Assim é Dying Light 2 rodando em uma RTX3090 a 8K no Ultra com DLSS ativado

Quem soube admirar o que foi oferecido em "Dead Island", percebeu a quantidade de ideias boas presentes na coisa e também o potencial que a Techland tinha para oferecer um jogo de extrema qualidade, que foi o que aconteceu quando veio "Dying Light", jogo que fez o nome da empresa e surpreendeu com seus gráficos, portanto já se tinha uma expectativa nesse quesito com a vinda do visual da sequência.

Graças à aquele tão conhecido efeito da expectativa estragando a diversão, o gráfico de Dying Light 2 Stay Human foi imediatamente analisado com uma exigência maior do público, mas apesar de tudo, nem todos puderam experimentar o seu gráfico no máximo já no lançamento, já que é algo que veio no meio da crise dos chips, e o Playstation 5 não atingia todo o potencial da coisa, apesar de gerar visuais magníficos, o PS4 nem se fala né?

Obviamente o PC é que ficou com o trabalho de mostrar o que dava para mostrar o que dava pra fazer e naturalmente, embora muitos jogadores de computador gritem aos céus sobre a superioridade, todo mundo sabe que tem que ser muiiito riquinho pra ter um PC realmente tunado a ponto de rodar no Ultra um Triplo A no lançamento. É só ver o que aconteceu com God of War, com o povo jogando em altas sucatas.

Felizmente, para nós mortais, é possível ao menos admirar espetáculos acontecerem pelo youtube, e poucos dias após o lançamento, alguém apareceu mostrando o que uma RTX 3090 combinada com um Ryzen 9 3900x 4,5Ghz e 32gb de ram podiam fazer em relação a esse jogo. O resultado foi uma resolução 8k com RTX DLSS ativado. Já o fps ficou entre 30 e 40, mostrando que mesmo que mesmo um requisito desse não segurou o que alguns exigem, ainda assim a coisa é magnífica. Confiram:

Postar um comentário

0 Comentários