Censura de Martha is Dead no Playstation foi pedido da própria Sony (Vídeo das censuras)

Foi uma surpresa pra muita gente quando de repente o estúdio LKA revelou que Martha is Dead iria ser censurado no PlayStation 4 e PlayStation 5. Sendo que nas versões para Xbox One, Xbox Series e PC iria ter o conteúdo completo. Daria pra entender se fosse um banimento geral como Rimworld banido na Austrália, ou uma desenvolvedora Nintendo, que faz isso com frequência em tudo, mas simplesmente não fazia sentido para os consoles da Sony. E então foi revelado que foi a própria gigante japonesa que fez o pedido.

Os desenvolvedores comentaram que foram pegos de surpresa, e que a Sony apareceu pouco antes do lançamento para dizer que certos conteúdos iriam ter que ser modificados ou retirados. E assim foi, mas isso atrasou o lançamento da versão física para PS4 e PS5. Porém a desenvolvedora comentou que a gigante a apoiou para minimizar ao máximo os atrasos em suas plataformas.
As cenas modificadas foram as em que a protagonista usa uma faca para arrancar o rosto de um cadáver e também para abrir um útero de outro. Na versão para Playstation elas estão presentes, mas apenas podem ser assistidas como cutscene, enquanto nas outras versões, é possível controlar o que ela está fazendo. Também foi adicionada um modo censura que o jogador não precisa ver, e essas cenas são puladas automaticamente, assim como cenas relacionadas a aborto e suicídio.

Também foram retiradas todas as menções a masturbação. Apesar de não aparecerem os personagens fazendo, as descrições colocadas ali foram consideradas demais para a Sony, e assim ela pediu para que fossem modificadas ou retiradas as partes em que estavam presentes. A desenvolvedora comentou:
"Eram instituições enormes, como prisões, restringindo todas as facetas da vida de uma pessoa e como tal, a masturbação era uma das poucas coisas que os pacientes podiam fazer.

Em relação a essa cena específica em Martha is Dead, o jogador caminha em um campo pontilhado de enormes cruzes com bonecos de máscara pendurados nelas. Uma voz narra a experiência de viver em um asilo, comentando que 'havia uma jovem que dava prazer a si mesma o dia todo... incessantemente, a ponto de sangrar.'

É importante notar que este é um momento muito dramático em que o sofrimento dos esquecidos é recontado. Infelizmente, parte deste discurso não estará presente na versão de PlayStation do jogo."

O órgão americano ESRB, que já mostrou como consegue ser rigoroso, classificou o jogo como "Mature" e comentou que os donos não costumam usar a opção de censurar ainda mais, sendo incomum. E vocês? Pretendem jogar em qual plataforma? Confira as cenas censuradas:

Postar um comentário

0 Comentários