade exagerada de censura antes não existente, com tudo quanto é tipo de coisas, inclusive locais inusitados como suportes para o personagem se pendurar, o que faz naturalmente surgir a pergunta sobre o formato que aquilo tem ou o que exatamente foi considerado grande pra ter alguma censura.

Sem contar algumas coisas extremamente esculhambadas, como o anjo que acompanha o protagonista e que está pelado, com uma censura constante na virilha. Não é a primeira vez que um jogo se aproveita da polêmica relacionada a censura pra acabar se promovendo. No entanto normalmente a coisa está mais relacionada ao quanto o jogo é "do mal", tipo Hatred, que se destacou pelo exagero de violência. Já aqui o destaque é algo focado no humor, com censuras que não foram realmente feitas por órgãos responsáveis. Confira:

Postar um comentário

0 Comentários